domingo, 2 de agosto de 2015

COMPARECIMENTO OBRIGATÓRIO!

Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal (2 Coríntios 5:10).

A justiça de Deus exige que todos compareçam diante de seu trono. Os que passaram a vida inteira ignorando e desprezando o Senhor Jesus terão de enfrentar o julgamento e a condenação resultantes da escolha que fizeram.

Todos os que se renderam ao Senhor Jesus e creram em sua obra de redenção na cruz também terão de comparecer diante do trono. Mas não para julgamento.

O Senhor Jesus disse: “Quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida” (João 5:24). Quem crê no Senhor Jesus não apenas “não entrará em condenação”, mas nem sequer “condenação há” (Romanos 8:1)!

Que maravilhosa segurança para os redimidos, uma vez que há tantas coisas em nossa vida que não agradam a Deus!

A justiça de Deus também requer que os redimidos se manifestem para que recebam ou deixem de receber a recompensa por suas obras, mas não para serem julgados e condenados. É uma situação diferente da do Último Julgamento e que ocorre muito antes dele.

Ninguém que crê na obra de expiação de Cristo precisa temer essa manifestação. Ele pode ser manifesto a Deus agora mesmo e esperar o momento em que verá sua vida como Deus a vê.

Suas obras até poderão se perder – o que é grave  - “mas o tal será salvo” (1 Coríntios 3:15).

“Pois que muito desejamos também ser-lhe agradáveis” (2 Coríntios 5:9).

Extraído do devocional BOA SEMENTE

Por Litrazini

Graça e Paz