quinta-feira, 25 de agosto de 2016

FALSOS MESSIAS JUDEUS

Jesus avisou que falsos messias viriam, e isso se cumpriu muitas vezes e se cumprirá ainda mais na 70.ª Semana de Daniel.

Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos. Mat. 24: 5.

Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. Mat 24:24.

Eu vim em nome de meu Pai, e não me aceitais; se outro vier em seu próprio nome, a esse aceitareis.  – João 5:43

Tendo rejeitado o verdadeiro Messias, a nação judaica foi deixada a vaguear pelos desertos, tanto físico quanto espiritual.

E neles se cumpre a profecia de Isaías, que diz: Ouvindo, ouvireis, mas não compreendereis, E, vendo, vereis, mas não percebereis. Porque o coração deste povo está endurecido, E ouviram de mau grado com seus ouvidos, E fecharam seus olhos; Para que não vejam com os olhos, E ouçam com os ouvidos, E compreendam com o coração, E se convertam, E eu os cure. – Mat 13:14 -15

E, ainda que tinha feito tantos sinais diante deles, não criam nele; Para que se cumprisse a palavra do profeta Isaías, que diz: Senhor, quem creu na nossa pregação? E a quem foi revelado o braço do Senhor? Por isso não podiam crer, então Isaías disse outra vez: Cegou-lhes os olhos, e endureceu-lhes o coração, A fim de que não vejam com os olhos, e compreendam no coração, E se convertam, E eu os cure. Isaías disse isto quando viu a sua glória e falou dele. João 12: 37-41

E, como ficaram entre si discordes, despediram-se, dizendo Paulo esta palavra: Bem falou o Espírito Santo a nossos pais pelo profeta Isaías, Dizendo: Vai a este povo, e dize: De ouvido ouvireis, e de maneira nenhuma entendereis; E, vendo vereis, e de maneira nenhuma percebereis. Porquanto o coração deste povo está endurecido, E com os ouvidos ouviram pesadamente, E fecharam os olhos, Para que nunca com os olhos vejam, Nem com os ouvidos ouçam, Nem do coração entendam, E se convertam, E eu os cure.  Atos 28: 25-27

O Senhor advertiu que a nação judaica daquela geração seria como um homem que é despojado de um espírito imundo que retorna com outros sete espíritos malignos.

E, quando o espírito imundo tem saído do homem, anda por lugares áridos, buscando repouso, e não o encontra. Então diz: Voltarei para a minha casa, de onde saí. E, voltando, acha-a desocupada, varrida e adornada. Então vai, e leva consigo outros sete espíritos piores do que ele e, entrando, habitam ali; e são os últimos atos desse homem piores do que os primeiros. Assim acontecerá também a esta geração má. – Mateus 12: 43-45

O Senhor Jesus disse que a cegueira espiritual continuaria até que a nação de Israel O recebesse durante a Grande Tribulação.

Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas, e apedrejas os que te são enviados! quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintos debaixo das asas, e tu não quiseste! Eis que a vossa casa vai ficar-vos deserta; Porque eu vos digo que desde agora me não vereis mais, até que digais: Bendito o que vem em nome do Senhor. Mat. 23: 37-39

Desde a destruição do segundo templo no ano 70 d.C, os judeus tem estado à procura de um Messias que reconstruirá o templo. Na tradição Judaica Talmúdica, a reconstrução do templo está associada com a vinda do Messias. De acordo com Maimônides (também chamado de Rambam), a mais alta autoridade rabínica, qualquer judeu que comece a reconstruir o templo é um potencial Messias.

Fonte: Maimônides: Os Treze Princípios da Fé Judaica. Revista Morashá. Edição 88 – Junho de 2015. 

Por Litrazini

Graça e Paz