sábado, 15 de julho de 2017

NASCENDO DE NOVO

“Pois todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus, e são justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus.” (Rm. 3.23,24).

Quando Jesus meio ao mundo, como homem, Ele nos remiu de todos os pecados, dores, enfermidades e transgressões. Mas, somente têm direito à salvação, aqueles que se arrependerem, crerem e proclamarem publicamente com seus próprios lábios que aceitam o sacrifício de Jesus Cristo, homem.

Não somos salvos pelas nossas boas obras, mas, pelo sacrifício redentor de Jesus ao ser crucificado na Cruz do Calvário. “Pois, é pela graça que sois salvos, por meio da fé – e isto não vem de vós, é Dom de Deus – não das obras, para que ninguém se glorie” (Ef. 2.8,9).

Adão condenou a humanidade, quando desobedeceu a Deus no jardim do Éden e, comeu do fruto da árvore do conhecimento, tornando-nos a todos pecadores por herança.

Todavia, o Senhor precisava de alguém puro e sem pecados, mas, não encontrou ninguém na face da terra que fosse santo; A única solução foi mandar Jesus Cristo, seu Filho unigênito, na forma humana, para que a chave da vida eterna fosse resgatada e o homem passasse a ter direito à salvação.

Com a crucificação de Jesus, puro, sem pecado, foi paga a dívida contraída por Adão e retomada a autoridade sobre a vida humana.

“Tendo sido sepultados com Ele no batismo, nele também ressurgistes pela fé no poder de Deus, que o ressuscitou dentre os mortos. E a vós outros que estáveis mortos nos vossos pecados, e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com Ele, perdoando-nos todos os nossos delitos, havendo riscado o escrito de dívida que havia contra nós nas suas ordenanças, o qual nos era contrário, tirou-o do meio de nós, cravando-o na cruz. E, tendo despojado os principados e as potestades, os expôs publicamente ao desprezo. E deles triunfou na cruz. (Cl. 2.12 a 15).

O batismo, significa o enterro da herança deixada por Adão, de homem pecador. Ao submergir da água, nasce o novo homem, a nova natureza de Cristo Jesus. “Jesus respondeu: Em verdade, em verdade te digo que quem não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Poderá voltar ao ventre de sua mãe e nascer? Jesus respondeu: Em verdade, em verdade, te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.” (Jo. 3.3 a 5)

Lidiomar Trazini Granatti / Por Litrazini

Graça e Paz