quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

O PODER DO NOME DE JESUS

Quando usamos o nome de Jesus sobre a revelação da Palavra de Deus, o poder de Deus atende à nossa ordem, tal como atendia às ordens de Jesus.

Usar o nome de Jesus é agir como seu procurador. O poder e a autoridade que estão atrás do nome de Jesus são o poder e a autoridade que o próprio Deus possui. Jesus declarou que havia recebido todo o poder: “E chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra (Mt.28.18).

HÁ PODER NO NOME DE JESUS CRISTO.
Em Fp.2.9,10: “Deus... deu-lhe um nome que é sobre todo o nome; para que no nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus (anjos), e na terra (homens), e debaixo da terra (demônios)”.

Os seres de três mundos devem dobrar o joelho ao nome de Jesus. Esse nome exerce controle absoluto sobre Satanás e todo o seu reino, que a ele se submetem e obedecem.

Há diversas referências bíblicas que ressaltam quão importante é o nome de Jesus.

Marcos citou Jesus ao dizer que expelimos demônios em nome de Jesus (Mc.16.17). E também citou o Senhor ao dizer: Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei (João 14.14).

Quando Jesus nos convida para usarmos o seu nome, Ele transfere para nós a autoridade divina.

Trata-se de uma arma incrível; mas precisamos usar de cautela. Precisamos saber também que o nome de Jesus não é um talismã nem um nome mágico.

No capítulo dezenove do livro de Atos lemos a respeito dos sete filhos de Ceva, que tentaram expulsar um demônio em nome de Jesus, e descobriram que o demônio já sabia que eles eram falsos, então o demônio os desmascarou. O homem endemoninhado espancou todos os sete, deixou-os nus e os expulsou de casa.

Ninguém tem a autoridade de Jesus, a menos que Jesus seja, verdadeiramente, o seu Senhor.

O nome de Jesus é uma poderosa arma de guerra espiritual, e esse nome exerce uma tremenda autoridade. Mas somente se usarmos o seu nome de acordo com a sua vontade.

Somente quem tem Jesus em sua própria vida é que tem autoridade espiritual para enfrentar os demônios.

Portanto, qualquer pessoa convertida a Jesus Cristo, QUE TENHA FÉ NO PODER DO SEU NOME, tem condições de livrar uma pessoa do domínio de um espírito mau.

Lidiomar T. Granatti

Por Litrazini


Graça e Paz