domingo, 19 de julho de 2015

A FÉ TRAZ LIBERDADE

Sabemos que ninguém é justificado pela prática da Lei, mas mediante a fé em Jesus Cristo. Assim, nós também cremos em Cristo Jesus para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pela prática da Lei, porque pela prática da Lei ninguém será justificado. (Gálatas 2.16)

Não cometa o erro de pensar que os cristãos são pessoas que nunca pecam nem se sentem pecadores. Em vez disso, por causa da sua fé em Cristo, Deus simplesmente não lhes atribui seus pecados. Esse ensino é confortador para aqueles que têm consciências aterrorizadas.

Por uma boa razão, nós frequentemente tentamos causar a impressão nas pessoas de que os pecados são perdoados e a justiça é atribuída aos cristãos por amor a Cristo. De modo semelhante, os cristãos não devem ter relação alguma com a lei ou com o pecado.

Uma vez que somos cristãos, nós estamos acima da lei e do pecado. Cristo é o Senhor da lei. Ele está presente e “trancado” em nossos corações, assim como uma pedra preciosa está firmemente engastada em um anel.

Quando a lei nos acusa e o pecado nos aterroriza, tudo o que precisamos fazer é olhar para Cristo.

Quando nos apegamos a ele com fé, temos a vitória sobre a lei, o pecado, a morte e o Maligno.

Em razão de Cristo reinar sobre tudo isso, não seremos prejudicados.

É por esse motivo que um cristão, corretamente definido, está livre de todas as leis e sujeito a ninguém, seja interna ou externamente.

Porém observe que eu disse “uma vez que somos cristãos”, não apenas por sermos humanos ou termos consciências.

Somos livres quando temos consciências que foram transformadas e enriquecidas por meio da fé.

Essa fé é um tesouro maravilhoso e imensurável – como Paulo diz, um “dom indescritível” (2Co 9.15), um dom que não pode ser elevado o suficiente nem louvado o bastante.

Ele nos torna filhos e herdeiros de Deus.

Retirado de Somente a Fé – Um Ano com Lutero. Editora Ultimato.

Por Litrazini

Graça e Paz