quarta-feira, 3 de maio de 2017

EXALANDO O PERFEITO LOUVOR A DEUS


E disseram-lhe: Ouves o que estes dizem? E Jesus lhes disse: Sim; nunca lestes: Pela boca dos meninos e das criancinhas de peito tiraste o perfeito louvor? (Mateus 21:16)

Sabe, meus queridos, muitas vezes não damos o devido valor as pequenas coisas na nossa vida. Parece que as pequenas coisas, são desprezadas, bem como, as pequenas atitudes, mesmas que essas tenham um valor imensurável para Deus.

Foi isso que aconteceu na passagem de Jesus a Jerusalém. Diz as Escrituras que chegando Jesus a Jerusalém, montado numa jumentinha foi ovacionado pela multidão que clamava em alta voz dizendo: Baruch Haba B’Shem ADONAI que significa “Hosana, bendito o que vem em nome do Senhor;Bendito o reino do nosso pai Davi, que vem em nome do Senhor. Hosana nas alturas”. (Marcos 11:9-10);

Essa a expressão “BARUCH HABA” era a mesma usada no Salmos 118:26, um salmo que glorificava a Deus pelo Seus grandes feitos. E foi essa também a expressão utilizada por muitas crianças ao ver Jesus passar. Aquelas crianças também diziam: “Hosana, ao Filho de Davi” (Mt 21:15). Hosana significava a palavra hoshia na (hb) que significa “Por favor salva-nos”, te imploramos”. E isto significa dizer que o que aconteceu a Jesus foi um louvor e uma aclamação pública a Sua pessoa, glorificando como Rei e Messias.

Os religiosos achavam que o povo blasfemava de Deus ao aclamar a Jesus. Por isso, Jesus refuta os religiosos citando o Salmo 8 que diz: Tu ordenaste força da boca das crianças e dos que mamam, por causa dos teus inimigos, para fazer calar ao inimigo e ao vingador.(Sl 8:2)

Segundo as Escrituras, muitos dos religiosos se indignaram ao ver as maravilhas que Jesus fazia e como era aclamado entre o povo. Na verdade não era zelo pela Lei que aqueles religiosos tinham, mas eles não suportavam o perfeito louvor daquele povo a Cristo

Aqueles religiosos nunca questionaram os elogios que recebiam das pessoas pelo título e função que exerciam, mas naquele momento devido a aparência da religiosidade eles se indignaram. E como foi no passado, assim também sãos os religiosos de nossa época.

Gostaria de enumerar algumas virtudes dos pequenos e das crianças devem que são considerados para esse “perfeito louvor”:

1) INOCÊNCIA – O livro de Romanos no capítulo 16 diz que devemos ser excelentes para o bem e inocentes para o mal (Rm 16:19b). A criança mostra essa inocência. Inocência é aquela pessoa que é desprovida de malícia, que não consegue cometer algo ilícito e que não possui culpa. O perfeito louvor nasce de um coração sem culpa, sem malícia e sem contenda. Como diz a palavra de Deus: Devemos orar e adorar nosso Deus com nossas mãos levantadas, sem ira e sem contenda(Sl 134:2; 1 Tm 2:8).

2) PUREZA- Certa vez o salmista Davi declarou que quem subiria ao monte do Senhor e quem estaria no santo lugar serão os limpos de mão e puros de coração(Sl 24:1). A pureza deve ser a carcaterística de quem louva ao Senhor. Quem escreveu esse salmo conhecia muito bem o que era “louvor a Deus”.

Os salmos são cântico de louvor a Deus e Davi era um homem segundo o coração de Deus que entendia o rela significado da palavra LOUVOR. O LOUVOR verdadeiro não é um somente um cântico a Deus, mas uma vida que glorifica a Deus com seus atos. Louvor é um ato de glorificar, enaltecer, dignificar, engrandecer e tornar majestoso alguém.

3) DEPENDÊNCIA – Assim como as crianças confiam nos seus pais, sem questionar, o perfeito louvor nasce da dependência que tem um filho do Pai. Quando nos rendemos em dependência a Deus nosso louvor sobe como incenso suave as narinas de Deus.

4)  RECONHECIMENTO – Os pequeninos tem uma enorme sensibilidade e facilidade de reconhecer a paternidade sem as dúvidas que as pessoas mais adultas possuem.

5) SINCERIDADE – Uma das principais características das crianças é sua sinceridade. A origem da palavra sincero vem do latin “sine cera, ou seja, “sem cera”, sem defeito aparente, sem maquiagem que encobre ou sem máscara. Sincero é aquele o que é realmente com franqueza, com lealdade, que não oculta, que não usa disfarces, malícias ou dissimulações.

A palavra do Senhor diz: “Aproximemo-nos, com sincero coração, em plena certeza de fé, tendo o coração purificado de má consciência e lavado o corpo com água pura.” (Hebreus 10:22)

O PERFEITO LOUVOR NASCE DO CORAÇÃO
Jesus, conhecendo o coração dos religiosos e daqueles que louvavam responde sabiamente que o perfeito louvor nasce da manifestação sincera de alguém, mesmo que essa pessoa seja desprezada pela maioria. O perfeito louvor nasce no coração do homem sincero. Muitas vezes o Senhor utiliza as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes (1 Cor 1:27b).
Como diz as Escrituras: E Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são, para aniquilar as que são. (1 Cor 1:28)

Por isso, não importa como Aprendemos então que devemos exalar o perfeito louvor a Deus com a nossa vida.(2 Cor 2:15-16) Como diz Romanos 12 deve nos apresentar a Deus como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus (Rm 12:1). Não basta apresentar apresentar louvor nos lábios e o coração estar longe Dele.

Aqueles pequenos apresentaram o perfeito louvor a Deus porque tinha um coração diferenciado. Na boca deles havia o louvor agradável a Deus. Não basta louvar de boca se o coração está longe. (Is 29:13; Mt 15:8-9).

Diz as Escrituras: A boca fala o que o coração está cheio (Mt 12:34b). “Portanto, ofereçamos sempre por ele a Deus sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o Seu nome.” (Hebreus 13.15)

Anderson/gospel mais

Por Litrazini
Graça e Paz