quinta-feira, 17 de novembro de 2016

O PESO DA BAGAGEM

Você pode usar um pouco de coragem? Você se esconde mais do que se levanta? Jesus tirou as borboletas do estômago de seus nervosos discípulos...

Devemos nos lembrar que os discípulos eram homens comuns a quem foram dadas tarefas constrangedoras. Eles eram os vizinhos de alguém tentando ganhar a vida e criar uma família. Eles não foram feitos a partir de matéria teológica nem criados à base de leite supernatural. Mas eles tinham um pouco mais de devoção do que medo e, como consequência, fizeram algumas coisas extraordinárias.

Medos terrenos não são nada. Responda às grandes questões da eternidade e as pequenas questões da vida serão colocadas em sua perspectiva correta.

Você sabe viajar com pouca bagagem??? Quando você organiza sua mala, há apenas o necessário?

A verdade é que a maioria de nós carrega um grande excesso de bagagem. Nem sempre de maneira tão real e paupável. Mas existem em nossas mentes esteiras mentais lotadas de malas pesadas....cheias.
São malas de culpa.
Malas de descontentamento.
Malas de mágoas.
Malas de decepção.
Malas de tristeza.
Depressão. Inveja. Bagagens de mão cheias de ressentimentos. Fardos pesados. Possíveis divórcios. Desemprego. Dívidas. Filhos adolescentes. Perdas. Pecados.

Vivemos oferecendo aos outros sorrisinhos amarelos. Meias-verdades.
Dizemos que estamos bem...quando não estamos. Que somos felizes....e choramos silenciosas. Que temos uma vida estável, um casamento perfeito....e nada é tão perfeito e estável assim...
Em nossas mentes, carregamos tantas preocupações...tantas malas pesadas...fardos duros demais...que nos oprimem e nos causam uma exaustão emocional, física.
Honestamente estamos empurrando mais coisas do que um carregador de bagagens.

Para ter uma idéia da liberdade encontrada em Jesus Cristo, primeiro imagine-se fazendo cada mala (abarrotando-as como sempre). Quais destes sentimentos estão na sua? Solidão, medo, culpa, exaustão? Nossos músculos chegam a ficar tensos, retesados. Nossos dedos estão enganchados. Aguente. Aguente. Ok, agora solte. Cada fardo. Libere a tensão. Respire fundo-finalmente. Você está livre. Os chamados de Jesus nos libertam da bagagem emocional que muitas vezes carregamos pela vida. Com a permissão e a benção do Senhor, podemos deixar que cada fardo escorregue para o chão e se amontoe.

O Senhor é meu pastor e nada me faltará.
Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas.
Refrigera a minh'alma;
Guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome.
Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte; não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.
Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos,  unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.
Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor por longos dias. (Salmo 23)

Existem palavras mais amáveis do que estas? Enquadradas e penduradas em salas de hospitais, rabiscadas em paredes de prisões, citadas pelos jovens e sussuradas pelos moribundos. Nessas linhas, marinheiros encontraram um porto, os temerosos encontraram um pai e os que lutam encontraram um amigo.

Você também tem uma bagagem? Você acha que Deus poderia utilizar o Salmo de Davi para aliviar a sua? Viajar com pouca bagagem significa confiar em Deus os fardos que jamais você poderia carregar.


"Porque se o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres" João 8.36

(Texto adaptado e extraído do Livro Experimentando o Coração de Jesus de Max Lucado)

Por Litrazini

Graça e Paz