sábado, 19 de março de 2016

A MENSAGEM DA CRUZ

“Se alguém quiser vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me” (Mateus 16:24).

O poder do cristianismo se encontra na mensagem da cruz, que se opõe aos processos da mente não regenerada. Ela é loucura para os que se perdem.

Não há ponto em comum entre a mensagem da cruz e o raciocínio do homem decaído. Aqueles que insistem, carregam um crucifixo como amuleto. Assim, perde o significado, pois se torna um mero objeto desprovido de poder sobrenatural.

O inimigo não suporta a cruz, pois ela é o sinal de sua derrota, de sua humilhação, como Paulo nos ensinou: “Despojando os principados e as potestades, publicamente os expôs ao desprezo, triunfando deles na cruz” (Colossenses 2:15).

Por isso, o inimigo tenta, com toda sua força, descaracterizar a obra redentora de Cristo, através de celebrações que não se baseiam na Bíblia e, por isso, não carregam a força espiritual que nos foi dada após a morte e ressurreição de Jesus.

A cruz é um processo pelo qual todos os filhos de Deus precisam passar. É como um curso preparatório que leva o cristão à plenitude de sua maturidade espiritual.

Jesus nos ensinou que, se o grão de trigo não morrer, ele não pode frutificar (João 12:24). Em outra passagem, Cristo foi ainda mais claro: “Se alguém quiser vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me” (Mateus 16:24).

A cruz simboliza uma mudança de caminho, um desvio no percurso anterior. Nela, a história foi mudada, e tudo se fez novo.

O que dá sentido à cruz é a morte e ressurreição de Cristo, o túmulo vazio em Jerusalém e o sangue que ali foi derramado. Essa é a nossa conquista: a celebração da vitória de Jesus sobre a morte.

Não perca tempo procurando por Deus de forma errada. Busque diretamente a Jesus, que venceu a morte e assentou-se à destra do Pai.

A Cristo pertence o domínio e o poder, o governo e a majestade, de hoje para todo sempre. Amém

Apóstolo Rina

Por Litrazini
http://www.kairosministeriomissionario.com/


Graça e Paz