segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Esperança - Mude de janela

“Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.” (Prov. 4:23)

Nossa vida é semelhante a uma casa de muitas janelas, que possibilita contemplar várias paisagens. O problema é que muitos fazem da vida uma casa de uma só janela. E ali, ficam debruçadas, por anos. Quando alguém age assim, o foco da sua atenção fica limitado, impossibilitando-o de ver outros horizontes.

Na vida, por vezes temos que mudar de janela, para contemplar o novo ao nosso redor. Precisamos fechar algumas janelas para que outras sejam abertas...

Uma janela que precisa ser fechada é a do ressentimento.
Quem fica debruçado nesta janela olha a vida pelo ângulo da amargura, do desencanto, da tristeza. A pessoa ressentida perde a confiança no amor, não investe em novos relacionamentos, fecha as portas para o perdão e tem visão muito negativa da vida. “Longe de vós toda a amargura (ressentimentos), e cólera, e ira, e gritaria, e blasfêmias, e bem assim toda a malícia. Antes, sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus em Cristo vos perdoou.” (Ef 4:31-32)  Mude de janela!

Abra a janela do coração para o perdão.
Perdoar é expressar a arte de amar! O perdão e o amor se entrelaçam. A janela do perdão nos faz mais humanos, mais tolerantes, mais cheios de graça e beleza interior e abre para nós a janela do perdão de Deus, Mt. 6:15.

A outra janela que precisa ser fechada é a do medo.
Esta é terrível. Milhares de pessoas estão imóveis nesta janela.Somente veem os perigos, os obstáculos, as dificuldades. Na mente delas não existem sonhos, só pesadelos.

Quantas janelas deixamos de abrir pelo medo de arriscar? Quantas vezes perdemos a liberdade e morremos por dentro, apenas por sentirmos medo de abrir a janela de nossos sonhos? Mude de janela!

Troque a janela do medo, pela da coragem, da ousadia,  “porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação.” 2 Tm 1:7

Contemple a vida, através da janela da coragem a qual proporciona uma visão de conquistas, desafios e vitórias.

Mais uma janela que precisa ser fechada é a do passado.
Terrível é a vida dos que se fixam na janela do passado. Não veem nada em sua frente a não ser motivos para lamentar-se.

Quem vive debruçado sobre o passado não consegue vislumbrar o futuro. São pessoas que vivem na pré-história, lastimando:
- Ah! Quando eu era criança, quando eu era solteiro! Ah! Se o tempo voltasse!
“Jamais digas: Por que foram os dias passados melhores do que estes? Pois não é sábio perguntar assim.” Ec 7:10

Troquemos os ‘por quês’ da vida (visão do passado) para os ‘para quês’ (visão do futuro). Mude de janela!  Mude para a janela da esperança. Ela nos faz sonhar com dias melhores.

Nada pode ser triste quando se tem esperança! A esperança é a âncora da alma! “Regozijai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, na oração perseverantes.” (Rom 12:12)

Quem quer vencer na vida, precisa ter a reflexão no passado, os pés no presente e os olhos no futuro, e caminhar sempre nessa direção!...  Mude de janela!

Você não está só. O Deus da esperança está com você para que seja “rico de esperança no poder do Espírito Santo”.

Outra janela significa novos sonhos, novos começos, novos dias.
Olhe pela janela indicada pelo Pai. "O caminho dEle é perfeito; a Palavra do Senhor é provada; Ele é escudo para todos os que nEle se refugiam. Pois quem é Deus senão o SENHOR? E quem é rochedo senão o nosso DEUS?
“Deus é a nossa fortaleza e a nossa força, e Ele perfeitamente desembaraça o nosso caminho.” (2 Sm 22:31-33)  O SENHOR nos conduz a uma jornada de triunfo. 

Ivanildo Reis

Por Litrazini


Graça e Paz