segunda-feira, 2 de junho de 2014

De onde me virá o socorro?

"Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra. Não deixará vacilar o teu pé; aquele que te guarda não tosquenejará. Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel.

O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita. O sol não te molestará de dia, nem a lua, de noite. O senhor te guardará de todo mal; ele guardará a tua alma.

O Senhor guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre" (Sl 121).

O Salmo 121 é um dos Salmos que mais falam ao coração, porque ele fala de situações específicas em nossas vidas, que por vezes, somos levados a passar. Todos nós, de um modo ou de outro, por vezes, nos descobrimos dentro de tais situações.

Ele fala daqueles momentos em que a vida, por assim dizer, se transforma num imenso deserto, somos surpreendidos por labirintos que não parecem ter saída. Olhamos à volta e nos vemos cercados, acuados pela existência.

Tentamos descobrir uma saída, uma porta, mas não a enxergamos. Olhamos para o alto, não pelo fato de pensarmos de antemão que o nosso socorro vem do alto, mas porque o nosso cerco elevado, as dificuldades são imensas, os obstáculos tão grandes, que para divisar o cimo, o topo destas dificuldades, temos que olhar para o alto mesmo, visto que elas cresceram, tornaram-se maiores que a nossa estatura, agigantaram-se.

E a sensação que temos diante delas, é que não passamos de insetos, gafanhotos, somos prisioneiros desta conjuntura de aprisionamento – quer seja moral, emocional, comportamental, econômicos ou profissional.

O Salmo 121, fala dessas situações de agigantamento das dificuldades, desse estado de cerco, de sítio em que nos vemos não poucas vezes. Ele também nos apresenta razões tremendamente fortes, pelas quais nós podemos crer que em Deus nós encontramos saída para esses momentos, que em Deus temos socorro bem presente para estas situações.

O Senhor nos proporciona alivio e força nos momentos difíceis, ele é o nosso refugio e fortaleza, uma proteção no dia da angústia, por isso não poderia existir socorro melhor que o próprio Senhor!

Quando se sentir acuado lembre-se  do texto bíblico de Isaias 41.10-11 - "Não temas, pois eu sou contigo; não te assombres, pois Eu sou o teu Deus. Eu te fortalecerei, e te ajudarei, eu te sustentarei com a destra da minha justiça".

Precisamos lembrar de que Deus é o nosso socorro moral, emocional, físico, financeiro em todo tipo de dificuldade.

É Deus. Aquele que é poderoso para nos guardar de tropeços e para nos apresentar com exultação, imaculados diante da sua glória.

Por Litrazini


Graça e Paz