terça-feira, 8 de março de 2011

Avivamento

“Acontecerá depois que derramarei o meu Espírito sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos anciãos terão sonhos, os vossos mancebos terão visões; e também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito.” Joel 2:28-29

Eu estou crendo neste avivamento prometido nos dias do profeta Joel. Cada dia que passa sinto a aproximação deste evento que sem dúvida alguma irá abalar completamente as estruturas religiosas estabelecidas pelas Igrejas de hoje.

O que é avivamento?

O termo avivamento não é encontrado na Bíblia, mas o que encontramos nas Escrituras é reviver.

Podemos então dizer que avivamento é um tempo especial de Deus em que a Igreja renasce, volta à vida volta a Bíblia, depois de tempos difíceis, apostasias, lutas, pecados e muitas outras coisas. Evidentemente é um tempo marcado pelo mover sobrenatural em que o arrependimento, conversões de multidões, curas e milagres, derramamento dos dons espirituais, cultos de adoração profunda são o viver diário da Igreja.

O que o avivamento trará para a Igreja do século XXI?

1) A unidade da igreja. Neste tempo não haverá ninguém se rotulando melhor que ninguém. Todos terão a consciência que necessitam uns dos outros. Essa união será um verdadeiro milagre do avivamento;

2) Arrependimento. Nossas estatísticas apontam que muitas pessoas abandonaram a igreja e isto, sem dúvida alguma, porque não abandonaram o pecado. O avivamento trará o verdadeiro arrependimento e conseqüente abandono do pecado. Com isto os muitos frutos da igreja permanecerão;

3) Haverá muitas conversões de almas. Os templos lotarão cultos terão de ser realizados em lugares amplos. As pessoas virão a Jesus sem grande esforço e haverá uma aceitação da Palavra de Deus sem precedentes;

4) Em tempo de avivamento os cultos serão marcados por milagres, curas, batismos com o Espírito Santo, derramamento de poder, sinais, maravilhas, etc... Tudo isto fará parte do cotidiano da igreja.

5) As igrejas serão restauradas. Igrejas destruídas serão reerguidas, pastores alquebrados e esgotados serão levantados, ministério pessoais serão transformados pelo poder de Deus;

6) A igreja se tornará mais adoradora do que pedinte. Essa avalanche de campanhas disto e daquilo desaparecerão, perderão o sentido, pois são ações humanas que serão substituídas pela ação do Espírito Santo. A Igreja precisa entender que tem que buscar mais a Deus, do que suas bênçãos e com isto provará da intimidade de Deus. Os sinais seguirão os crêem, as bênçãos virão e nos alcançarão.

Autor: Pr. José Pedro Dutra de Dutra

Por Lidiomar

Graça e Paz