domingo, 24 de abril de 2016

BÍBLIA E A INTIMIDADE

Não podemos conhecer verdadeiramente a Deus sem conhecer sua Palavra

Quanto mais profunda for a fundamentação na Palavra de Deus, mais estável será a vida cristã. Como exemplos bíblicos podemos citar as transformações de Saulo o perseguidor que se tornou Paulo o apóstolo e Simão em Pedro.

Paulo esteve por 3 anos no deserto e caiu no esquecimento (Gl. 1.15-18). Tempo dedicado a vida com Jesus e, com a leitura do Antigo Testamento, o que fundamentou seu ministério.

Do mesmo modo, cada momento que passamos com o estudo Palavra de Deus nos ajuda na preparação  para o plano que Deus tem para nós.

A Palavra de Deus é a chave para adquirirmos sabedoria, ela está associada ao envolvimento das pessoas com a Palavra.

A Lei do Senhor é perfeita, e revigora a alma. Os testemunhos do Senhor são dignos de confiança, e tornam sábios os inexperientes (Sl.19.7);

O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, todos os que cumprem os seus preceitos revelam bom senso (Sl.111.10);

Os teus mandamentos me tornam mais sábios que os meus inimigos (Sl. 119.98);

Pois o Senhor é quem dá sabedoria; de sua boca procedem o conhecimento e o discernimento (Pv. 2.6);

O temor do Senhor é o princípio as sabedoria, e o conhecimento do Santo é o entendimento (Pv.9.10)

Portanto quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha (Mt. 7.24).

O objetivo de estudarmos a Bíblia não é acumular fatos e mais fatos para impressionar os outros com nosso conhecimento. Esse foi o erro dos líderes judeus que crucificaram Jesus.

Nossa meta no estudo bíblico é conhecer, amar e obedecer a cada dia mais a Deus. Somente quando crescermos em sabedoria e conhecimento de Deus, estaremos preparados para enfrentar os desafios de nosso mundo atribulado.

Transcrito Por Litrazini


Graça e Paz