sexta-feira, 20 de setembro de 2013

As três formas de Deus falar com o Homem


Quando a pessoa ignora os conselhos de Deus, além de estar O desprezando, ela também está menosprezando a si mesma. O sofrimento é certo quando não existe amor próprio, pois, a falta do mesmo, faz a pessoa se sujeitar a situações que lhe trazem dor e humilhação e ainda assim, não ver problema algum nisto (Pv.15.32).

Diz a expressão popular que aquele que avisa amigo é. Em Deus, encontramos o amigo verdadeiro que tudo faz para não sofrermos. Ele sabe qual será o fim de todo caminho e o resultado de toda escolha, por isto, há coisas que Ele não apenas odeia como também proíbe. Os seus avisos nos livram dos piores males, aqueles causados por nós mesmos.

Se observarmos a vida de Manassés, rei de Judá  (2Re 21 e 2Cr.33), poderemos perceber de forma clara, as formas diferentes que Deus pode usar para falar conosco.

- Mostrando-nos exemplos positivos e negativos.
Quando tomamos o conhecimento da queda de um homem de Deus ou presenciamos o mau testemunho de alguém que se diz “convertido”, é Deus cuidando de nós.

Não, ele não vai “derrubar” ninguém só para lhe salvar, o que acontece é que as pessoas são livres para fazerem suas escolhas, por isso, a queda é inevitável para aqueles que insistem em ignorar os “alertas” dados por Deus.

Na realidade, “a lição dos caídos” tem a finalidade de se tornar um motivo a mais para vigiarmos e nos apegar ao Todo-Poderoso, nunca esquecendo que se pessoas que aparentemente estavam tão próximas de Deus caíram, eu devo então redobrar a minha atenção.

Ah, existem também os bons exemplos.
Quanto a estes, o que dizer? Nada, apenas aprender com eles.

A decisão sempre será sua. Apesar do péssimo exemplo de seu avô Acaz  (2Cr.28.1), Manassés foi privilegiado com o excelente exemplo de seu pai Ezequias (2Cr.29.1-2). Manassés escolheu ser ainda pior que seu avô.

- Por meio de Seus servos.
Seja nas mensagens e orientações que recebemos ou nas pregações que assistimos ou mesmo em reuniões que participamos, uma nova oportunidade nos é dada a cada dia através de homens e mulheres que incansavelmente dedicam suas vidas a nos ensinar o verdadeiro Caminho.

No caso de Manassés, os profetas foram estes servos (2Re.21.10).

- Permitindo sofrimento e/ou humilhações.
Nada é capaz de substituir a Bíblia, ela é a boca de Deus. Exatamente por isto, que não existe ninguém melhor para definir este tópico, do que o próprio Livro Sagrado: “Se estão presos em grilhões e amarrados com cordas de aflição, Ele lhes faz ver as suas obras, as suas transgressões, e que se houveram com soberba. Abre-lhes também os ouvidos para a instrução e manda-lhes que se convertam da iniqüidade. Se o ouvirem e o servirem, acabarão seus dias em felicidade e os seus anos em delícias” (Jó 36.8-11).

Foi somente no fundo do poço, amarrado com as cordas da aflição que Manassés despertou, se arrependeu e fez de Deus, o seu Senhor (2Cr.33.11-12).

Seja qual for a maneira que o Senhor esteja usando para falar com você, reflita, desperte e aproveite sua oportunidade.

Autoria: Pr. Rubens Ennes

Por Litrazini
http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz