sexta-feira, 6 de abril de 2012

O poder se instala


O que aconteceu com o Pedro? Sete semanas atrás ele estava se escondendo por causa de Jesus; hoje ele está proclamando a morte de Jesus. Antes da crucificação, ele negou Cristo; agora ele anuncia Cristo. De covarde a guerreiro em cinquenta dias. O que aconteceu?

O que aconteceu com o Pedro?

O Espírito de Deus aconteceu. Dez dias depois da ascenção de Jesus ao céu, “todos ficaram cheios do Espírito Santo” (Atos 2.4). Os discípulos experimentaram uma abundância transbordante e tremenda. Eles foram encharcados com poder. Eles todos eram “filhos e filhas… jovens… velhos… servos e servas” (versículos 17-18).

O Espírito Santo, em seu próprio tempo e da sua própria maneira, encheu os discípulos com uma força sobrenatural.

O Espírito Santo não é entusiasmo, compaixão ou bravura. Ele pode estimular tais emoções, mas ele próprio é uma pessoa. Ele determina itinerários (Atos 16.6), distribui dons espirituais (1Corintios 12.7-11) e escolhe os líderes da igreja (Atos 13.2). Ele ensina (João 14.26), guia  (João 16.13) e consola (João 16.7).

“Ele vive com vocês e estará em vocês” (João 14.17). Convidado casual? Não senhor.

O Espírito Santo é um morador durante todo o ano nos corações dos seus filhos. Quando a história de Deus torna-se a nossa história, o seu poder torna-se o nosso poder.

Quando o Espírito de Deus nos dirige, nós verdadeiramente “andamos pelo Espírito” (Gálatas 5.25). Ele é o grande tambor; nós somos a banda que marcha. Ele é o sargento; nós somos o pelotão. Ele dirige e conduz; nós obedecemos e seguimos. Nem sempre é fácil, é? Nós temos a tendência de seguirmos o nosso próprio caminho.

Andar pelo Espírito responde às sugestões que Deus lhe dá.

“Quer você se volte para a direita quer para a esquerda, uma voz atrás de você lhe dirá: ‘Este é o caminho; siga-o’” ( Isaías 30.21).

Se Pedro e os apóstolos precisavam da ajuda dele, nós não precisamos? Eles andaram com Jesus por três anos, ouviram as suas pregações e viram os seus milagres. Eles viram o corpo de Cristo enterrado na sepultura e ressuscitado dos mortos. Eles testemunharam o seu aparecimento no cenáculo e ouviram as suas instruções. Eles não receberam o melhor treinamento possível? Eles não estavam preparados?

Mesmo assim Jesus lhes disse para esperarem pelo Espírito. “Não saiam de Jerusalém, mas esperem pela promessa de meu Pai... o Espírito Santo” (Atos 1.4-5).

Aprenda a esperar, a estar em silêncio, a ouvir sua voz. Aprecie a tranquilidade; sensibilize-se ao seu toque. “Apenas pense – vocês não precisam de nada, vocês têm tudo! Todos os dons de Deus estão diante de vocês enquanto vocês aguardam esperançosamente que o nosso Senhor Jesus entre em cena” (1Corintios 1.7-8 MSG). 

Você não precisa se apressar ou correr. A vida conduzida pelo Espírito não entra em pânico; ela confia.

A mesma mão que empurrou a pedra do sepúlcro pode tirar a sua dúvida. O mesmo poder que agitou o calmo coração de Cristo pode agitar a sua fé abatida. A mesma força que perseguiu Satanás pode e derrotará Satanás na sua vida. Apenas mantenha a fonte de alimentação acessível. Quem sabe, você logo possa ouvir as pessoas perguntando, “O que aconteceu com você?”

Max Lucado

Por Litrazini

Graça e Paz