quarta-feira, 2 de julho de 2014

Evangelismo através da igreja local

Nosso evangelho não chegou a vocês somente em palavra [...] vocês receberam a palavra com alegria [...] partindo de vocês, propagou-se a mensagem do Senhor. [1 Ts 1.5-6, 8]

Paulo inicia sua Primeira Carta aos Tessalonicenses relembrando-os dos motivos de sua visita, dividindo-os em três partes:

Primeiro, “nosso evangelho não chegou a vocês somente em palavra …” (v. 5).
De fato, ele veio com palavras (porque tem um conteúdo específico), mas não somente com palavras, pois palavras ditas na fraqueza humana precisam ser confirmadas pelo poder divino.

O evangelho também veio a eles com profunda convicção. Se o poder descreve o impacto objetivo da pregação, a convicção descreve o estado subjetivo dos pregadores. Além disso, a verdade da Palavra, a convicção com a qual ela foi pregada e o poder do seu impacto, tudo isso é obra do Espírito Santo. Verdade, convicção e poder são ainda hoje características essenciais da pregação cristã autêntica.

Segundo, “[vocês] receberam a palavra” (v. 6).
Apesar de muito sofrimento, porque o verdadeiro evangelho sempre desperta hostilidade, há também muita alegria quando as pessoas recebem o evangelho. O mesmo Espírito Santo que deu poder àqueles que pregaram o evangelho deu alegria aos que o receberam. Ele estava agindo nas duas pontas do processo de comunicação. Os convertidos também se tornaram imitadores de Cristo e de seus apóstolos, e um modelo para os crentes, pois suas vidas foram transformadas.

Terceiro, “partindo de vocês, propagou-se a mensagem do Senhor” (v. 8).
O verbo usado aqui tem o significado de soar, tocar, descascar ou expandir. Crisóstomo considerou que Paulo estava comparando a pregação do evangelho ao som de uma trombeta. Seja como for, o evangelho proclamado pelos tessalonicenses ressoou através dos montes e vales da Grécia.

Dois pontos se destacam neste primeiro capítulo de 1 Tessalonicenses.

Primeiro, a igreja que recebe o evangelho deve passá-lo adiante.
Nada é mais impressionante que a sequência: “nosso evangelho veio a vocês”, “vocês receberam a mensagem”, “partindo de vocês, propagou-se a mensagem do Senhor”. Esta é a maneira mais simples de espalhar as boas novas pelo mundo.

Segundo, para transmitir o evangelho a igreja precisa viver o evangelho.
As notícias sobre a transformação dos tessalonicenses se espalharam automaticamente e de tal maneira que os missionários se sentiram desnecessários.

Paulo, e Silvano, e Timóteo, à igreja dos tessalonicenses em Deus, o Pai, e no Senhor Jesus Cristo: Graça e paz tenhais de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo. Sempre damos graças a Deus por vós todos, fazendo menção de vós em nossas orações, Lembrando-nos sem cessar da obra da vossa fé, do trabalho do amor, e da paciência da esperança em nosso Senhor Jesus Cristo, diante de nosso Deus e Pai,Sabendo, amados irmãos, que a vossa eleição é de Deus; Porque o nosso evangelho não foi a vós somente em palavras, mas também em poder, e no Espírito Santo, e em muita certeza, como bem sabeis quais fomos entre vós, por amor de vós.

E vós fostes feitos nossos imitadores, e do Senhor, recebendo a palavra em muita tribulação, com gozo do Espírito Santo. De maneira que fostes exemplo para todos os fiéis na macedônia e Acaia. Porque por vós soou a palavra do Senhor, não somente na macedônia e Acaia, mas também em todos os lugares a vossa fé para com Deus se espalhou, de tal maneira que já dela não temos necessidade de falar coisa alguma; Porque eles mesmos anunciam de nós qual a entrada que tivemos para convosco, e como dos ídolos vos convertestes a Deus, para servir o Deus vivo e verdadeiro, E esperar dos céus o seu Filho, a quem ressuscitou dentre os mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura. 1Ts. 1.1-10

Retirado de A Bíblia Toda, o Ano Todo [John Stott]. Editora Ultimato.


Por Litrazini


Graça e Paz