quarta-feira, 1 de abril de 2015

OS ESCRAVOS DO MEDO

“E livrasse todos os que, com medo da morte, estavam por toda a vida sujeitos à servidão.”  Hebreus 2:15

O medo é um sentimento natural, que iremos sentir enquanto o nosso espirito estiver preso em nossa carne, isto é um fato certo de acontecer, porém a maneira que lidaremos com o medo é o que vai fazer toda a diferença em nossas vidas.

E QUANDO NOS TORNAMOS ESCRAVOS DO MEDO?

Sim, as vezes este sentimento fala mais alto do que a voz de Deus, dentro do nosso interior, e nos faz obedece-lo e ser guiado por ele.

Não sabeis vós que a quem vos apresentardes por servos para lhe obedecer, sois servos daquele a quem obedeceis, ou do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça?” Romanos 6:16

O medo é capaz de nos amarrar, imobilizar, um dia um incircunciso filisteu que todo mundo já ouviu falar, o Golias se levanta contra o Israel de Deus, só bastou um gigante para o povo que tinha as promessas de Deus, se apavorar ficar neutralizados, até que se levantasse Davi, um homem de Deus que não deixou que o medo dominasse o seu coração antes partiu pra cima do Gigante.

Está é atitude que devemos ter diante do medo, o medo é algo que pode ser vencido através de duas ações.

A SABEDORIA
Se você subir em um avião pra pular de um paraquedas sem nunca ter feito isto, vai sentir um pavor ao olhar a altura e talvez nem pule se faltar a coragem, porém um paraquedista vai sentir a adrenalina, mas a técnica adquirida, o conhecimento que ele tem dá a condição de ele ter a coragem de saltar.

É uma comparação pois assim também ocorre no reino do espirito, se não conhecemos a Deus, se não conhecemos o seu poder, sua foma de agir, não teremos a condição diante das difíceis circunstancias da vida de Agir, Encarar e Vencer.

A FÉ
As vezes o que vamos enfrentar é extremo, um dia Deus provou a Abraão, quando manda sacrificar o filho da promessa, mas a fé extrema o deu a capacidade de ele entregar seu filho, e então o Senhor agiu e revelou sua verdadeira intenção. Ele não temeu pois cria que Deus era capaz até de ressuscita-lo dos mortos. Creu contra toda razão humana.

E até mesmo Jesus sentiu o medo, pois ele era sujeito as mesmas fraquezas que nós:
“Dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua.”Lucas 22:42

Porém ele era cheio de todo o espirito de sabedoria, fé e coragem para dominar o medo e não se tornar seu escravo, e assim lhe sujeitou todas as coisas.

Todas as coisas lhe sujeitaste debaixo dos pés…..’ ‘Hebreus 2:8

Anderson Gomes

Por Litrazini
http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz