segunda-feira, 31 de julho de 2017

O PAI APONTA PARA CRISTO

Então lhe perguntaram: “Onde está o seu pai?” Respondeu Jesus: “Vocês não conhecem nem a mim nem a meu Pai. Se me conhecessem, também conheceriam a meu Pai”. (João 8.19) 

Quando os fariseus perguntaram: “Onde está o seu pai?” eles estavam dizendo: “Nós não ouvimos o testemunho do Pai. Os milagres que você realizou, como ressuscitar mortos, nada significam”.

Os fariseus queriam que Jesus colocasse o Pai diretamente em frente dos seus olhos para que eles pudessem senti-lo e tocá-lo, como fariam com uma parede. De outra forma, eles não creriam nem aceitariam o que ele estava dizendo.

Porém Cristo apontou para o testemunho do Pai, não para que eles sentissem e tocassem o Pai, mas para que eles cressem.

O testemunho do Pai deveria ter levado todos eles à sua Palavra. Filipe também disse a Cristo: “Mostra-nos o Pai” (Jo 14.8). Mas Cristo não nos mostra o Pai da maneira como talvez o queiramos ver.

Em vez disso, o Pai nos mostra Cristo, que diz: “O Pai me aponta a vocês, não o contrário. Ele é quem mostra Cristo a vocês. Ele testifica de mim. Vocês devem fazer o que ele diz e ouvir minhas palavras e meu testemunho”.

Esse é o principal ponto do argumento: nós sempre devemos manter Cristo diante dos nossos olhos.

O mal nos tenta continuamente para abandonarmos a Cristo e procurarmos o Pai, dizendo-nos: “Isso ou aquilo agradará a ele”. Enquanto isso, ignoramos Cristo – aquele que o Pai enviou para que ouvíssemos apenas ele.

Respondemos como os fariseus responderam e rejeitamos Cristo. Imaginamos: “Onde está o Pai?”. Essa é a pergunta que o mundo faz. Essa é a maior tentação para a nossa fé.

Devemos nos dedicar à Palavra de Cristo e nos treinar para nos apegar a ela de tal maneira que nunca percamos Jesus de vista. 

Retirado de Somente a Fé - Um Ano com Lutero. Editora Ultimato.

Por Litrazini

Graça e Paz

domingo, 30 de julho de 2017

10 MOTIVOS PARA ACREDITAR NA BÍBLIA

1. PORQUE A BÍBLIA É UMA OBRA LITERÁRIA
A Bíblia não é somente uma obra literária, é a mais primorosa obra literária da história e do mundo. Nada se compara à Bíblia em termos de evidências históricas, arqueológicas e documentais.

2. PORQUE A BÍBLIA TRAZ AS RESPOSTAS
A Bíblia concentra absolutamente todas as respostas essenciais para o ser humano em um único livro, antigo e atual ao mesmo tempo. É o único livro que cobre todas as áreas essenciais da nossa vida: física, espiritual, intelectual, familiar, profissional, social e sentimental.

3. PORQUE A BÍBLIA EXPÕE A LIMITAÇÃO HUMANA
Como seria possível uma pessoa escrever uma história sobre a ação de um ser superior, e mesmo após sua morte outros continuarem sua história, dando ainda mais detalhes sobre este mesmo ser? Sem a ação e supervisão de alguém com conhecimento do passado, presente e futuro isso seria completamente impossível!

4. PORQUE AS PROMESSAS BÍBLICAS SE CUMPREM
É possível comprovar em nossas próprias vidas o cumprimento de promessas como paz, segurança, descanso, prosperidade, sabedoria, entre outras. E mais do que isso, o cumprimento destas promessas nos dá confiança para acreditar em promessas ainda maiores, como a Vida Eterna.

5. PORQUE NÃO É PRECISO ABRIR MÃO DA RAZÃO
Ao contrário do que muitos pensam, para crer na Bíblia não é preciso praticar uma fé cega, sem o uso da razão. Nós temos que conhecer para poder assimilar o seu conteúdo. A grande questão é que muitos não entendem que a fé simplesmente vem antes do entendimento, primeiro você crê, e você tem motivos para isso, e depois você entende.

6. PORQUE A BÍBLIA REVELA QUEM É JESUS CRISTO
Jesus foi o homem mais influente que já existiu, sem dúvida alguma. Se você crer na Bíblia, e praticar o que ela ensina, a consequência é que você tenha um encontro pessoal com esse mesmo Jesus Cristo.

7. O CUMPRIMENTO DE PROFECIAS BÍBLICAS
Uma das maiores evidências de que a Bíblia é a Palavra de Deus são as profecias que já se cumpriram. A Bíblia teve, tem e sempre terá todas as suas profecias cumpridas, sem abrir mão de absolutamente nenhuma delas.

8. A QUESTÃO DAS CONTRADIÇÕES
Quando se faz uma pesquisa mais profunda, percebe-se que não há contradições na Bíblia. Além disso, passagens de difícil compreensão, somadas a algumas imprecisões na tradução do grego e do hebraico, e também a uma predisposição em encontrar erros, farão com que histórias semelhantes ou narrativas diferentes, pareçam contradições.

9. AS DESCOBERTAS DA CIÊNCIA
Para crer na Bíblia não é necessário abraçar uma única interpretação sobre a criação ou mesmo negar a interpretação literal. O mais importante é saber que absolutamente tudo o que existe foi criado por um único Deus.

10. A EXPERIÊNCIA PESSOAL
Quando aplicamos os princípios bíblicos em nossas vidas, é possível comprovar que não se trata de um livro qualquer. A transformação que acontece em nossas vidas somados à possibilidade de ver Deus falando conosco de forma particular, faz com que dentre todos os motivos para crer na Bíblia, nenhum deles supere a experiência pessoal.

FONTE: GUIAME

Por Litrazini

Graça e Paz

sábado, 29 de julho de 2017

SALVAÇÃO X REPUTAÇÃO: O QUE É MAIS IMPORTANTE PRA VOCÊ?

Não se preocupe com o que o mundo vai dizer a seu respeito, atente-se ao que Deus pensa sobre você! Porque a salvação é muito mais importante que a reputação!

As almas estão se perdendo e nós cristãos o que estamos fazendo para evitar? Estamos com medo de evangelizar drogados, prostitutas ou políticos corruptos, por medo de sermos comparados a eles e “mancharmos” nossa reputação perante os homens?

Não, não podemos negar a Cristo, deixar de pregar o evangelho por receio daquilo que vão dizer sobre nós.

A reputação diz respeito ao que pensam sobre nós, é claro que para nós cristãos, é muito bom zelar por uma boa reputação, mas muitas vezes deixamos de expressar a nossa fé e evangelizar para manter uma boa imagem perante a sociedade e isso não é nada bom. Quem pode fazer o bem e não faz peca!

O nosso Senhor Jesus Cristo foi crucificado exatamente por sua reputação, pelo que diziam sobre Ele em sua época, mas Ele não se preocupava com o que pensavam ou diziam:

“Tornou, pois, a entrar Pilatos na audiência, e chamou a Jesus, e disse-lhe: Tu és o Rei dos Judeus? Respondeu-lhe Jesus: Tu dizes isso de ti mesmo, ou disseram-to outros de mim? Pilatos respondeu: Porventura sou eu judeu? A tua nação e os principais dos sacerdotes entregaram-te a mim. Que fizeste? Respondeu Jesus: O meu reino não é deste mundo; se o meu reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas agora o meu reino não é daqui. Disse-lhe, pois, Pilatos: Logo tu és rei? Jesus respondeu: Tu dizes que eu sou rei. Eu para isso nasci, e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz.” João 18:33-37.

Aceitamos o sacrifício de Jesus na cruz e a salvação, mas não estamos tão dispostos a abrir mão de nossa própria reputação em prol do reino, não estamos totalmente dispostos a sermos crucificados com Cristo e chegamos muitas vezes a negá-lo com as nossas atitudes.

A Salvação é dom de Deus e somos salvos por intermédio do sacrifício de Jesus na Cruz, ou seja, é pela graça, que é um favor imerecido de Deus para com a humanidade. “Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie.” Efésios 2:8-9

Por isso é preciso nos esvaziarmos de nós mesmos e dos nossos papeis sociais e assumirmos a identidade de Cristo. Temos que dar testemunho da verdade de Cristo, dizer ao mundo as boas obras que Deus têm feito em nós, para que os outros também sejam salvos.

A salvação é individual, mas nós temos o papel de ir por todo o mundo e pregar o evangelho de Cristo e para isso não precisamos sair de casa. Em nosso próprio lar ou trabalho podemos resplandecer a luz de Cristo, basta darmos bom testemunho não só com palavras, mas também com ações e atitudes.

“Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus". Mateus 5:16

Fernanda Thomaz

Por Litrazini

Graça e Paz

sexta-feira, 28 de julho de 2017

A AUTORIDADE DA PALAVRA DE DEUS

“No princípio era o verbo e o verbo estava com Deus , e o verbo era Deus... Jo 1.2-3
Deus uniu-se a si mesmo com sua Palavra. Ele não somente está na sua Palavra, mas dá apoio a ela. Não se pode separar Deus de sua Palavra

Deus vela pela sua Palavra para que nenhuma de suas palavras falhe – antes que todas se cumpram. Jr. 1.12”

A palavra de um homem é o que o homem é. A Palavra de Deus é o que Deus é. Descrer dessa Palavra é descrer de Deus que é o autor dela.Nossa atitude para com a Palavra determina tudo.

Quando foi dito a Maria que ela conceberia do Espírito Santo. Ela não compreendia como poderia ser
Ao olho natural era impossível. Ela não permitiu que a razão ocupasse o lugar da Palavra. Pode parecer fanatismo, mas Maria nos deu o segredo DO FAVOR DE DEUS quando disse: CUMPRA-SE EM MIM SEGUNDO A TUA PALAVRA.

Quando se aprende a deixar de lado os argumentos e conhecimentos teóricos. Quando alguém diz “CUMPRA-SE EM MIM SEGUNDO TUA PALAVRA” e agir assim. Conhecerá a vitória e o poder triunfal de Deus.

Jesus era admirado pelo conhecimento e autoridade que tinha da Palavra. O que cativou e chamou a atenção do povo é que JESUS FALAVA COM PODER E AUTORIDADE.Que PALAVRA É ESTA! Que até aos espíritos imundos manda com Autoridade e poder e eles saem” Lc 4.32 e Vs 36

Jesus disse a tempestade que acoitava o barco “CALATE E AQUIETA-TE” e houve bonança. Os discípulos exclamaram: “Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem”? Mc 4.39

A CHAVE DA VITORIA
Ao pai lunático Jesus disse “ SE VOCE PODE CRER, tudo é possível ao que crer” Mc 9.23
Você crê que acontecerá com você o que Jesus disse. CRE SOMENTE. Você pode ser liberto e curado agora mesmo. Concretize a palavra de Deus agora em sua vida e vença todas as dúvidas e receios. Deixe sua fé  liberta-lo agora mesmo

CONCRETIZE SUA FÉ e a palavra de Deus lhe transmitirá poder criativo e vida divina.

As dores e inflamações começarão a desaparecer. Os surdos começarão a ouvir sons. Os mudos poderão falar. Os cegos poderão ouvir. Ouça a palavra que diz LEVANTA-TE E ANDA NO NOME DE JESUS.

O poder do nome de Jesus está sendo revelado. Você verá diante de seus próprios olhos que é possível fazer as mesmas coisas que foram feitas pelos apóstolos e. mesmo pelo próprio Jesus. Hb 13.8 diz que sua palavra é a mesma e ainda tem poder quando é anunciada.

JESUS QUER FAZER SEU MILAGRE AGORA
Não olhe para o tamanho da sua fé, use-a agora fale para o monte. Ainda que sua fé seja pequena como um grão de mostarda ela pode transporta uma montanha. Se você a usar.

Feche a boca do diabo, acabe com a maldição em sua vida. Comece a viver a nova vida que Deus tem para você

Extraído por Litrazini

Graça e Paz

quinta-feira, 27 de julho de 2017

O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE OS DEMÔNIOS?

Os demônios são anjos caídos, como Apocalipse 12:9 indica: "E foi expulso o grande dragão, a antiga serpente, que se chama diabo e Satanás, o sedutor de todo o mundo, sim, foi atirado para a terra, e, com ele, os seus anjos." A queda de Satanás do céu é simbolicamente descrita em Isaías 14:12-15 e Ezequiel 28:12-15. 

Quando caiu, Satanás levou alguns dos anjos com ele - um terço deles, de acordo com Apocalipse 12:4. Judas 6 também menciona anjos que pecaram. Então, biblicamente, os demônios são anjos que, juntamente com Satanás, decidiram rebelar-se contra Deus.

Alguns dos demônios já estão guardados "sob trevas, em algemas eternas" (Judas 1:6) pelo seu pecado. Outros estão livres para vaguear e são referidos como "os dominadores deste mundo tenebroso.... as forças espirituais do mal, nas regiões celestes" em Efésios 6:12 (cf. Colossenses 2:15). 

Os demônios ainda seguem a Satanás como seu líder e batalham contra os santos anjos em uma tentativa de frustrar o plano de Deus e atrapalhar o Seu povo (Daniel 10:13).

Os demônios, como seres espirituais, têm a capacidade de tomar posse de um corpo físico. A possessão demoníaca ocorre quando o corpo de uma pessoa é totalmente controlado por um demônio. Isso não pode acontecer com um filho de Deus, uma vez que o Espírito Santo habita no coração do crente em Cristo (1 João 4:4).

Jesus, durante o Seu ministério terreno, encontrou muitos demônios. Claro que nenhum deles era mais poderoso que o próprio Cristo: "Chegada a tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados; e ele meramente com a palavra expeliu os espíritos..." (Mateus 8:16).

A autoridade de Jesus sobre os demônios é uma das provas de que Ele era realmente o Filho de Deus (Lucas 11:20). Os demônios que O encontraram sabiam quem Ele era, e temiam: "E eis que gritaram: Que temos nós contigo, ó Filho de Deus! Vieste aqui atormentar-nos antes do tempo?" (Mateus 8:29). Os demônios sabem que o seu fim será um de tormento.

Satanás e seus demônios agora têm o objetivo de destruir a obra de Deus e enganar qualquer pessoa (1 Pedro 5:8, 2 Coríntios 11:14-15).

Os demônios são descritos como espíritos do mal (Mateus 10:1), espíritos imundos (Marcos 1:27), espíritos mentirosos (1 Reis 22:23) e os anjos de Satanás (Apocalipse 12:9). Satanás e seus demônios enganam o mundo (2 Coríntios 4:4), promulgam a falsa doutrina (1 Timóteo 4:1), atacam os cristãos (2 Coríntios 12:7, 1 Pedro 5:8) e combatem os santos anjos (Apocalipse 12 :4-9).

Os demônios/anjos caídos são inimigos de Deus, mas são inimigos derrotados. Cristo tem despojado "os principados e as potestades”, e “publicamente os expôs ao desprezo, triunfando deles na cruz" (Colossenses 2:15).

À medida que nos submetemos a Deus e resistimos ao diabo, não temos nada a temer. "Filhinhos, vós sois de Deus e tendes vencido os falsos profetas, porque maior é aquele que está em vós do que aquele que está no mundo" (1 João 4:4).

Fonte: GotQuestion

Por Litrazini
Graça e Paz

quarta-feira, 26 de julho de 2017

O PODER DA PALAVRA DE DEUS


No Princípio criou Deus os céus e a terra Gn 1.1
Disse Deus:
Haja Luz e houve luz Gn 1.3;
Haja expansão ... e assim foi Gn 1.6-7;
Ajunte as águas.... e apareça a porção seca. ... assim foi Gn  1.9;
Produza a terra ... e assim foi Gn 1.11;
Haja Luminares ... a assim foi Gn  14.15

Quando começamos a reconhecer o poder criador de Deus (através da sua Palavra). Descobrimos que:
Se tornam possível todas as impossibilidades.
Se torna fácil o que sempre parecia difícil.
Mas a Palavra de Deus precisa ganhar vida em nós.
Se ela for apenas uma doutrina, um credo um dogma, ela permanece morta e inútil  
“As palavras que eu vos disse , são espírito e vida Jo 6.63”

QUANDO DEUS FALA
O mesmo poder criador opera como operou na criação
Sua Palavra é tão eficiente, tão poderosa, sim, geradora como quando na criação.
“Eu, o Senhor, falarei, e a palavra que eu falar se cumprirá Ez 1212.25”
“E Ele (Deus) confirmou sua Palavra, que falou Dn 9.12”
“O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar Mt 24.35”
“A Palavra do Senhor permanece para sempre 1 Pe 1.25”
“A fim de que a promessa seja firme a toda posteridade Rm 4.16”
“O que ele (Deus) tinha prometido também era poderoso para fazer Rm 4.21”
“Porque nenhuma Palavra vinda de Deus, será impossível Lc 1.37”

POR A PALAVRA EM EXECUÇÃO
Creia na Palavra de Deus, confie nela  e conheça o poder criador de Deus em sua vida.
Se Deus disser: “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA”  (Ex 15.26)
Se creres no poder maravilhoso desta palavra. EXECUTE-A.
Então o enfermo acamado se levantará pela fé e ficará são.
O coxo saltara como um cervo.
A língua do mudo começará a cantar.
Os ouvidos do surdo se abrirão.
Dores fugirão,
trevas serão banidas.
Começará a fazer coisas que antes não podia fazer

O poder criador de Deus, criará em seu corpo aquilo que é necessário para ter saúde e ficar forte.
A fraqueza se torna em fortaleza.
A morte se torna em vida
As enfermidades se tornam em saúde
O que era impossível, se torna possível.

Extraído por Litrazini

Graça e Paz

terça-feira, 25 de julho de 2017

A MELHOR ORAÇÃO DE TODAS

Vocês, orem assim: Pai nosso, que estás nos céus! Santificado seja o teu nome. (Mateus 6.9)

Após ter denunciado orações pomposas e sem sentido, Cristo apresentou uma esplêndida e curta oração dele próprio. Com ela, ele nos instruiu sobre como orar e sobre o que devemos orar.

Ele nos deu uma oração que engloba uma variedade de necessidades.

Por si mesmas, essas necessidades deveriam nos obrigar a abordar Deus diariamente com essas poucas palavras facilmente lembradas.

Nenhum de nós pode se desculpar dizendo que não sabemos como orar ou pelo que orar.

Orar a oração do Pai Nosso todos os dias certamente é um hábito que vale a pena, especialmente para pessoas comuns e crianças.

Nós podemos orá-la de manhã, à noite e à mesa da refeição – em qualquer horário. Ao fazer essa oração juntos, trazemos nossas necessidades diante de Deus.

Como foi-nos dito muitas vezes, a oração do Pai-Nosso é a melhor oração que alguém poderia ter criado ou que já foi enviada do céu.

Pelo fato de Deus, o Pai, ter dado ao seu Filho palavras para a oração e lhe enviado para apresentá-la, sabemos sem dúvida que essa oração agrada ao Pai imensamente.

Já no início da oração, com as palavras “Pai nosso”, Jesus nos lembra do que Deus ordena e promete.

Deus insiste que lhe prestemos o respeito, a honra e a reverência que ele merece, assim como os pais terrenos esperam de seus filhos.

Deus Pai deseja também que creiamos que ele satisfará as nossas necessidades.

E assim, porque confiamos que ele nos dará o que prometeu, podemos orar a ele com confiança no nome de Cristo, nosso Senhor. 

Retirado de Somente a Fé – Um Ano com Lutero. Editora Ultimato.

Por Litrazini

Graça e Paz

segunda-feira, 24 de julho de 2017

JESUS ESTÁ ATENTO ÀS NOSSAS NECESSIDADES

Muitos imaginam Deus como um ser que mora lá no céu e não está nem aí com o que acontece aqui na terra. Isto não é verdade, Deus se interessa, Ele é o Deus que participa, Ele se encarnou, Ele “se faz carne".

Ele chora conosco, Ele anda no nosso meio, sente as nossas dores, nossa fome, Ele é o Deus que intervém.

Êxodo 3:7-8.
3:7 - “Disse ainda o Senhor: Certamente vi a aflição do meu povo, que está no Egito, e ouvi, o seu clamor por causa dos seus exatores. Conheço-lhe o sofrimento.

3:8 - por isso desci a fim de livrá-lo da mão dos egípcios, e para fazê-lo subir daquela terra a uma terra boa e ampla, terra que mana leite e mel; o lugar do cananeu, do heteu, do amorreu, do ferezeu, do heveu e do jebuseu". ...

Três expressões fortes aparecem neste texto: “VI" “OUVI" “DESCI",

Salmo 113:6 “Que se inclina para ver o que se passa no céu e sobre a terra"? Como é lindo, Deus se inclina para ver o que se passa no céu e sobre a terra.

Marcos 10:49 “Parou Jesus e disse: Chamai-o.Chamaram então o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, Ele te chama".

Quando Jesus mandou chamar o pobre cego Bartimeu atentemos para este detalhe contado no v.49: “Tem bom ânimo". O cego podia Ter bom ânimo porque Jesus de Nazaré estava interessado nele.

É possível Ter bom ânimo quando sabemos que o maravilhoso Salvador é terno, amoroso, gracioso, atencioso, Ele se interessa por nós. 

Isto levanta o ânimo da gente, nenhuma droga, nenhum medicamento, nenhuma terapia, não é ioga, meditação transcendental, nada disto, o que levanta o abatido, desanimado, prostrado, o que nos põe de pé é a graça de Jesus, é o seu amor, é sabermos que somos importantes para Ele.

Se um pobre cego podia Ter bom ânimo, logo é possível que eu e você também joguemos no lixo o nosso desânimo e como Paulo cantemos assim:  II Coríntios 6:8-10. “Por honra e por desonra, por infâmia e por boa fama: como enganadores, e sendo verdadeiros; 6:9 - como desconhecidos, e entretanto bem conhecidos; como se estivéssemos morrendo e contudo eis que vivemos; como castigados, porém não mortos; 6:10 - entristecidos, mas sempre alegres; pobres, mas enriquecendo a muitos; nada tendo, mas possuindo tudo".

Que maravilha: “entristecidos, mas sempre alegres; pobres, mas enriquecendo a muitos; nada tendo, mas possuindo tudo"! Assim vive o cristão, chega de choradeira, murmuração, reclamação, nada pode nos abalar, em Cristo somos mais que vencedores!

Transcrito Por Litrazini
Graça e Paz

domingo, 23 de julho de 2017

A NOVA E ETERNA ALIANÇA EM CRISTO

Aliança significa pacto, acordo, ajuste, concerto. Teologicamente, diz respeito a concerto entre Deus e o seu povo.

O Antigo Testamento é chamado Antiga Aliança, e o Novo Testamento, Nova Aliança. O nosso Deus é Deus de alianças. Através delas, Ele, pelo seu imenso amor, nos dá a garantia de muitas bênçãos, se houver fé e obediência.

A promessa de uma nova aliança está em Jeremias 31.31-33: "Vêm dias, diz o Senhor, em que farei uma aliança nova com a casa de Israel e com a casa de Judá... porei a minha lei no seu interior, e as escreverei no seu coração. Eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo."

A nova aliança foi selada com o sangue de Jesus, com seu sacrifício voluntário, com sua morte expiatória: "Isto é o meu sangue, o sangue da nova aliança, que é derramado por muitos, para remissão de pecados" (Mt 26.28).

A nova aliança é superior à antiga: "Mas agora alcançou ele ministério tanto mais excelente, quanto é mediador de UM MELHOR CONCERTO, que está confirmado em melhores promessas" (Hb 8.6).

E as melhores promessas são: os que se arrependem têm seus pecados totalmente perdoados (Hb 8.12); um novo coração e uma nova natureza recebem aqueles que verdadeiramente amam e obedecem a Deus (Ez 11.19-20); são recebidos como filhos de Deus (Rm 8.15-16); têm experiência maior em relação ao Espírito Santo (Jl 2.28; At 1.5,8).

De aliança em aliança Deus prosseguiu na execução do seu plano de salvação dos homens, sempre oferecendo novas oportunidades.

A primeira manifestação desse plano está em Gênesis 3.15: "E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua descendência e o seu descendente; este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar."

Para isso, "Deus mandou o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (Jo 3.16).

Já não é mais necessário sacrifício de animais para reparar nossas culpas, como no antigo concerto.

O sangue do "Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo" manifestou-se por um ato único, perfeito e eficaz; o sacrifício voluntário de Jesus Cristo abriu o caminho da reconciliação do pecador com Deus.

Pr. Airton Evangelista da Costa

Por Litrazini

Graça e Paz

sábado, 22 de julho de 2017

COLOQUE O FOCO NAQUILO QUE VOCÊ TEM.

“...Eliseu perguntou: —O que posso fazer por você? Diga! O que é que você tem em casa? — Não tenho nada, a não ser um jarro pequeno de azeite! — respondeu a mulher. Eliseu disse: — Vá pedir que os seus vizinhos lhe emprestem muitas vasilhas vazias. Depois você e os seus filhos entrem em casa, fechem a porta e comecem a derramar azeite nas vasilhas. E vão pondo de lado as que forem ficando cheias ... Quando todas as vasilhas estavam cheias, ela perguntou se havia mais alguma. —Essa foi a última! — respondeu um dos filhos. Então o azeite parou de correr”. (2 Reis 4.1-7)

Nesse texto temos a história de uma viúva pobre que procurou o profeta Eliseu, porque teria os seus filhos vendidos como escravos para pagar a dívida que o marido havia deixado; o Senhor realizou o milagre a partir do pouco de azeite que ela tinha em sua casa...

Deus nos ensina a focar naquilo que temos e não naquilo que não temos.  Pessoas que vencem investem 90% do tempo, dos recursos, dos talentos e energia, no foco da visão. Com muita naturalidade as pessoas colocam o foco naquilo que não tem. e esse é um grande problema...

Muitas pessoas focam somente naquilo que não tem; elas sempre dizem; "Se eu tivesse um emprego melhor..." "Se morasse em outro país..." "Se eu fosse casado com outra pessoa..." "Se eu pertencesse a outra família..."

Disse Jesus: "Quem é fiel no pouco também é fiel no muito; quem não é fiel no pouco também não fiel no muito" (Lucas 16.10).

Arrependa-se, e peça perdão a Deus, por ter feito estas declarações pessimistas, elas refletem falta de fé, duvida, medo; elas mostram que você está focando naquilo que você não tem.

Sempre que colocamos o nosso foco naquilo que não temos, nós reclamamos, murmuramos, invejamos, e não andamos em vitória. Temos que colocar o foco naquilo que Deus já nos deu. Tudo o que Deus começa, Ele termina...

Antes da multiplicação dos pães e peixes, o foco dos discípulos de Jesus estava naquilo que eles não tinham (Mateus 14.15). O foco de Jesus estava naquilo que Ele era e naquilo que Ele tinha (Mateus 3.17; 14.13-21).

Deus perguntou a Moisés: "Que isso que tens na mão? Respondeu-lhe: um cajado" (Êxodo 4.3).

Davi colocou o foco naquilo que ele tinha em suas mãos, uma funda e cinco pedras, e assim ele venceu o gigante Golias (1 Samuel 16.40,48-50).

O seu milagre começa com aquilo que você tem em sua casa.

A viúva pobre que procurou o profeta Eliseu... Deus usou o pouco de azeite que ela tinha em sua casa para realizar o milagre que ela precisava (2 Reis 4.1-7).

Jesus ensinou os seus discípulos a focar naquilo que eles tinham em suas mãos, cinco pães e dois peixes (Mateus 14.13-21).

O apóstolo Pedro aprendeu a focar naquilo que ele tinha: "Não tenho prata e nem ouro. mas o que tenho, isso te dou, em nome de Jesus o nazareno, levanta e anda" (Atos 3.1-10).

Foque naquilo que Deus já deu a você: O perdão dos seus pecados. Eterna salvação em Cristo Jesus. O poder e os dons do Espírito Santo. A sua família. A sua igreja. O seu trabalho. A sua casa, os seus bens. Os seus talentos

Alinhe o seu foco com os propósitos de Deus. Conhecer a Deus e fazer a sua vontade deve ser o nosso foco.

A nossa missão é dar continuidade à missão que Jesus começou (João 20.21).

Quando você está alinhado com o coração de Deus, o seu sucesso é o sucesso de Deus

Transcrito Por Litrazini

Graça e Paz

sexta-feira, 21 de julho de 2017

O SENHOR OUVE E VÊ!

Será que quem fez o ouvido não ouve? Será que quem formou o olho não vê? (Sl 94.9.)

Há pessoas que pecam a partir do crepúsculo, ao entardecer do dia, sob a proteção da escuridão da noite (Pv 7.9).

Há pessoas que pecam bem longe de casa, numa região distante, sob a proteção do anonimato (Lc 15.13).

Há pessoas que pecam nas fendas das rochas, em esconderijos naturais ou especialmente construídos para esse fim, sob a proteção da hipocrisia (Ez 8.12).

Há pessoas que pecam em lugares desertos, onde não há ninguém para ver, ninguém para ouvir, ninguém para denunciar, ninguém para testemunhar, sob a proteção do sigilo (Gn 4.8).

Todas essas pessoas estão absolutamente certas e seguras de que seus crimes jamais serão conhecidos. Trata-se, no entanto, de uma incrível ingenuidade. Daí a questão levantada pelo salmista: “Será que quem fez o ouvido não ouve? Será que quem formou o olho não vê?” (Sl 94.9).

O transgressor nunca aprende. É sempre bobo. Acredita piamente na segurança dos seus esconderijos. Como lembra o Salmo 94, ele despeja palavras arrogantes, enche-se de vanglória, massacra o povo, mata viúvas e estrangeiros, assassina órfãos e ainda diz: “O Senhor não nos vê; o Deus de Jacó nada percebe” (v. 7).

Todos os pecadores são assim, inclusive o tal de Jazanias e mais setenta autoridades de Israel, que adoravam ídolos estranhos num compartimento secreto em Jerusalém e diziam tranqüilamente: “O Senhor não nos vê; o Senhor abandonou o país” (Ez 8.12).

A verdade, porém, é que aquele que fez o ouvido e formou o olho está ouvindo o que eles dizem e vendo o que eles fazem. Além disso, o Senhor, mais cedo ou mais tarde, “trará à luz o que está oculto nas trevas e manifestará as intenções dos corações” (1Co 4.5)! 

Retirado de Refeições Diárias com o Sabor dos Salmos  Editora Ultimato.

Por Litrazini

Graça e Paz

quinta-feira, 20 de julho de 2017

A RESTAURAÇÃO DAS BENÇÃOS PERDIDAS

Então o Senhor se mostrou zeloso da sua terra, e compadeceu-se do seu povo. E o Senhor, respondendo, disse ao seu povo: Eis que vos envio o trigo, e o mosto, e o azeite, e deles sereis fartos, e vos não entregarei mais ao opróbrio entre os gentios. Mas removerei para longe de vós o exército do norte, e lançá-lo-ei em uma terra seca e deserta; a sua frente para o mar oriental, e a sua retaguarda para o mar ocidental; e subirá o seu mau cheiro, e subirá a sua podridão; porque fez grandes coisas. (Joel 2.18-20).

Quando voltamos para o Senhor em consagração total, Deus ouve as nossas orações, remove o pecado, a transgressão e a iniqüidade; restaura as bençãos materiais e espirituais.

BENÇÃO MATERIAIS SÃO RESTAURADAS (JOEL 2.19).
Logo que o povo se voltou para Deus, as chuvas restauradoras foram derramadas, a terra voltou a florescer e a frutificar, os celeiros foram cheios novamente; Deus deu ao seu povo a benção da prosperidade. É das mãos de Deus que procede toda boa dádiva (Deut. 28.1-14; Tiago 1.17).

A VERGONHA É REMOVIDA (Joel 2.19b).
Deus levanta a sua igreja das cinzas da humilhação, restaura-lhe a dignidade, e a coloca com luz para as nações.

O INIMIGO É DESTRUÍDO (Joel 2.20).
A restauração e a vitória de Judá sobre os seus inimigos não vieram de suas habilidades, mas da intervenção poderosa de Deus.  (Isaias 37.36-38).

AS BENÇÃOS SÃO RESTAURADAS POR MEIO DO ARREPENDIMENTO  (Joel 2.17).
Tem que haver da nossa parte arrependimento sincero e honesto pelo pecado cometido. Deus nos salva do pecado, e, não no pecado.

AS BENÇÃOS SÃO RESTAURADAS PELA ORAÇÃO (Joel 2.19).
Quando você ora com o coração quebrantado, os céus se movem, e grandes milagres de Deus acontecem.

A oração move a mão daquele que move os céus e a terra. A restauração das bençãos não é pelos méritos do homem; mas pela compaixão, graça, generosidade, e misericórdia de Deus (Joel 2.18).

O amor de Deus por nós é eterno e incondicional.

A BASE DA RESTAURAÇÃO DAS BENÇÃOS É A ALIANÇA DE DEUS (Joel 2.18).
Deus é fiel para cumprir tudo o que promete (2 Crônicas. 7.14).

Transcrito por Por Litrazini

Graça e Paz