segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Ser Vencedor

Não fomos chamados para ser perdedores. Passamos por conflitos espirituais, mas, isto não significa derrota: Se andarmos com o Senhor, sempre seremos vitoriosos. Nenhum atague do inimigo é tão forte que Deus não nos dê força para vencer.

Uma das virtudes que nos capacita para a batalha espiritual é a confiança. Somos revestidos de autoridade por Jesus Cristo para enfrentar o mundo espiritual. O filho de Deus mostrou o seu poder sobre espíritos imundos, e, esta autoridade foi delegada a todos quantos o servem. Quando nos convertemos morremos para a velha natureza (Rm. 6.11; 1 Co. 15.31) e somos vivificados em Cristo. “Pois ele nos resgatou do domínio das trevas e nos transportou para o reino de seu filho amado” (Cl. 1.13).

O mesmo poder que ressuscitou a Jesus dentre os mortos está em nós (Ef. 1-19,20). Deus nos protege, acima de tudo, confiemos no Senhor, e, ele nos ajudará e sempre nos dará a vitória. “Não os deixei órfãos; voltarei para vocês” (Jo. 14.18). “E eu pedirei ao Pai, e Ele lhes dará outro Conselheiro para estar com vocês para sempre” (Jo. 14.16). Ele caminhará conosco como fez com seus discípulos, enquanto esteve aqui na terra.

O mesmo ensinamento que Cristo deu aos discípulos, o Espírito Santo nos ensinará nestes dias, para que sejamos revestidos da mesma autoridade de Jesus. Nossa confiança está em Cristo e no que Ele fez por nós. O Espírito Santo é o nosso ajudador diário (Jo 14.26).

Cremos que a confiança em Cristo aumentará a cada dia, basta depender única e exclusivamente dele e a vitória virá. E poderemos dizer: “Deus nos ajudou na batalha!  Precisamos também de coragem para dizer: “Com Jesus venceremos!”

Aprisionados, ameaçados e proibidos de falar sobre o nome de Jesus Cristo, os cristãos da igreja primitiva precisavam de coragem. E, em vez de ficarem calados, esconder de todo mundo a fé que tinham em Jesus. Após serem cheios do Espírito Santo, mesmo diante da oposição, não pararam de proclamar a palavra do Senhor.

Deus nos dá coragem para enfrentar todo tipo de batalha espiritual. Porém, não podemos lutar sozinhos, precisamos de Deus. “Tudo posso em Cristo que me fortalece”. Jesus demonstrou grande humildade e confiança diante do Pai e sempre fez a vontade de Deus.

Em qualquer batalha, devemos olhar par o Senhor e, em oração, humildemente, confessar que dependemos exclusivamente dele. Não somos mais donos de nós mesmos, estamos sob as ordens de um novo Senhor. Ele pagou um alto preço por nossas vidas e sairá em nossa defesa, se dele dependermos para tudo. Nele repousamos e descansamos.

Não devemos nos preocupar com os ataque demoníacos, mas, sim, confiar em Jesus Cristo e em seu poder libertador. É ele quem liberta as pessoas das garras do inimigo.

Muitos cristãos se preocupam com o que o demônio pode fazer, mas, devemos estar preocupados com o que o Senhor deseja fazer. Enquanto fazemos a vontade o Senhor, o inimigo tentará impedir, mas, a cada momento Deus nos ajudará e jamais nos abandonará. Ele nos tornará bons soldados de seu exército. Quando a pressão aumentar, fique a sós em comunhão com o Senhor, Ele é o nosso refúgio e esconderijo.

Muitos ainda não sabem que uma guerra espiritual foi travada e vencida por Cristo na cruz Há mais de dois mil anos. As pessoas estão tão confusas e atormentadas pelo inimigo que vivem apenas para o dia de hoje. Acham que a vida será cada vez mais cruel. O inimigo de nossas almas, ocupa-se em cegar as pessoas, para que não vejam a redenção que Cristo garantiu para elas no Calvário.

Muitas, pessoas, até membros de igrejas, não entendem a obra que Jesus realizou na cruz. Algumas pessoas zombam da morte de Cristo. Jesus é a pessoa mais ridicularizada na música rock. Nenhuma outra é tão atacada quanto Ele.

A verdade é que este mundo é um território ocupado pelo inimigo. O Cristianismo é a história de como o verdadeiro rei chegou, disfarçadamente, Ele nos convoca para fazermos parte de seu plano de retomar o poder.

Por Litrazini:


Graça e Paz