domingo, 12 de junho de 2016

GRAÇA E PAZ!

Que vocês tenham, mais e mais, a graça e a paz de Deus! (1Pe 1.2b)

Mais e mais dinheiro, mais e mais fama, mais e mais poder – nada disso combina com o espírito do evangelho. Mais e mais consagração, mais e mais humildade, mais e mais amor a Deus, ao próximo e ao inimigo – estas coisas, sim, dizem respeito à prática cristã.

No primeiro caso, corre-se atrás de ter; no segundo, corre-se atrás de ser. Por causa da cultura de pecado, é muito mais comum o “mais e mais dinheiro” do que o “mais e mais dedicação a Deus”. Superar esse hábito deveria ser o alvo de todos os crentes.

O desejo de crescer na fé, no temor do Senhor, na santidade, no amor, na disponibilidade é virtude e não pecado.

Veja-se, por exemplo, a oração do autor do Salmo 71 – embora se declare idoso (v. 9), humildemente ele abre o coração diante de Deus: “Eu sempre porei a minha esperança em ti e te louvarei mais e mais” (v. 14).

A declaração de Jesus “eu vim para que tenham vida e a tenham em abundânciaou “com plenitude” (Jo 10.10) nos ensina que essa ambição não é frívola, mas santa.

O que Pedro deseja aos seus leitores logo no início é: “Que vocês tenham,mais e mais, a graça e paz em abundância!” ou “graça e paz multiplicadas”. Não é apenas Pedro que deseja essas duas preciosidades aos seus leitores.

Paulo faz o mesmo nas suas cartas, bem como os outros escritores do Novo Testamento. É provável que eles tenham aprendido essa saudação, que é ao mesmo tempo uma bênção, com o próprio Jesus Cristo.

Tanto na reunião da quarta-feira da Paixão (Jo 14.27) como na reunião do domingo da ressurreição, Jesus disse aos discípulos: “Que a paz seja com vocês” (Jo 20.21).

Graça e paz!  Duas bênçãos extraordinárias! E a ordem das palavras está correta – sem a graça, não poderia haver paz. Esta é consequência daquela.

Paulo explica que Deus “trouxe a paz por meio da morte de seu Filho na cruz” (Cl 1.20).

E a morte vicária de Jesus é a mais pura graça: “pela graça de Deus vocês são salvos” (Ef 2.5).

Graça e paz ontem, graça e paz hoje, graça e paz amanhã!

Retirado de Refeições Diárias com os Discípulos. Editora Ultimato.

Por Litrazini

Graça e Paz