domingo, 30 de agosto de 2015

ROCHA E PÓ

Entra nas rochas, e esconde-te no pó, de diante da espantosa presença do Senhor e da glória da sua majestade (Isaías 2:10).

O Dia do Senhor está próximo. A espantosa presença do Senhor está prestes a cair repentinamente sobre um mundo ímpio e adormecido.

Isaías falou disso há muitos séculos e advertiu Israel sobre o terror desse dia. Mas hoje os sinais de sua proximidade abundam por todos os lados. Quanto mais o tempo passa, mais sério se torna essa advertência!

Existe algum lugar absolutamente seguro e uma proteção eficaz em vista do holocausto global que irá abalar as estruturas do mundo quando Deus fizer conhecida a glória de sua majestade?
Sim, existe. E podemos nos refugiar nele agora mesmo.

“Entra nas rochas.” Por fim, Israel irá descobrir que essa rocha é Cristo (1 Coríntios 10:4), o Salvador, o Senhor Jesus a quem desprezaram e crucificaram.

COMO ENTRAMOS NESTA ROCHA?
“Mas, a todos quantos o receberam, aos que creem no seu nome, deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus” (João 1:12). Ele mesmo é o lugar de absoluta segurança, a inabalável Rocha, contra a qual todas as tempestades dos tempos não podem nada.

A fé no Senhor Jesus é o único abrigo que nos protege da culpa dos pecados dos homens e do justo terror do julgamento de Deus.

Não fique incredulamente do lado de fora, mas entre agora com uma fé firme, confiando no Senhor Jesus como seu eterno Salvador!

“Esconde-te no pó.” Se a Rocha fala de uma fortaleza de segurança e proteção, o pó é um lugar de total contraste, de humilhação e de insignificância.

O orgulho humano tem de ser aniquilado para que saibamos que somos apenas pecadores, dependentes da pura graça de Deus para nos salvar pela virtude da redenção que há em Cristo Jesus.

Entrar na rocha, portanto, é dar a Cristo seu verdadeiro lugar; esconder-se no pó é tomar o lugar que nos é devido!

Extraído do devocional BOA SEMENTE

Por Litrazini

Graça e Paz