quinta-feira, 17 de março de 2016

JESUS É O SENHOR

Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai. (Fl 2.10-11)

A MESMA FORÇA DA PALAVRA SENHOR NO PASSADO:
No tempo de Jesus a Palavra Senhor era usada somente para referir-se aos césares (chefes políticos de Roma), e tinha os seguintes significados: Amo, Dono, Chefe, Soberano, Máxima autoridade.

Jesus foi chamado de Senhor pelos seus seguidores porque ele apresentava o Evangelho, boas Novas do Reino de Deus, Governo de Deus, Mt 28.18. Ele recebeu esse nome porque ele é Senhor e sempre agiu como tal.

Observamos os seguintes textos que mostram a autoridade de Jesus: Lc 19.5 Jesus ordenou a Zaqueu: DESCE...; Mt 9.9 Jesus disse: SEGUE-ME...; Lc 18.22 Ele ordenou: VAI E VEDE...; Lc 9.59 Jesus colocou-se acima da própria família.

AINDA HOJE JESUS ATUA COMO SENHOR
Jesus não faz concessão, não entra em barganhas, não faz negócios com o homem, ele ordena e exige obediência e fidelidade. Mt 7.21 declara: “Nem todo que me diz Senhor, Senhor, entrará no Reino dos Céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus”.

O novo nascimento tem que estar acompanhado de uma atitude de servo. Nossa prioridade se inverte, agora é o Reino de Deus que ocupa o primeiro lugar (Mt 6.33). é a posição de servo, escravo, súdito do Reino que assumimos, temos que afirmar as palavras de Paulo: “Já não sou eu mais quem vive, mas é Cristo que vive em mim...”

No Reino de Deus não existe o menor ou maior, mas todos são servos do Deus Altíssimo e assim, “cada qual deve considerar os outros superiores a si mesmo. Aquele que quiser ser o maior, seja o que sirva”. (Fl 2.3 e Lc 22.26).

O SENHORIO DE CRISTO
Ele mesmo reclama para si esta autoridade quando contesta: “porque me chamais Senhor e não fazei o que vos mando?” Lc 6.46. Chamar Jesus de Senhor não é suficiente, é indispensável que obedeçamos à sua ordem.

O abecedário do cristão é diferente dos demais, pois as primeiras letras que ele começa  aprender a  ler e escrever são OBDC (obedecer).

Ele é o Senhor porque tem direito sobre nossa vida. Ele morreu para tornar-se Senhor de todos e nos comprou com seu precioso sangue derramado na Cruz em nosso lugar (I Co 5.18). Cristo pagou o preço pelas nossas vidas e nos “transportou do império da trevas para o Reino do Filho do seu amor” (Cl 1.13). Todos os discípulos se consideravam servos de Jesus

Este senhorio foi outorgado pelo próprio Deus, At 2.36 .De todos os nomes dados a Jesus, o de Senhor foi o mais aclamado, lembrado e reclamado por ele. Em toda Bíblia a apresentação mais significativa e real é: “Servo do Senhor” Tg 1.

Transcrito Por Litrazini
http://www.kairosministeriomissionario.com/


Graça e Paz