domingo, 9 de junho de 2013

Para que a Luz de Deus Brilhe, Não Ame o Mundo

Temos de livrar-nos constantemente do nosso amor pelo mundo para que manifestemos o amor do Pai ao imundo. Este também é um processo contínuo porque somos constantemente bombardeados pelas tentações, atrações e distrações do mundo. A luz de Deus em sua vida brilhará muito e levará os perdidos de volta ao lar.

Quase sempre dizemos que amamos a Deus, mas de­monstramos, por meio de nossas escolhas, que amamos muito mais a nós mesmos ou ao mundo. Defina suas prioridades e deixe que elas reflitam Cristo como o pri­meiro amor e a primazia de sua vida.

Não se surpreenda se Deus permitir que uma pe­quena situação de crise o desafie de vez em quando para ajudá-lo a manter um nível saudável de dependência dEle. Afinal, Ele concedia aos filhos de Israel o novo maná a cada dia, porém cuidou de fazê-lo estragar caso fosse mantido por mais de um dia.

A questão que está por trás desta lição prática no deserto era que Deus não queria que seu povo ficasse por mais de 24 horas sem comprovar que suas promessas eram verdadeiras.

Livre-se em Cristo de suas cargas e daquilo que o envolve. Compartilhe sua crise com o Deus todo poderoso, pois Ele é capaz de sustentá-lo e preservá-lo. Se você não aprender a livrar-se em Deus de situações de crise e problemas que vão e voltam, sua mente e seu coração esmorecerão, e você logo tropeçará.

Por fim, tenha este fato em mente: Às vezes, temos de livrar-nos e desprender-nos de algo para que Deus possa conceder-nos algo melhor e maior. A Bíblia diz: "Sa­bemos que Deus age em todas as coisas para o bem da­queles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito" (Rm 8.28). A primeira metade do versículo não apresenta problema; entretanto, precisa­mos dar a mesma atenção à segunda metade e lembrar-nos que este é o nosso chamado, mas o propósito é de Deus.

Você está pronto e disposto a livrar-se do peso? Não seja como algumas pessoas que ficam tão presas aos seus problemas que não se dispõem a receber um milhão de dólares por eles. Suas conversas estão apimentadas de afirmações possessivas como: "Meu problema de cora­ção..." e "Meus problemas com meus filhos..." Por que declarar os problemas? Toda esta lamentação só serve para fazer com que o diabo saiba que você está no terre­no dele.

Até Jesus teve de livrar-se do peso da cruz por um tempo. Simão carregou a cruz de Cristo por certa dis­tância. Se Cristo não conseguiu chegar ao seu destino sem livrar-se do peso, você não conseguirá! Ele se li­vrou do peso para que pudesse tornar a carregá-lo e con­cluir seu percurso.

Não deixe que as pressões do mo­mento retardem o destino futuro. Há poder no livrar-se apropriadamente do peso! As 120 pessoas que se reuniram no cenáculo, conforme o capítulo 1 de Atos, tinha muitas coisas a se­rem descartadas, e parece que Jesus sabia disso. Ele dis­se em termos específicos: "Eu lhes envio a promessa de meu Pai; mas fiquem na cidade até serem revestidos do poder do alto" (Lc 24.49). O termo no grego traduzido como ficar significa "sentar-se, acomodar-se e permanecer".

O que exatamente essas pessoas faziam no cenáculo? Esperavam no Senhor e livravam-se de toda noção pre­concebida sobre o que achavam que Deus faria. Deixa­vam de lado toda mágoa que pudesse separá-las e des­truir sua unidade.

O período de sete a dez dias que essas 120 pessoas passaram livrando-se de seu peso, em ora­ção e jejum, foi seguido por um enchimento instantâneo do Espírito Santo!

É tempo de visitarmos o cenáculo novamente. Precisamos livrar-nos de todo peso e obstá­culo para que Ele possa encher-nos de seu Espírito em poder e glória!

Extraído do Livro Fontes Secretas de Poder  de T. E TENNEY e TOMMY TENNEY

Por Litrazini
http://www.kairosministeriomissionario.com/


Graça e Paz