sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Sementes que precisam frutificar

A semente é uma vida encapsulada que precisa ser lançada na terra para continuar vivendo. Para que servem as sementes senão para serem plantadas?

A boa semente é aquela que produz o alimento saudável que chega às nossas mesas; aquela que produz uma árvore frondosa com muitos frutos e sombra para o cansado.

A melhor coisa a se fazer com uma semente é plantá-la.

A Bíblia conta uma linda estória que começa assim: “... eis que o semeador saiu a semear”. Que imagem bonita nos vem à mente pensando neste semeador que apanha as suas sementes e sai a semear. Eu poderia destacar algumas coisas neste ato do semeador.

· Semear é um exercício de responsabilidade
O semeador não tem outra coisa a fazer, senão ser fiel ao seu chamado. Ele não pode fazer outra coisa com as sementes, senão lançá-las na terra. É seu dever, é sua obrigação e ele não se isenta da sua responsabilidade.

· Semear é um exercício de fé
Ao lançar a semente na terra, ele sabe que a está perdendo, pois agora ela desaparece de suas mãos e o controle sobre a semente está na terra.

O semeador não tem outra alternativa a não ser o exercício da fé.

· Semear é um exercício de paciência
A perda da semente é temporária, pois em breve há de surgir na terra uma pequena planta.

Por dias, a única coisa que o semeador faz é esperar, todavia a sua espera não é uma espera desesperada, pois a experiência lhe diz que este é o processo natural.

Para colher é preciso plantar.

Todos nós somos semeadores das boas novas de Jesus Cristo.

O evangelho é a semente que produz vida.

A terra onde estas sementes devem ser plantadas é cada pessoa com a qual nós convivemos.

Precisamos lançar as sementes porque somos responsáveis diante de Deus; fazer isto com fé, pois ao lançarmos a semente não temos mais controle sobre ela e finalmente esperar com paciência e oração até que a semente frutifique no coração das pessoas.

Autor: Antonio Carlos Barro

Por Lidiomar

Graça e Paz