sábado, 31 de março de 2012

Dúvida: a semente do Diabo

 “Chegando, então, o tentador, disse-lhe: Se tu és Filho de Deus manda que estas pedras se tornem em pães (Mt 4.3)”.

A dúvida é o maior inimigo de Deus, pois o Senhor opera na certeza, na convicção, ou seja, na fé.  “Ora, sem fé é impossível agradar a Deus; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam (Hb 11.6)”.

Este trecho em Hebreus nos dá a clara visão de como podemos alcançar as nossas bênçãos, pois sendo Deus galardoador daqueles que o buscam, logo ele lhe dará vitória sobre todas as áreas de sua vida. Mas onde há duvida, incerteza, incredulidade, o Espírito Santo de Deus não pode atuar.

O próprio Jesus em seu Ministério terreno, quando esteve em sua própria pátria, enfrentou de frente o fantasma da incredulidade e veja o que aconteceu: “E não podia fazer ali nenhum milagre, a não ser curar alguns poucos enfermos, impondo-lhes as mãos. E admirou-se da incredulidade deles. Em seguida percorria as aldeias circunvizinhas, ensinando (Mc 6.5,6)”.

Isso nos mostra mais uma vez porque a dúvida tem sido a maior arma do inimigo de nossas almas, pois estando ela no coração, impede a ação do Espírito Santo de Deus.

Levando ao âmbito feminino, vemos mulheres que sofrem preconceitos, às vezes recebem palavras de desânimo, pessoas que dizem que elas são incapazes e algumas aceitam esta maldição, mas por isso que as benções não alcançam as suas vidas. 

Você não pode aceitar isso, a Palavra de Deus está cheia de versículos que encorajam o povo de Deus, como: “Posso todas as coisas naquele que me fortalece (Fp 4.13)”. Você é muito especial para Deus e o Senhor lhe confere autoridade do Espírito tal, que disse que faríamos sinais maiores que Ele fazia. Por isso nada de aceitar a derrota.

O inimigo sabe o peso que estas palavras tem no coração e por isso as utilizam as mais variadas formas.  “Então o levou a Jerusalém e o colocou sobre o pináculo do templo e lhe disse: Se tu és Filho de Deus, lança-te daqui abaixo (Lc 4.9)”.

Vemos então mais uma vez o inimigo vir com duvida, plantando semente de incredulidade, mas neste caso ele estava falando com o Filho de Deus e por isso levou aquilo que merecia.

Para reconhecer as Palavras do inimigo, devemos estar ligados no trono da graça. Isso é possível através do exercício da fé, repreenda as palavras negativas, não deixe que elas tomem conta de você, acredite em Deus, pois: “e tudo o que pedirdes na oração, crendo, recebereis (Mt 21.22)”.

Não de glória ao inimigo, afaste a dúvida de seu pensamento, creia em Deus, coloque a sua fé em ação e quando vier com palavras de derrota, incapacidade, dúvida, incredulidade para você, como: “você não é capaz”, “você não vai conseguir”.

Use a sua autoridade do Espírito e repreenda essas coisas em nome de Jesus dizendo: “Mas em todas estas coisas somos mais que vencedores, por aquele que nos amou (Rm 8.37)”.

Que o Espírito Santo de Deus possa falar melhor a cada coração e enchê-las de ousadia e coragem na fé. 

Miss.Adriana Fontes

Por Litrazini

Graça e Paz