segunda-feira, 30 de novembro de 2015

QUAL A IMPORTÂNCIA DO BATISMO CRISTÃO?

O batismo cristão é uma de duas ordenanças que Jesus instituiu para a igreja. Pouco antes da Sua ascensão, Jesus disse: "Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século" (Mateus 28:19-20).

Estas instruções especificam que a igreja tem a responsabilidade de ensinar a palavra de Jesus, de fazer discípulos e de batizá-los. Essas coisas devem ser feitas em todos os lugares ("todas as nações") até "à consumação do século." Então, se não por outra razão, o batismo tem importância porque Jesus o ordenou.

O batismo já era praticado antes da fundação da igreja. Os judeus dos tempos antigos batizavam os prosélitos para significar a natureza "purificada" dos convertidos.

João Batista usou o batismo para preparar o caminho do Senhor, exigindo que todos, não apenas os gentios, fossem batizados porquetodo mundo precisa de arrependimento. No entanto, o batismo de João, que significa arrependimento, não é o mesmo que o batismo cristão, como visto em Atos 18:24-26 e 19:1-7. O batismo cristão tem um significado mais profundo.

O batismo deve ser feito em nome do Pai, do Filho e do Espírito – isso é o que o torna "cristão". É através desta ordenança que uma pessoa é admitida na comunhão da igreja. Quando somos salvos, somos "batizados" pelo Espírito no Corpo de Cristo, que é a igreja. Primeiro Coríntios 12:13 diz: "Pois, em um só Espírito, todos nós fomos batizados em um corpo, quer judeus, quer gregos, quer escravos, quer livres. E a todos nós foi dado beber de um só Espírito." O batismo pela água é uma "reconstituição" do batismo pelo Espírito.

O batismo cristão é o meio pelo qual uma pessoa faz uma profissão pública de fé e discipulado. Nas águas do batismo, uma pessoa diz, sem usar palavras: "confesso a minha fé em Cristo; Jesus limpou a minha alma do pecado, e agora tenho uma nova vida de santificação".

O batismo cristão ilustra, de forma cênica, a morte, sepultamento e ressurreição de Cristo. Ao mesmo tempo, ele também ilustra a nossa morte ao pecado e a vida nova em Cristo. Quando o pecador confessa o Senhor Jesus, ele morre para o pecado (Romanos 6:11) e é elevado a uma nova vida (Colossenses 2:12).

Estar submerso na água representa a morte para o pecado, e emergir da água representa a vida santa e purificada que segue a salvação. Romanos 6:4 coloca desta forma: "Fomos, pois, sepultados com ele na morte pelo batismo; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim também andemos nós em novidade de vida."

Em resumo, o batismo é um testemunho exterior da mudança interna na vida de um crente. O batismo cristão é um ato de obediência ao Senhor depois da salvação; embora o batismo seja intimamente associado com a salvação, não é um requisito para ser salvo.

A Bíblia mostra em muitos lugares que a ordem dos eventos é que
1) uma pessoa crê no Senhor Jesus e
2) então é batizada. Esta sequência é vista em Atos 2:41: "Então, os que lhe aceitaram a palavra foram batizados" (ver também Atos 16: 14-15).

Um novo crente em Jesus Cristo deve desejar ser batizado o mais rápido possível. Em Atos 8, Filipe compartilha “as boas novas de Jesus Cristo" para o eunuco etíope, e "seguindo eles caminho fora, chegando a certo lugar onde havia água, disse o eunuco: Eis aqui água; que impede que seja eu batizado?"(Versos 35-36). Imediatamente, eles pararam o carro e Filipe o batizou.

O batismo ilustra a identificação do crente com a morte, sepultamento e ressurreição de Cristo. Em todos os lugares onde o evangelho é pregado, as pessoas devem ser batizadas.

Fonte: GotQuestion

Por Litrazini
Graça e Paz

domingo, 29 de novembro de 2015

PRATICANDO A PALAVRA DE DEUS

Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos. Tiago 1.22

Logo no primeiro capítulo da carta de Tiago somos impactados por três advertências contra o engano (v. 16, 22, 26). O antídoto de Tiago contra o engano é a Palavra de Deus ou “palavra da verdade” (v. 18), isto é, a revelação que Deus nos deu em Cristo e através do testemunho bíblico acerca de Cristo.

Se prestarmos atenção à Palavra de Deus evitaremos a tragédia de sermos enganados. Nossa resposta à Palavra deve se dar em duas etapas.

PRIMEIRO, OUVIR ATENTAMENTE O QUE A PALAVRA ESTÁ DIZENDO. “Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar” (v. 19).

Nossa tendência natural em todas as situações é responder precipitadamente. Expressamos de imediato nossa opinião, esquecendo-nos de que “a boca dos tolos derrama insensatez” (Pv 15.2).

Quase sempre, a última coisa que fazemos (e que deveria ser a primeira) é fechar a boca e escutar. É melhor escutar do que falar — este certamente é um princípio geral de ampla aplicação.

Ouvir com atenção é a chave para um relacionamento harmonioso, e isso ainda é mais verdadeiro quando se trata do nosso relacionamento com Deus, pois ele nos exorta a ouvirmos a sua voz.

Às vezes, porém, ouvimos apenas aquilo que queremos ouvir das Escrituras — os ruídos que ecoam dos nossos preconceitos culturais — e não percebemos o trovejar de sua Palavra desafiando-nos a ouvi-la.

SEGUNDO, AGIR DE ACORDO COM A PALAVRA DE DEUS.
A metáfora do espelho empregada por Tiago é bastante reveladora (v. 22-23), pois o espelho nos transmite duas informações: ele nos diz como somos e, ao mesmo tempo, como devemos ser.

O espelho diz: “Você está com uma mancha de lama no lado direito do rosto”, mas além de revelar a sujeira em meu rosto, ele também me diz que é melhor retirá-la. Sempre que nos olhamos no espelho devemos agir de acordo com aquilo que vemos.

Semelhantemente, se contemplarmos atentamente o espelho da Palavra de Deus, ela nos dirá não somente como somos, mas também como devemos ser.

A PALAVRA DE DEUS DEVE SER OUVIDA, ACEITA E OBEDECIDA. ENQUANTO ISSO NÃO ACONTECE, NÃO HÁ VERDADEIRO DISCIPULADO.

“… Portanto, meus amados irmãos, todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar. Porque a ira do homem não opera a justiça de Deus. Por isso, rejeitando toda a imundícia e superfluidade de malícia, recebei com mansidão a palavra em vós enxertada, a qual pode salvar as vossas almas.E sede cumpridores da palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos. Porque, se alguém é ouvinte da palavra, e não cumpridor, é semelhante ao homem que contempla ao espelho o seu rosto natural; Porque se contempla a si mesmo, e vai-se, e logo se esquece de como era. Aquele, porém, que atenta bem para a lei perfeita da liberdade, e nisso persevera, não sendo ouvinte esquecediço, mas fazedor da obra, este tal será bem-aventurado no seu feito. …” Tiago 1.16-27

Retirado de A Bíblia Toda, o Ano Todo [John Stott]. Editora Ultimato.

Por Litrazini


Graça e Paz

sábado, 28 de novembro de 2015

O CAMINHO DE BALAÃO

Balaão, o profeta mercenário do Velho Testamento, que tentou amaldiçoar o povo de Deus para tirar proveito financeiro, é apontado pelos apóstolos Pedro e Judas por seu caminho e erro. Como um homem pode apostatar de sua fé, depois de gozar dos privilégios de um profeta do Senhor num dos ministérios mais importantes na história do povo de Deus?

Não fosse sua atitude mesquinha, é muito provável que tivesse feito parte da galeria dos heróis da fé de Hebreus 11, como Jó, Noé, José e outros, mas sua ganância pelo ilícito foi mais forte. Hoje ele é lembrado como alguém que não se deve imitar. É comparado a nuvens sem água, árvores murchas, estrelas errantes (Jd. 10-13).

Balaão foi contemporâneo de Moisés, e aparece na Bíblia quando o povo de Israel, preparando-se para entrar em Canaã, solicitava licença para passar por dentro das terras moabitas. Foi aí que Balaque, rei de Moabe, conseguiu convencer o velho interesseiro a colocar impedimentos na caminhada do povo de Deus.

O profeta aconselhou os moabitas a não usarem da violência, pois outros povos maiores já haviam sido derrotados diante de Israel. Sua estratégia foi fazer com que os israelitas se afastassem de seu Deus, seduzindo-os à sensualidade (Nm. 25.1-2).

O velho profeta estava enganado concernente a si mesmo, porque se deixou trair por seu próprio coração. Pensava que fazer orações bonitas, com argumentações de forma poética, oferecer sacrifícios e holocaustos, e proferir eloquentes profecias, era o bastante para agradar a Deus. Balaão era homem dobre em seus pensamentos e presunçoso em extremo. Por isso Pedro afirma que ele amou o prêmio da injustiça (2Pe. 2.15).

A avareza era seu pecado predominante. O alvo do seu amor era o dinheiro. Um mal que vem acompanhado de vários outros mencionados por Pedro (2Pe. 2.12-15). Bem falou Paulo que “os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço e em muitas concupiscências loucas e nocivas… o amor do dinheiro é a raiz de toda espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé” (1Tm. 6.9-10).

Balaão também estava enganado em relação a Deus. Imaginava que Ele se agradaria de sacrifícios e que com os mesmos poderia ser persuadido a mudar sua Palavra. Orou a noite toda sobre a mesma causa, na tentativa de persuadir o Senhor.

Samuel também passou por situação semelhante, quando suplicava em favor de Saul, após o Senhor decidir que ele não seria mais rei sobre Israel. Samuel foi até repreendido pelo Senhor para não mais suplicar por Saul. “Até quando terás dó de Saul, havendo-o eu rejeitado?” (1Sm. 16.1). O caminho nesse caso não era a oração, mas a obediência.

Enganamo-nos a nós mesmos quando nos esforçamos para mudar a rota divina. Ela é imutável. Balaão pensou que pudesse manipular a Deus como um artista manipula um fantoche.

O obreiro que deseja ter um ministério bem-sucedido deve se afastar do caminho de Balaão. Ele não serve para o crente.

Pr. José Wellington Bezerra da Costa

Por Litrazini


Graça e Paz

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

A BATALHA PELA FÉ

Amados, PROCURANDO eu escrever-vos com Toda a Diligência Acerca da Salvação Comum, vas POR necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar Pela fé Que Uma Vez foi dada AOS santos   (Judas 3).

Uma Época em Que Vivemos E MUITO parecida com um that Judas viveu. Grande parte da fé ensinada na bíblia TEM Sido pervertida Pela maioria dos Que se dizem cristãos. Portanto, that Privilégio E podermos nsa alegrar em Nossa Salvação Comum!

Mas igualmente E Importante Que prestemos Atenção à advertencia de Judas Quanto à necessidade de se batalhar Pela fé Que recebemos.

Para ISSO e imperativo that that não saibamos a fé do consiste. NÓS NAO Podemos estimar o valor real, fazer that conhecemos superficialmente; EO Que NÓS NÃO NÃO valorizamos defendemos com bravura. Por ISSO, TEMOS de Estudar a Palavra de Deus, POIS SOMENTE Nela encontraremos o Conteúdo de Nossa fé. Ela Não Se desenvolveu Ao Longo dos Séculos; Entregue foi de Uma Vez POR Todas AOS that creem.

Se lermos um Pedindo bíblia Ao Espírito Santo Que nsa abra Os Olhos Espirituais Para Que vejamos como Maravilhas da lei de Deus, certamente ELE nsa "Guiara Em Toda A Verdade" (Salmo 119: 18; João 16:13).

Uma Missão nsa foi dada: batalhar Pela fé, Não Simplesmente Erros contra e Falsas doutrinas. Quem se Ocupa demasiadamente com Erros corre o Risco de combater Ensinos Humanos com julgamentos Humanos.

Contudo, se concentrarmos nsa Tao-SOMENTE na fé Que recebemos e, Sobretudo, não dela "Autor e Consumador" (Hebreus 12: 2), a Própria Palavra de Deus IRA nsa expor como mentiras e sofismas das Interpretações Humanas.

Entao estaremos em posição Uma na qua batalharemos Pela fé com armas "Poderosas em Deus das Fortalezas parágrafo Destruição", capazes de Destruir "Os Conselhos, e Toda a altivez Que se Levanta contra o Conhecimento de Deus" (2 Coríntios 10: 4-5 ).

Extraído fazer devocional BOA SEMENTE

Por Litrazini


Graça e Paz

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

SEDE AGRADECIDOS

“... Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e não te esqueças de nenhum de seus benefícios. É Ele que perdoa todas as tuas iniquidades e sara todas as tuas enfermidades; quem redime a tua vida da perdição e te coroa de benignidade e de misericórdia; quem enche a tua boca de bens, de sorte que a tua mocidade se renova como a águia. Salmo 103.1-5.

Estas são palavras que brotam de um coração muito feliz e satisfeito. O salmista tem imensa alegria e fervente amor em seu ser.

Não cessa de louvar e agradecer a Deus. Diz: “Bendize… Tudo que há em mim”, ou seja, minha mente, meu espírito, meu corpo, todas as minhas forças, sentidos e talentos; sim, “Bendize ó minha alma ao Senhor, e não te esqueças de nenhum de seus benefícios”.

Depois convida aos santos anjos, que também louvem a Deus dizendo: “Bendizei ao Senhor, anjos seus… Todos os seus exércitos, vós, ministros seus que executais o seu beneplácito”.

E para não mais seguir enumerando, resume dizendo: “Bendizei ao Senhor, todas as suas obras, em todos os lugares do seu domínio”.

Finalmente, o salmista termina como começou: “Bendize ó minha alma ao Senhor”.

O amigo do Senhor, o rei Davi, nos ensina carinhosamente como ter verdadeira felicidade e bem aventurança eterna.

O segredo da felicidade verdadeira e durável se encontra unicamente em Deus, e na amizade com Ele. Amizade que Ele nos demonstra e nos oferece através de seu Filho, Jesus Cristo.

Oh amado Deus e Pai Celestial, dá-nos tua bênção também para esta presente vida terrena. Concede-nos o bendito dom da paz e guarda-nos de guerras e conflitos. Amém.

Sóstenes Ferreira da Silva

Por Litrazini


Graça e Paz

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

DISCUTIR COM DEUS

Ah! Se alguém pudesse contender com Deus pelo homem, como o homem pelo seu próximo! – Jó 16:21.

É estonteante nossa maneira de pensar que estamos certos, quanto àquilo que venha nos favorecer, como articulamos bem as palavras em nossa defesa. Sempre, quando atravessamos alguma adversidade ficamos afoitos, chateados, descontentes é até exigimos de Deus respostas, porque muitas vezes nos sentimos o anjinho e fazemos de Deus o justiceiro, queremos então de qualquer maneira que Deus mude a situação, nos desesperamos, lamentamos e até colocamos a culpa Nele porque determinada coisa não deu certo.

Então, vamos analisar: Aqueles que possuem filhos usem a coerência.
Se vocês criar algo, construir uma bela arquitetura, deixar tudo em poder de seus filhos, todos os vossos bens confiar nas mãos deles, mesmo em vida os constituírem sucessores de toda a fortuna, outorgar para com eles, o domínio de tudo que vocês projetaram, delegando-lhes poder e autoridade, ordenar que os cultivem e preserve-o. Autorizando usufruir de tudo, instruindo-lhes quanto o que é correto e errado, alertando os quanto ao mal se saírem da projeção criada.

E, seus filhos, mesmo sabendo que existiu na trajetória de vocês, alguém que vocês haviam cuidado e protegido, que havia lhe dado poder, honra e autoridade, fazendo dessa pessoa, muito rica, colocando a com seu representante, e que, um dia essa pessoa atentou contra a vida de vocês, queria usurpar aquilo que era de vocês, articulou, manobrou, mentiu, inventou, tudo para destituir vocês, fez do que pode para que vocês deixassem de serem os verdadeiros donos dos vossos pertences.

Daí, na ausência de vocês, seus filhos resolveram ouvir um mensageiro daquele opositor. Depois de ouvirem aqueles conselhos, eles, descobriram que foram lesados. No entanto, vocês já os haviam alertado, eles desobedeceram as vossas ordens colocando em perigo novamente não só os bens mais também a vida de todos, me digam então, vocês pais, como agiriam?

Pois, foi exatamente isto que aconteceu, E tomou o Senhor Deus o homem, e o pôs no jardim do Éden para o lavrar e o guardar. Gênesis 2:15, Deus nos deu o direito e autoridade sobre tudo que existente na face da terra, no entanto deixamos o nosso coração sucumbir diante dos argumentos de inimigo, Ora, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o Senhor Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do jardim? Gênesis 3:1

Deus como pai teve que nos trazer a advertência, O Senhor Deus, pois, o lançou fora do jardim do Éden, para lavrar a terra de que fora tomado. Gênesis 3:23, porque então culpamos a Deus por nossos fracassos e derrota? Porque choramingamos dizendo que Ele nos abandonou? Porque falamos que a dor que estamos passando é porque Ele quer? Acaso foi isso que Ele fez para o homem? Não foram os nossos erros que circunstanciou tais aflições?

Alguém pode dizer, mais a situação é diferente. Não! Não é não, para nós hoje ainda é pior, sabe por quê? No inicio Adão e Eva, não tinha nenhuma lição já vivida para prevenir-se, ao contrario nosso, vivemos cotidianamente com exemplos bons e ruins, caminho certo e caminho errado, as escolha são nossa, certamente, se ouvíssemos os conselhos de Deus não passaríamos por tantas angustias, os nossos erros contribuiram para a existência do mal em nossas vidas, Se seguíssemos os ensinamentos do Senhor teríamos vida abundante Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, então sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos, porque toda a terra é minha. Êxodo 19:5

Tudo que existe na terra foi criado por Deus para benfeitoria do ser humano, ou seja, para aqueles que obedecem a sua voz, então, se tão somente estamos atribulados e não temos aquilo que sonhamos a culpa é nossa. Já disse Jó; Eis que nisso não tens razão; eu te respondo; porque maior é Deus do que o homem. Jó 33:12, somos responsáveis pelas situações ruins que surgem em nossas vidas.

Deus age como os verdadeiros pais que não fazem tudo que os filhos desejam, presenteia aquele que faz jus. Como, pois queremos forçar Deus fazer a nossas vontade, se estivermos longe da sua presença? Se estivermos a seguir ao nosso bel prazer. Se agirmos conforme nosso querer. Cada um de nós, passamos por problemas, todos, vivemos situação diferente que requerer forças além das nossas forças, pois estamos arcando com nossos feitos.

Talvez você possa dizer-me, eu não fiz nada de errado, será mesmo? Que o Espirito Santo agora te mostre se você fez ou não, porque se você não fez nada para está nesta situação, tenha certeza que ainda hoje, a Glória de Deus vai manifestar na tua vida. Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus. João 9:3, mas se você tem consciência dos seus erros, então seja sincero, aproxime se de Deus e conte para Ele.

Ele já sabe de tudo, Ele apenas quer saber se você tem desejo de mudar. A mulher respondeu, e disse: Não tenho marido. Disse-lhe Jesus: Disseste bem: Não tenho marido; João 4:17. Ao invés de ficarmos reclamando vamos buscar a face do Senhor, Ele é o único que pode mudar toda a situação, Porventura o contender contra o Todo-Poderoso é sabedoria? Quem argüi assim a Deus, responda por issoJó 40:2, o que podemos falar para nos justificar diante de Deus?

Todos os nossos argumentos serão inúteis, perda de tempo, não podemos contender com Deus, Ele é Deus, e nos, apenas palhas secas que podem ser movidos por ventos, então busque ao Senhor todo poderoso, se derrame diante Dele, Certamente Ele olhara para você! Se tu de madrugada buscares a Deus, e ao Todo-Poderoso pedires misericórdia; Jó 8:5.

Pra Elza Carvalho

Por Litrazini

Graça e Paz

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

RESISTINDO ÀS PRESSÕES DO MUNDO

Os perversos e Impostores Irão de um mal Pior, enganando e Sendo enganados. Quanto a Você, porem, permaneça NAS Coisas que Aprendeu e das Quais TEM Convicção, pois rápido Você SABE de Quem o Aprendeu. 2 Timóteo 3,13-14

A Segunda Carta de Paulo a Timóteo foi SUA jornal Última carta, Escrita Pouco ritmo Antes de Seu martírio. Sua Preocupação diretor AINDA E com O Que Acontecer IRA Ao evangelho QUANDO ELE NÃO POR estiver Mais Perto parágrafo guiar e ensinar a Igreja.

Em 2 Timóteo 3.1-5, Paulo Adverte Timóteo de that OS ULTIMOS "dias" (Que Jesus inaugurou) incluiriam "Tempos terríveis" (v. 1). Em SEGUIDA ELE apresenta hum Quadro Vivido Desses dias.

He relaciona Dezenove Características dos Últimos Dias, that Sendo um Pior de Todas E uma deturpação do amor. Como PESSOAS Serao "mais amantes dos prazeres do that amigas de Deus", avarentas, egoístas e soberbas.

De Fato, como PESSOAS NÃO Terao Amor pela Familia (3 v.). A falta de amor IRA Verdadeiro fazer Destruir OS Relacionamentos. Paulo témia that Timóteo fosse arrastado POR ESSA torrente de egoísmo e insiste com ELE parágrafo Permanecer firme e Resistir Às pressões do Mundo.

Em 2 Timóteo 3.10 e 14, Paulo se dirige a Timóteo usando Duas Palavras Gregas monossilábicas, su de, that aparecem não Como texto: "mas você" (v. 10) e "quanto a você" (v. 14). Timóteo precisava ter Uma Conduta diferente, em contraste com Evidente uma cultura contemporânea, e, se necessary, Permanecer assim.

Paulo Afirma Que Timóteo tem "seguido de perto" o Seu ensino ea SUA Conduta. ENTÃO ELE exorta Timóteo a continuar 'No Caminho MESMO: "Coisas que permaneça NAS Aprendeu" (v. 14).

ASSIM, OS versículos 10-13 descrevem a lealdade de Timóteo Ao Apostolo há Passado e OS versículos 14-17 o conclamam uma Permanecer leal no futuro. He tinha boas Razões Para Agir Desta forma - ELE sabiá that Quem o estava instruindo era o proprio apóstolo Paulo, cuja Autoridade Apostólica era Reconhecida A ELE POR, e also Porque conhecia como ESCRITURAS desde a infância, theopneustos reconhecendo-as de Como (literalmente, "sopradas POR Deus") e Úteis.

ESSES Dois Fundamentos se aplicam Até Hoje. O evangelho em that creem OS cristãos E o evangelho bíblico, referendado Pelos Profetas de Deus e Pelos apóstolos de Cristo. Somos gratos POR ESSA dupla Autenticação.

Leia 2 Timóteo 3.1-17

Retirado de A Bíblia Toda, o Ano Todo [John Stott]. Editora Ultimato.

Por Litrazini


Graça e Paz

domingo, 22 de novembro de 2015

TOME DECISÕES POSITIVAS

A Trajetória do Ser Humano desde o Éden baseada em ESTÁ Escolhas. Ao CRIAR o Ser Humano e colocá-lo no Jardim do Éden, Deus ordenou also:  De toda Árvore do jardim comerás livremente, mas da Árvore da Ciência do Bem e do Mal, dela NÃO comerás; Porque, não há dia EM comeres that Dela, certamente morrerás  (Gn 2,16-17).

Porem, a Partir da decisão that tomaram, o pecado Entrou no Mundo e, Como consequencia, o Ser Humano se Tornou propenso a pecar ea Tomar decisões negativas, interferindo em Toda a História da Humanidade.


Existem decisões Que se NÃO FOREM Tomadas de Modo positivo e acertado poderão trazer consequencias parágrafo Nossa vida e Pará Nossas Gerações. Algumas São vitais, Como: com quem de casar, that Profissão Seguir, Onde Passar a eternidade, o lugar Que Deus Ocupa em Nossa Vida, O Que Realizar Como filho de Deus. 

Otras decisões comportamentais PODEM Influenciar NOSSOS Relacionamentos, Como: murmuração, frustração, rejeição, infelicidade, harmonia interior, fé, paz, alegria, BONDADE, de amor OU Perdão; se teremos Uma vida Próspera e Abençoada OU infeliz e amaldiçoada. 

Were essas decisões Que Deus colocou Diante dos israelitas não deserto, as antes de entrarem na terra prometida. Eu lhes dou uma Oportunidade de escolherem um between vida ea morte, Entre A Maldição Bênção ea. Escolham uma vida, Para Que VOCÊS OS SEUS Descendentes e vivam muitos ano (Deuteronômio 30.19). Mais uma vez o Ser Humano estava Sendo direcionado a Fazer Escolhas Certas e that seriam vitais parágrafo Serem abençoados. 

A ESCOLHA de Uma vida Abençoada e positiva Não É Uma decisão Que fazemos Só Uma Vez. Um momento Cada, precisamos Decidir POR Deus e Por uma vida that corresponda à Vontade divina. Se FOREM Humildes e me obedecerem, VOCÊS comerão das Coisas Boas Que a terra Produz (Isaías 1.19).

Constantemente, vemo-nsa Diante de Escolhas IMPORTANTES ou Não. E, MUITAS vezes, decidimos sem analisar UO NAS Pensar consequencias. Em QUALQUÉR dos Casos, devemos sempre PEDIR a Orientação de Deus, POIS uma Vontade Será, Sua sempre um Certa Melhor ea. SOMENTE ASSIM, teremos paz e Conosco Uma Consciência em harmonia com Deus. 

Em Nossa Trajetória, Seremos confrontados uma OPTAR cabelo Caminho Fácil, cabelo prazer superficial, or Por uma vida bem-sucedida. Contudo, o Êxito EO insucesso estao não há Poder das Nossas Escolhas.

Jesus nsa orienta a tomarmos decisões sabias Para sermos Bem-sucedidos, ea Melhor delas E edificarmos Nossa vida Sobre a rocha (Lucas 6,46-49).

Sermos Pará abençoados, Prosperos e Termos Uma vida positiva e otimista, algumas decisões São de Fundamentos, Como: servir a Deus, ser obediente AOS Princípios SEUs, Dizer NÃO A Nossa Vontade e sim à Vontade de Deus, Tendo Uma Conexão Direta com He POR Meio do Espírito Santo (Romanos 8.6). SOMENTE ASSIM, desfrutaremos de Uma mente Aberta Para o novo de Deus e teremos vida abundante e paz!

Pra Elizete Malafaia

Por Litrazini

Graça e Paz

O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE O MILÊNIO

O QUE É O MILÊNIO?
Embora a palavra Milênio não se encontre nas Sagradas Escrituras, esta doutrina é essencialmente bíblica e consistentemente teológica. Aliás, o mesmo se dá com o vocábulo Trindade, e nem por isto esta verdade perde a sua validação nem deixa de ser um dos ensinos mais comprovados das Sagradas Escrituras.

DEFINIÇÃO: Conhecido também como chiliasmo, o Milênio é um período de mil anos durante o qual Cristo há de reinar pessoalmente sobre o mundo, de acordo com o que explicita João no Apocalipse (20.1-5). Trata-se de um reino literal, cujo principal objetivo é a exaltação de Jesus não somente como o Messias de Israel, mas como o desejado de todas as demais nações (Ageu 2.7).

O MILÊNIO E O REINO DE DEUS: O Milênio é a manifestação plena do Reino de Deus na terra. E isto nada tem a ver com a doutrina de algumas seitas, que renegando as verdades bíblicas acerca do arrebatamento da Igreja, ensinam que este mundo haverá de melhorar, pouco a pouco, até transformar-se num paraíso.

QUANDO SERÁ O MILÊNIO
O Milênio terá início logo após a Grande Tribulação, quando nosso Senhor Jesus Cristo, na companhia de todos os seus santos, houver derrotado o Dragão, o Falso Profeta e a Besta (Apocalipse 19.11-21). O Milênio dar-se-á, logicamente, depois do Arrebatamento da Igreja.

Neste período, Satanás estará amarrado até que se completem os mil anos. Em seguida, importa que ele seja solto por um pouco de tempo, até que seja definitivamente derrotado por Cristo Jesus (Apocalipse 20.2,7,10).

QUEM ESTARÁ NA TERRA DURANTE O MILÊNIO
Aqui na Terra, durante o Milênio, estarão Israel e os gentios que tiverem sobrevivido à Grande Tribulação. A Igreja, como já o dissemos, estará na companhia de Cristo, auxiliando-o a governar as nações. Afinal, dEle recebemos esta promessa (Apocalipse 2.26-27). Não podemos, contudo, explicitar em que lugar, exatamente, encontrar-se-á a Igreja: se no céu ou se entre a Terra e o céu. De uma coisa temos absoluta certeza: com os nossos corpos já glorificados, estaremos na companhia de Jesus.

OBJETIVOS DO MILÊNIO

O Milênio será implantado tendo vários objetivos bem definidos:
1) EXALTAR A CRISTO: Todos os povos, principalmente Israel, terão que se curvar ante Jesus Cristo, cujo nome será sublime e soberanamente exaltado como o Rei dos reis e Senhor dos senhores (Filipenses 2.5-11 e Apocalipse 19.16).

2) MANIFESTAR O REINO DE DEUS: Na Oração Dominical, o Senhor Jesus ensinou-nos a orar: “Venha o teu reino” (Mateus 6.10). Esta petição começará a ser plenamente respondida quando vier o Senhor Jesus, juntamente com a sua Igreja, inaugurar o Milênio – a exposição mais visível do Reino de Deus na Terra.

3) MOSTRAR QUE ESTE MUNDO PODERÁ SER PERFEITAMENTE ADMINISTRADO: Em consequência da corrupção e dos desmandos administrativos, a população da Terra é assolada pela fome, pela falta de habitação e por muitas outras necessidades básicas. Todavia, quando Cristo instaurar o seu governo, mostrará Ele que todos estes problemas podem ser perfeitamente solucionados.

4) ARGUIR QUE OS REINOS DESTE MUNDO PERTENCEM A CRISTO: No deserto, Satanás tentou a Cristo, alegando serem dele todos os reinos deste mundo. Na verdade, tudo pertence a Jesus: “Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre” (Apocalipse 11.15). Desta forma, cumprir-se-á a aliança que Deus estabeleceu com a casa de Davi, da qual veio, legalmente, o Senhor Jesus (Isaías 9.6 e Daniel 7.13).

COMO SERÁ O MILÊNIO
O Milênio será um reino não somente de bênçãos espirituais, como também materiais, conforme o explicitam as Sagradas Escrituras. Por conseguinte, o Milênio:

1) TERÁ INÍCIO COM UM GRANDE DERRAMAMENTO DO ESPÍRITO SANTO: Profetiza Zacarias que, quando os israelitas se virem cercados pelas nações da Terra, clamarão eles pelo socorro divino. Ato contínuo, olharão para o Cordeiro de Deus, agora glorificado e na companhia de sua Igreja, e lamentar-se-ão sobre Ele. Neste exato momento, experimentarão uma grande efusão do Espírito Santo: “E sobre a casa de Davi e sobre os habitantes de Jerusalém derramarei o Espírito de graça e de súplicas…” (Zacarias 12.10).

2) SERÁ UM PERÍODO DE GRANDE CONHECIMENTO DA PALAVRA DE DEUS:  (Isaías 2.3). Acrescenta Isaías: “Não se fará mal nem dano algum em todo o monte da minha santidade, porque a terra se encherá do conhecimento do Senhor, como as águas cobrem o mar” (Isaías 11.9).

3) SERÁ UM TEMPO DE PAZ UNIVERSAL: “E julgará entre muitos povos e castigará poderosas nações até mui longe; e converterão as suas espadas em enxadas e as suas lanças em foices; uma nação não levantará a espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra” (Miqueias 4.3).

4) SERÁ UMA ERA DE SAÚDE FÍSICA E MENTAL: “… Então, os olhos dos cegos serão abertos, e os ouvidos dos surdos se abrirão. Então, os coxos saltarão como cervos, e a língua dos mudos cantará, porque águas arrebentarão no deserto, e ribeiros no ermo” (Isaías 35.3-6).

5) SERÁ UMA ERA DE PROSPERIDADE, SEGURANÇA E VIDA LONGA: “…porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore, e os meus eleitos gozarão das obras das suas mãos até à velhice” (Isaías 65.22).

6) SERÁ UM PERÍODO DE RECUPERAÇÃO ECOLÓGICA DA TERRA: “O deserto e os lugares secos se alegrarão com isso; e o ermo exultará e florescerá como a rosa. Abundantemente florescerá também regorgitará de alegria e exultará; … ” (Isaías 35.1-2).

7) ISRAEL HABITARÁ SEGURO, E ESTARÁ DE POSSE DE TODO O TERRITÓRIO QUE O SENHOR PROMETERA A ABRAÃO: O capítulo 48 de Ezequiel descreve, em detalhes, os termos que as doze tribos de Israel ocuparão no período do Milênio. Será um território muito maior e muito mais amplo em relação ao ocupado hoje pelo Estado de Israel.

O Milênio não é uma mera hipótese futurística; é algo que faz parte dos planos de Deus. Neste período, conforme já dissemos, o Senhor Jesus Cristo reinará absolutamente sobre este mundo. E a Igreja de Cristo estará com Ele. Já imaginou quão grande será este privilégio? Afinal, temos do próprio Senhor esta promessa: “Palavra fiel é esta: que, se morrermos com ele, também com ele viveremos; se sofrermos, também com ele reinaremos” (2Timóteo 2.11-12).

Pr. Claudionor Corrêa de Andrade

Por Litrazini


Graça e Paz

sábado, 21 de novembro de 2015

A MENSAGEM CENTRAL DA BÍBLIA

A Bíblia é o poema sinfônico da nova criação, cujo Compositor é o Artista divino que conduz sua obra ao impulso do vento do Espírito. Os instrumentos da orquestra foram feitos do pó da terra, são de argila, vasos de barro, filhos de homens. O Diretor não é outro senão o mesmo Compositor; o Espírito de DEUS que paira sobre a criação para dar-lhe harmonia, ordem e beleza.

O título da obra é a Palavra de DEUS. Existia desde o princípio; estava com DEUS e era DEUS. Narra-nos o que dele ninguém viu. O ministério mantido em segredo durante séculos eternos, sons inefáveis que o homem não pode ouvir nem pronunciar. DEUS os revelou por meio de sua Palavra que sonda até as profundidades divina.

A chave que determina como se há de entender toda a grande sinfonia, a encontramos no mais genial dos profetas, Isaías: "PORQUE OS MEUS PENSAMENTOS NÃO SÃO OS VOSSOS PENSAMENTOS, NEM OS VOSSOS CAMINHOS,OS MEUS CAMINHOS, DIZ O SNHOR, PORQUE, ASSIM COMO OS CÉUS SÃO MAIS ALTOS DO QUE A TERRA, ASSIM SÃO OS MEUS CAMINHOS, E OS MEUS PENSAMENTOS, MAIS ALTOS DO QUE OS VOSSOS PENSAMENTOS". (Isaías, 55: 8-9).

Apenas aceitando que nossos critérios não são os critérios de DEUS é que podemos começar a compreender esta grande obra.

Os caminhos de DEUS são ilógicos e absurdos para a lógica humana e a sabedoria dos prudentes deste mundo. Não obstante, a necessidade divina é mais sábia que a sabedoria dos homens.

DEUS tem poder para realizar todas as coisas incomparavelmente melhor do que nós podemos pensar. Nosso olho não pode ver, nem nosso ouvido escutar o que ele nos tem preparado. Porém seu Espírito, seu Santo Espírito, no-lo revela.

Para compreender realmente a Escritura, devemos começar aceitando que apenas o Espírito de DEUS pode ensinar-nos todas as coisas, já que nossos pensamentos não são os pensmentos de DEUS.

Este poema sinfônico se apresenta no teatro do universo. Sem dúvida, não existem espectadores, nem um único. Todos são atores, instrumentos ou cantores. O auditório é convertido em cenário. A criação, o homem e o Espírito participam ativamente.

O Compositor divino soube enlaçar com simetria as melodias mais dissonantes. A melodia da história faz acorde com a geografia. Todas as melodias concordam. Realmente nossa Bíblia é um gigantesco hino do universo, interpretado pelo coro de sopranos divinos.

Sem dúvida, a Bíblia, como toda sinfonia, não é apenas uma conjugação de melodias. Existe um tema principal predominante em toda a obra, qual seja o referente a nossa salvação.

Sim, a salvação, nossa salvação, é o tema central de toda a Escritura, seu coração. Em razão do tema principal se dão todas as melodias secundárias. A salvação certamente transcende o marco do tempo o espaço, porém é tão concreta como o Salvador ou como um homem salvo. Se leva a término através de acontecimentos salvíficos, concretos e controláveis pela história enquanto é possível.

Portanto, podemos concluir que o tema principal da Bíblia é a Historia da Salvação. Geralmente, entendemos por salvar-se unicamente o livrar-se de um perigo. Sem dúvidas, o mesmo conceito guarda uma noção mais positiva. Em nossa história, a salvação consiste nesse processo no tempo o espaço pelo qual DEUS liberta o homem do pecado e o favorece ao comunicar-lhe a própria vida divina.

Se o pensamento de DEUS, o Verbo, é quem organiza toda a história, é ao mesmo tempo quem a explica. O Verbo de DEUS, JESUS CRISTO SALVADOR, é quem dá harmonia a este variado concerto.

Ao longo de toda a história da salvação, desde a abertura até a conclusão, CRISTO domina a obra. As primeiras notas de nossa Bíblia já estão no tom de CRISTO.

Wilson de Oliveira Carvalho

Por Litrazini


Graça e Paz

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

SOLIDÃO? NUNCA MAIS

A natureza humana é de tal forma constituída, que a presença de outra pessoa é fundamental para vivenciarmos nossas experiências.

Nascemos compartilhando o espaço social com a nossa família, onde iniciamos o processo de socialização, que proporcionará oportunidades de aprendizagem e crescimento.

Durante o período do nosso desenvolvimento, recebemos educação, criamos objetivos e expectativas para o futuro, tendo como referencial os papéis que iremos desenvolver em nossa vida adulta. Normalmente, estão incluídos em nossos objetivos uma boa formação e a constituição de uma família a partir do encontro de um “grande amor”, com romantismo suficiente para felicidade eterna. São projetos que nem sempre combinam com o plano maior que Deus tem para as nossas vidas. “O coração do homem considera o seu caminho, mas o Senhor lhe dirige os passos” (Provérbios 16.9). É importante que tenhamos confiança e coragem para entregarmos o nosso futuro àquele que é o Senhor da nossa vida.

Vivemos tempos de modernidade pagã, onde os valores essenciais para relacionamentos duradouros estão em segundo plano. Homens e mulheres vivem relações descartáveis, visando prazer, egoísmo e dinheiro. Desta forma, encontramos inúmeras mulheres infelizes, convivendo com a solidão. Além disso, outras contingências da vida podem levar uma mulher a estar só. Encontramos aquelas que não se casaram, outras que ficaram viúvas e, ainda, outras tantas com o coração machucado pela infidelidade do esposo, em condições de divorciada ou convivendo na mesma casa, mas em profunda solidão.

Segundo pesquisas, as grandes cidades criam ou contêm pessoas solitárias de todas as faixas etárias. Esse estado de espírito leva as pessoas que o alimentam a um distanciamento cada vez maior dos seus semelhantes.

Solidão é a palavra que usamos para expressar o sentimento de dor que tem origem num vazio interior não preenchido, e que nos dá a sensação de que estamos incompletas. Sentir solidão significa estar sozinha contra a própria vontade. E uma palavra de forte conotação negativa, capaz de provocar arrepios só de ser pronunciada.

Contudo, existe um “estar só” saudável. São momentos importantes da nossa vida, quando, por exemplo, precisamos ficar a sós com Deus, quando refletimos, ponderamos, decidimos, e criamos. São momentos muito ricos e produtivos da nossa experiência. Alguns acontecimentos são tão pessoais, que por mais que estejamos rodeados de pessoas, o momento é só nosso: quando aceitamos Cristo, por exemplo.

Em contrapartida, temos necessidades de comunicação. Ansiosas por reconhecimento, aprimoramos nossas aptidões para um relacionamento mais eficiente com os outros.

As pessoas que alimentam a solidão provocam um distanciamento cada vez maior dos seus semelhantes

Você que é só e não tem com quem compartilhar seus sentimentos, pode perfeitamente se identificar com nosso Senhor Jesus Cristo. Mais do que ninguém, Ele te entende. Além dos momentos de estar só por opção, para falar com o Pai, Jesus experimentou também andar por caminhos muito solitários, mas segundo a Bíblia Sagrada, eram estas as palavras dEle nessas ocasiões: “E aquele que me enviou está comigo; o Pai não tem me deixado só, porque eu faço sempre o que lhe agrada” (João 8.29).

É difícil, às vezes, aceitar a vida que Deus nos proporciona se ela foge do que consideramos ideal para nós. Com uma ótica espiritual, percebemos que o mais importante não é o que a vida tenha nos oferecido ou não. O essencial é saber que o Senhor é soberano na nossa vida, e dEle vem o que é melhor para nós. Nossas atitudes devem refletir o testemunho de uma filha de Deus muito amada, que sabe entender o propósito que o Pai tem para a sua vida, vivendo a Palavra que diz: “E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus” (Romanos 8.28).

Faça uma reflexão e junte todos os ingredientes que compõem o seu existir: capacidades espiritual, intelectual, física e emocional; acrescente as possibilidades e disponibilidade que a sua condição oferece, e organize o seu tempo de tal maneira que você consiga visualizar o sentido da sua vida.

Estabeleça, segundo o propósito de Deus, objetivos positivos e desenvolva estratégias para conseguir alcançá-los, colocando todos os seus talentos em ação. Você estará bem ocupada no presente, confiando que o Senhor providenciará o seu futuro, será uma bênção para muitas pessoas e receberá outras tantas para enriquecer a sua existência.

A certeza de que nada nos acontece por acaso, quando entregamos a direção da nossa vida a Deus, traz paz interior e tranquilidade suficiente para sermos felizes. A autoestima e a valorização pessoal devem expressar o reconhecimento do amor de Deus para conosco. Ele nos fez, sustentou a nossa vida para que chegássemos até aqui, e cuida com muito carinho dos pequenos e grandes problemas, oferecendo-nos oportunidades de crescimento através deles. Então, podemos perceber claramente o valor que temos para Deus. Os sentimentos de menos valia, autoestima distorcida e autocomiseração não terão mais lugar em nossa vida.

Com Cristo no centro do nosso viver, estar só significa apenas uma das condições possíveis na vida cristã de uma mulher. O amor romântico poderá falhar como neutralizador da solidão, mas o calor do amor de Cristo, quando enche o coração de uma mulher, é capaz de derreter o iceberg formado pela solidão que tem congelado tantos corações femininos.

O amor de Cristo é o melhor antídoto que conheço para a solidão. “O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei” (João 15.12).

Sônia Pires Ramos

Por Litrazini


Graça e Paz

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

BENEFÍCIOS SOCIAIS DO CRISTIANISMO

Nestes ultimos dias, o Brasil TEM assistido NÃO Totalmente passivo o desmoronar de Uma Geração EO surgimento de Outra.

A geração Onde Valores cristãos ERAM cultivados e preservados ESTÁ ágora Sendo obrigada a recuar Diante do Silencio fazer Poder Público. Uma Nação anarquista NÃO representação honra parágrafo ninguem.

O Brasil ESTÁ sepultando OS Valores e Princípios morais that POR Muito tempo preservou uma Identidade NÃO APENAS brasileira, mas, Sobretudo humana. A honra, uma ea pureza decência Não São APENAS marcas distintivas do cristianismo bíblico, São Antes de Tudo marcas distintivas da vida humana Pelo modelo divino inicial.

O cristianismo FAZ BEM AO SER HUMANO.
QUANTOS Dependentes químicos Já were recuperados Pelos anarquistas that erguem a voz imoralmente Nestes dias?
Nenhum, mas Pelo Contrário o cristianismo TEM RECUPERADO DE Milhões em Todo o Mundo.

QUANTOS famintos TEM Sido alimentados Pelos anarquistas Geração Dessa?
Nenhum, mas diferentemente o cristianismo TEM Sido o Meio cabelo qua FAMÍLIAS inteiras de Pessoas carentes TEM Sido alimentadas e cuidadas.

Casamentos salvos, Órfãos alimentados, recuperados Jovens, Pessoas Que outrora compunham como fileiras DOS propensos Suicidas ágora libertos e Voltando a sonhar COM Dias Melhores enchem OS ESPAÇOS da Nação com Uma Mensagem de Mudança Lábios em SEUS.

Mas eu pergunto that Mensagem Enche Os Lábios dos anarquistas?
Eu tenho uma RESPOSTA: a Mensagem da Destruição de Tudo O Que É Bom; uma Mensagem de incentivo Ao aborto, a Mensagem Que incentiva a descriminação e OSU Aberto da maconha, a Mensagem Que incentiva a Criação de leis Que Dá AOS pedófilos Liberdade parágrafo abusar de NOSSOS Filhos, sim ESSA E a Mensagem dos anarquistas.

Sera que vale a pena jogar do o cristianismo não Lixo e deixar cessos anarquistas governarem uma Nação?

A geração nova, that abusa de símbolos Sagrados e vilipendia uma fé, uma Bíblia e como autoridades Cristas Não É Uma Geração de Pessoas, de Seres Humanos, mas de Demônios, deturpadores da Imagem e semelhança de Deus.

Dizeres Como cessos NÃO agridem um dos esses tais, pois ELES veem Como honra em nada se parecerem com o Criador. Essa Geração Que ESTÁ apta a eleger e Gerar o Anticristo. Infelizmente ESSA E uma Realidade pura da atualidade.

Embora OS protestos contra Esse tipo de má Conduta SEJA imenso, o Poder Público se cala, o Governo se cala.

Em eras Passadas, com uma revolta do povo, Taís Erros teriam Sido erradicados, mas nsa dias de Hoje, de Todos os Que se opõem a cessos militantes do diabo, São desprezados e silenciados Pela Mídia e cabelo Governo when aqueles Outros São aplaudidos, considerados, promovidos e AINDA polls cabelo proprio Governo brasileiro.

Embora o brasileiro tenha de Certo Modo Liberdade parágrafo expressar SUA fé em Deus, E UMA vergonha Dizer Que é brasileiro ... O Brasil de Hoje é o Brasil anarquista, o Brasil corrupto, o Brasil that silencia OS Decentes e conceder megafones AOS Imorais.

O Brasil that testemunhamos Hoje é o Brasil Que Põe mordaça na boca dos íntegros e incentiva OS Gritos dos Blasfemos. Onde chegaremos se o Brasil se mudar NÃO SUA Direção? !!!

Rosivaldo Silva Santos

Por Litrazini

Graça e Paz