quarta-feira, 14 de junho de 2017

A UNÇÃO DE DEUS É LIBERADA QUANDO NOS LIVRAMOS DE NOSSO EGOÍSMO

À medida que aprendemos mais sobre o caráter de Deus e temos experiências com o Pai através de um relacionamento pessoal, nossa confiança e amor por Ele crescem.

“Isso faz com que haja mais unção do Espírito Santo em nós. Unção é o poder de Deus no homem para fazer o que ele foi chamado. “Jesus Cristo é ‘O Ungido’, por isso, quando nos convertemos, sua unção permanece em nós”.

A unção é um dom gratuito de Deus, todavia, há um preço a ser pago por isso. “Acima de tudo, precisamos proteger a unção em nossas vidas. Por mais que a unção permaneça em nós através da salvação, ela não pode ser explorada através de nossas vidas se não estivermos quebrantados diante de Deus”.

Rebeldia, teimosia, orgulho e independência de Deus são algumas das áreas de desobediência que podem impedir a unção de trabalhar através de cada pessoa.

“Os veículos que transportam a unção são a alma (ou a mente), as vontades e as emoções. Quando somos guiados por nossos impulsos carnais, não estamos sendo guiados pelo Espírito Santo”, é de suma importância amadurecer em Cristo.

“Precisamos entender que não podemos nos atrever a fazer qualquer coisa sem a unção de Deus”. “Há uma unção para tudo o que precisamos fazer, não apenas para ministros ou áreas espirituais da vida. Você tem uma unção para ser pai, marido, esposa ou estar em um negócio. É incrível quando Deus usa uma pessoa para fazer algo que ela não têm capacidade de fazer por conta própria. Esse é o poder da unção”.

Um dos grandes exemplos é Jesus, Filipenses 2:5-11. “Ele é Deus, no entanto, também é nosso exemplo de humildade”, a unção está ligada à obediência.

“A unção é liberada quando nos livramos de nossos egoísmos, atitudes independentes e nos humilhamos diante de Deus. Se você escolher ser radicalmente obediente a Deus, você terá o mesmo poder que ressuscitou Cristo dentre os mortos em você e através de você. E você vai se surpreender com a unção do Espírito Santo em sua vida”.

Pra Joyce Meyer

Por Litrazini
Graça e Paz