domingo, 28 de dezembro de 2014

MOTIVOS DE ALEGRIA NO CÉU

Louvor e majestade há diante dele, força e alegria no seu lugar (na casa de Deus).(ICr. 16.27)

Regozijar-me-ei muito no Senhor, a minha alma se alegrará no meu Deus; porque me vestiu de roupas de salvação (Isaías 61:10)

Além do céu visível, na morada do Deus altíssimo, reina uma alegria eterna que nada pode abalar. A Bíblia nos apresenta várias passagens em que esta alegria foi, e será, particularmente experimentada.

Quando Deus fundou o mundo e estabeleceu suas bases, “as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus jubilavam” (Jó 38:7). Diante de tamanha demonstração de poder e de sabedoria de Deus, os anjos (chamados “filhos de Deus” neste versículo) explodiram de alegria.

Quando um anjo anunciou o nascimento do Senhor Jesus aos pastores que guardavam seus rebanhos na região de Belém, repentinamente, na escuridão da noite, apareceu uma multidão do exercito celestial louvando a Deus e exclamando: “Glória a Deus nas alturas, Paz na terra, boa vontade para com os homens” (Lucas 2:13-14).

Descobriram o que o apóstolo Paulo chama de mistério: Deus manifesto na carne. Foi um grande motivo de alegria para a terra e para o céu.

Em Apocalipse 19:7 achamos outra causa de regozijo: “Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória; porque vindas são as bodas do Cordeiro”. Cristo, o Cordeiro de Deus, terá junto de Si a esposa, a Igreja, a qual adquiriu com Seus sofrimentos (Efésios 5:25).

Mas eis aqui outra razão de alegria que nos surpreende: “Há alegria diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende” (Lucas 15:10).

Tal é o valor de uma alma para o coração de Deus, que não quer a morte do pecador, mas sim que cada um de nós se converta e viva.

Extraído do Devocional Boa Semente

Por Litrazini


Graça e Paz