domingo, 22 de janeiro de 2017

O PODER DE DEUS SE APERFEIÇOA NA FRAQUEZA

Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes… para que nenhuma carne se glorie perante ele (1 Coríntios 1:27-29).

Eis aqui alguns exemplos da Bíblia:

Depois da morte de José, os israelitas foram oprimidos no Egito. O faraó os tratou com dureza.

Para libertá-los, Deus escolheu Moisés, que fora pastor de ovelhas por quarenta anos. Quando o povo estava encurralado por seus opressores entre o deserto e o Mar Vermelho, Moisés estendeu seu cajado sobre o mar. Então um “forte vento oriental” dividiu o mar em dois para deixá-los passar (Êxodo 14:16).

Muitos anos depois, o povo de Israel entrou em guerra contra os filisteus.

Estes tinham um comandante chamado Golias, o qual desafiou o exército israelita para que alguém combatesse sozinho com ele. Os guerreiros experientes ficaram aterrorizados; a situação parecia sem saída. Então Deus utilizou Davi, um jovem que nunca participara de uma batalha sequer. Davi derrotou o gigante terrível, ferindo-o com uma pedra (1 Samuel 17).

Em 2 Reis 5 vemos Naamã, um oficial sírio que debaixo de sua imponente armadura escondia uma enfermidade mortal: a lepra.

Porém, a graça de Deus não tem fronteiras e, através de uma moça, escrava na casa deste oficial, ele ficou sabendo que o profeta Eliseu poderia curá-lo.

Ao escolher pessoas fracas (no sentido de não terem tanta importância aos olhos dos homens), para realizar Seus planos, Deus demonstra a força que vem dEle, e destrói toda a pretensão e a arrogância humana.

Os que temem ao Senhor se inclinam em agradecimento e adoração.

Extraído do Devocional Boa Semente

Por Litrazini

Graça e Paz