sexta-feira, 13 de novembro de 2015

A GRANDE TRIBULAÇÃO

O QUE É A GRANDE TRIBULAÇÃO?

A Grande Tribulação será o período de maior angústia da história humana, em que os ímpios ver-se-ão constrangidos a reconhecer quão terrível é cair nas mãos do Deus vivo.

Na língua hebraica, a palavra tribulação é particularmente forte. ‘Tsará’ significa não somente tribulação, como também necessidade e esposa rival. Evoca aquelas contendas que havia, por exemplo, entre Penina e Ana, que levaram esta a uma aflição quase que indescritível (ISamuel 1.15).

A GRANDE TRIBULAÇÃO RECEBE AS SEGUINTES DENOMINAÇÕES NA BÍBLIA SAGRADA:
1) DIA DO SENHOR. 
“O grande Dia do Senhor está perto, está perto, e se apressa muito a voz do dia do SENHOR; amargamente clamará ali o homem poderoso” (Sofonias 1.14).

2) DIA DA ANGÚSTIA DE JACÓ
“Ah! Porque aquele dia é tão grande, que não houve outro semelhante! E é tempo de angústia para Jacó; ele, porém, será salvo dela” (Jeremias 30.7).

3) IRA DO CORDEIRO: “E os reis da terra, e os grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e todo servo, e todo livre se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas, e diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o trono e da ira do Cordeiro, porque é vindo o grande Dia da sua ira; e quem poderá subsistir?” (Apocalipse 6.15-17).

QUANDO TERÁ INÍCIO A GRANDE TRIBULAÇÃO?
Embora haja muita controvérsia acerca do tempo em que terá início a Grande Tribulação, a Bíblia é bastante clara a este respeito. A Grande Tribulação terá início:
1) APÓS O ARREBATAMENTO DA IGREJA: “Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei dahora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra” (Apocalipse 3.10). Neste período, estaremos recebendo nossos galardões consoante ao trabalho que executamos na expansão do Reino de Deus.
2) NA METADE DA 70A SEMANA DE DANIEL: A 70a Semana de Daniel terá início imediatamente após o Arrebatamento da Igreja. A fim de que ela seja melhor compreendida, dividamo-la em duas partes: a primeira metade da semana será marcada pelo reinado absoluto do Anticristo, que, assentado no Santo Templo em Jerusalém, será aceito tanto pelos judeus quanto pelos gentios. Aqueles, tê-lo-ão como o seu messias; estes, como seu salvador (Daniel 9.27).
3) NO AUGE DO GOVERNO DO ANTICRISTO: “Pois que, quando disserem: há paz e segurança, então, lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida; e de modo nenhum escaparão”(1Tessalonicenses 5.3).

QUAL O OBJETIVO DA GRANDE TRIBULAÇÃO
Tudo o que Deus faz tem um propósito claro e bem definido. A Grande Tribulação não será deflagrada visando à destruição da Terra ou o mero castigo do ser humano. Ela visa:
1) LEVAR OS HOMENS A SE ARREPENDEREM DE SEUS PECADOS: “E, por causa das suas dores e por causa das suas chagas, blasfemaram do Deus do céu e não se arrependeram das suas obras” (Apocalipse 16.11).
2) DESTRUIR O IMPÉRIO DO ANTICRISTO: “E o quinto anjo derramou a sua taça sobre o trono da besta, e o seu reino se fez tenebroso; e os homens mordiam a língua de dor” (Apocalipse 16.10).
3) IMPLANTAR O REINO DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO: “Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu levantará um reino que não será jamais destruído; e esse reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos esses reinos e será estabelecido para sempre” (Daniel 2.44).
Quem passará pela Grande Tribulação

HÁ DOIS GRUPOS DISTINTOS QUE PASSARÃO PELA GRANDE TRIBULAÇÃO:
1) OS JUDEUS: “E, quando o dragão viu que fora lançado na terra, perseguiu a mulher que dera à luz o varão. E foram dadas à mulher duas asas de grande águia, para que voasse para o deserto, ao seu lugar, onde é sustentada por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, fora da vista da serpente. E a serpente lançou da sua boca, atrás da mulher, água como um rio, para que pela corrente a fizesse arrebatar” (Apocalipse 12.13-15).
2) OS GENTIOS: “Porque todas as nações beberam do vinho da ira da sua prostituição. Os reis da terra se prostituíram com ela. E os mercadores da terra se enriqueceram com a abundância de suas delícias” (Apocalipse 18.3).

AS QUATRO FASES DA GRANDE TRIBULAÇÃO
Durante a 70a Semana de Daniel, cuja última fase será marcada pela Grande Tribulação, haverá quatro fases distintas:
1) A FALSA PAZ OFERECIDA PELO ANTICRISTO: “E olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vitorioso e para vencer” (Apocalipse 6.2).
2) A GUERRA: “E saiu outro cavalo, vermelho; e ao que estava assentado sobre ele foi dado que tirasse a paz da terra e que se matassem uns aos outros; e foi-lhe dada uma grande espada” (Apocalipse 6.4).
3) A FOME: “E, havendo aberto o terceiro selo, ouvi o terceiro animal dizendo: Vem e vê! E olhei, e eis um cavalo preto; e o que sobre ele estava assentado tinha uma balança na mão. E ouvi uma voz no meio dos quatro animais, que dizia: Uma medida de trigo por um dinheiro; e não danifiques o azeite e o vinho” (Apocalipse 6.5).
4) A MORTE: “E, havendo aberto o quarto selo, ouvi a voz do quarto animal, que dizia: Vem e vê! E olhei, e eis um cavalo amarelo; e o que estava assentado sobre ele tinha por nome Morte; e o inferno o seguia; e foi-lhes dado poder para matar a quarta parte da terra com espada, e com fome, e com peste, e com as feras da terra”(Apocalipse 6.7-8).

Os quatro primeiros selos do Apocalipse são uma admirável síntese do que ocorrerá durante a Grande Tribulação. Em primeiro lugar, há a falsa paz oferecida pelo Anticristo. Paz esta, aliás, que por ser estabelecida com base na injustiça, acabará por gerar guerras e desinteligências entre as nações. Como sói acontecer em períodos de grandes conflagrações, a guerra trará a fome, que haverá de gerar epidemias e pestilências.

Importante! Não podemos confundir o primeiro cavaleiro do Apocalipse com o cavaleiro que aparece neste mesmo livro em 19.11.

HAVERÁ SALVAÇÃO DURANTE A GRANDE TRIBULAÇÃO
Quando se estuda a Grande Tribulação, a pergunta é inevitável: Haverá salvação neste período? O livro do Apocalipse mostra dois grupos distintos de salvos: 1) Os 144 mil provenientes de todas as tribos de Israel (Apocalipse 7.4-8); 2) E os gentios martirizados por causa do testemunho de nosso Senhor Jesus Cristo (Apocalipse 7.9-14).

A Bíblia, apesar da oposição do Anticristo, continuará a ser largamente ensinada. Enganam-se, pois, os que afirmam que, após o Arrebatamento da Igreja, as Sagradas Escrituras perderão a sua inspiração sobrenatural e única. Precisamos tomar muito cuidado com tais ensinamentos, pois não contam com nenhum respaldo bíblico. Diz o profeta Isaías: “Seca-se a erva, e caem as flores, mas a palavra de nosso Deus subsiste eternamente”(Isaías 40.8).

Estejamos, pois, devidamente apercebidos, a fim de que não sejamos pegos de surpresa no dia do Arrebatamento da Igreja. Os que não subirem terão de enfrentar a Ira do Cordeiro. Infelizmente, muitos são os que se acham a ressonar a morte espiritual. É hora de despertar deste sono! Caso contrário, como haveremos de escapar à Grande Tribulação?

Pr. Claudionor Corrêa de Andrade

Por Litrazini


Graça e Paz