quarta-feira, 4 de maio de 2016

HAJA LUZ!

“No princípio, criou Deus os céus e a terra. A terra, porém estava sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus pairava sobre as águas. Disse Deus: Haja luz; e houve luz. E viu Deus que a luz era boa; e fez separação entre  a luz e as trevas” (Gn. 1.1-4).

“A terra, porém, estava sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo”, diz o Senhor, única testemunha ocular daquele momento (v.2). A condição da terra é descrita em Gênesis como sendo sem forma e vazia era como um pedaço de argila disforme ao qual o artista ainda não estendera as mãos. A situação do mundo era de esterilidade e caos.

A geologia procura traçar o quadro das condições que prevaleciam na terra nos primórdios da história. Descreve-o como uma inóspita bola de lavas borbulhantes e incandescentes, sacudida por gigantescas erupções vulcânicas e por ensurdecedoras explosões. Nenhuma luz chegava à sua superfície, porque se encontrava encoberta por vapores, envolta em densas nuvens de gases em altíssima temperatura, quase todos eles tóxicos e venenosos. Era um planetóide varrido por violentas tempestades elétricas, bombardeado por raios cósmicos mortais e por constantes chuvas de meteoro em virtude da ausência de uma atmosfera protetora. Ninguém daria nada para aquele lugar. Ali só havia trevas.

“E o Espírito de Deus pairava por sobre as águas”, diz o texto bíblico (v.2). O Espírito movia-se sobre aquela massa disforme e tumultuada, envolvendo-a com seu poder. O Espírito pairava sobre a terra como uma ave sobre o seu ninho, amorosamente, gerando vida. A matéria, sozinha, conseguia produzir apenas desolação e caos. Nas mãos do Senhor, no entanto poderia tornar-se um mundo de variedade, equilíbrio e harmonia surpreendentes.

Como o Senhor pode transformar a confusão e, harmonia, o deserto em jardim, as trevas em luz? Com o poder da sua palavra, a palavra criadora de Deus. Foi através dela que ele transformou aquela terra arrasada num Éden, num paraíso, num mundo de campinas, cachoeiras, pássaros, montanhas, florestas, rios, praias, animais, flores, peixes, sons, luzes, cores, vento, ar. Então, simplesmente falou: “Haja luz; e houve luz” (V. 3). Bastou uma palavra do Senhor e a luz raiou, ofuscou, invadiu, prevaleceu, espalhou-se, dominou e transformou.

A Bíblia Sagrada diz que, tão logo a luz tomou conta do planeta terra, “viu Deus que a luz era boa” (V. 4). O resultado da confusão inicial e a atenção do Espírito e a Palavra criadora conseguiu agradar até mesmo o controle de qualidade divino. “Fez separação entre a luz e as trevas” . Essa separação permanece até hoje. Para acabar com as trevas em sua vida é só deixar Jesus entrar.

Como Deus criou o mundo, quer fazer o mesmo conosco. Quer tornar-nos novas criaturas; acabar com a confusão. Criar nova vida, trazer luz. Por isso o Espírito geme, o Pai espera, e o Filho veio ao mundo.

A Palavra encarnada de Deus reorienta nossa vida, uma reavaliação de nossas crenças e valores e uma renovação do nosso entendimento.

A sua vida pode ser totalmente restaurada, reconfigurada, recriada pelo poder de Deus. “E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as cousas antigas já passaram; eis que se fizeram novas” (2 Co. 5.17).

Transcrito Por Litrazini


Graça e Paz