segunda-feira, 16 de agosto de 2010

As compras do consumidor espiritual

Certo dia, um homem de situação financeira privilegiada, andando pela rua da infelicidade, avista um estabelecimento semelhante a um supermercado. E depois de muita dificuldade para se aproximar do local, atravessa a rua da renúncia, e por fim, chega até ao lugar tão desejado.

O homem fita os seus olhos no suposto supermercado e vê escrito na fachada: Graça. Não conseguindo conter a sua curiosidade, entra naquele ambiente misterioso. No seu coração sente uma paz que nunca havia experimentado antes.

Logo percebe várias gôndolas marcando os corredores, como de qualquer supermercado. Caminhando em direção às gôndolas, observa com muito espanto, as mercadorias expostas naquele local.

Ao procurar um carrinho para colocar os produtos, encontra um homem que o instrui, dizendo:

- Se você procura um carrinho, aqui não encontrará. Deve guardar estas coisas no teu coração.

Ele começa a colocar tudo o que necessita no seu coração.

Os produtos que encontra são: cura para todas as doenças, cura interior, alegria, paz, bondade e muito mais; e nota que os produtos que estão nas gôndolas são inumeráveis.

De repente, este homem vê um produto que chama muito a sua atenção. O problema é que não conseguia alcançá-lo, estava exposto na parte mais alta da prateleira. O nome deste produto era Salvação.

Passado algum tempo, inconformado por não poder alcançar o produto que mais lhe agradara, aproxima-se dele um homem e diz:

- Não é pela força ou mérito que irá alcançá-lo, mas pela fé e o dom da graça.

O “consumidor espiritual” abraçou estas palavras com a sua fé, e a graça o alcançou. Observa bem a embalagem do produto e fica impressionado com os benefícios que o mesmo iria lhe proporcionar.

Muitas maravilhas, dentre elas: alegria, paz, longanimidade, domínio próprio, bondade, felicidade e muitos outros; tudo a seu favor.

Procura a data de validade e não a encontra.

A emoção e a alegria tomam conta, e o homem começa a chorar e sente no seu coração um profundo desejo de adorar, mas não sabe o que. Com as mãos sobre a cabeça diz:

- Como poderei pagar por tudo isto?

Seus olhos procuram um caixa ou alguém para perguntar quanto custaria aquilo tudo. Quando menos espera, aproxima-se dele um homem diferente, com uma aparência muito dócil e que possuía asas. Dirige-se gentilmente a ele e diz:

- Satisfeito com tudo que tens?

Ele responde:

- Tenho?

- Nunca conseguirei pagar por tudo isto.

Sorrindo o homem de asas diz a ele:

- Tudo isto é teu. O preço já foi pago por alguém. Mas só falta uma coisa para você receber, não só aqui, mas por uma eternidade.

- Mas quem poderia fazer tudo isto por mim. Diga-me o que preciso fazer?

- Precisa saber a senha.

- E qual é a senha?

- Jesus. Este é o nome daquele que transformou a sua vida e reservou uma eternidade para estar com você.

- Que maravilha! Mas como ele conseguiu pagar?

- Com a sua própria vida.

- Ele sofreu muito?

- Antes de morrer, sofreu dores físicas e morais como outro homem nunca sofreu.

- Não entendo, tanta dor e sofrimento por alguém que não merecia?

- Existe algo que Ele sentiu que é maior do que toda a dor e sofrimento: AMOR

A.D.

Esse amor está a minha e a sua disposição, basta reconhecer e declarar o Senhorio de Cristo, pois a Bíblia diz:

Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação. (Romanos 10.9,10)

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.(João 3.16,18)

Graça e Paz