quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

O QUE FAZER COM LITERATURAS DE SEITAS?

“Muitos também dos que tinham praticado artes mágicas ajuntaram os seus livros e os queimaram na presença de todos; e, calculando o valor deles, acharam que montava a cinquenta mil moedas de prata.” (Atos 19.19)

Frequentemente ouvimos a seguinte queixa de pessoas que deixam as seitas “O que devo fazer com a literatura da minha antiga religião?”

A resposta a esta pergunta não é tão simples. Muitos ex-membros de seitas investiram uma grande quantidade de dinheiro em livros e artefatos, incluindo bibliotecas de obras inteiras (por exemplo, adventistas, mórmons e Testemunhas de Jeová) de seus antigos líderes e profetas. A eliminação desse material todo representa a perda de grandes quantidades de dinheiro e também dá muito trabalho.

A SEGUIR DAMOS ALGUMAS DICAS DO QUE FAZER COM A LITERATURA HERÉTICA:

DOAR AOS MINISTÉRIOS APOLOGÉTICOS – Ministérios apologéticos frequentemente coletam livros de seitas para fins de pesquisa. Uma vez que essas seitas muitas vezes mudam o conteúdo de seus livros com impressões sucessivas, é útil possuir cópias de versões antigas e fora de impressão comparando com a nova versão a fim de verificar se houve alteração de doutrinas ou mudanças em algum ensinamento específico. 

Recomendamos que pessoas que se libertaram das seitas ou estão em vias de libertação e que desejem dispor de seus livros, entrem em contato com o CACP ou algum ministério que trabalhe com o evangelismo de seitas para a doação deste material. Por outro lado, mesmo os apologistas só podem armazenar certo número de livros.

JOGAR NO LIXO – Jogar fora os livros ou mesmo reciclá-los é uma opção, mas este método de dispor-se da literatura herética pode resultar em perigo às pessoas que eventualmente possam achar esses livros em lixos e lê-los.

DOAR ÀS BIBLIOTECAS OU SEBOS – Doar as bibliotecas municipais ou vendê-los em sebos é um problema ainda maior; eles tornam-se acessíveis para pessoas interessadas em religião, mas despreparadas apologeticamente a um preço muito reduzido!

DEVOLVER A SEITA – Outro erro é devolver às bibliotecas da seita ou aos membros dela que ainda estão em atividade. Lembre-se: o que você não quer de ruim para você, não faça aos outros.

DESTRUÍ-LOS – Quando a pessoa não conseguir dispor da literatura herética pela primeira opção, então somente destruindo-os garante que ninguém mais possa lê-los. Os livros de seitas, tais como os do espiritismo, da teosofia, dos mórmons, dos adventistas, dos Testemunhas de Jeová e de outras seitas similares, ensinam heresias. 

Na maioria das vezes esses escritos são frutos da imaginação de falsos profetas que deturparam a Escritura e o evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo. A teologia derivada de suas visões e endossos não é o evangelho de vida da expiação substitutiva e da obra acabada do Senhor Jesus na cruz. Pelo contrário, é uma mistura sincrética de graça e boas obras, obediência a organização e devoção ao líder da seita.

Os crentes em Éfeso nos dão um exemplo claro de uma forma apropriada de dispor da literatura herética. Livros que ensinam heresias, de acordo com o exemplo do livro de Atos, devem ser destruídos. 

Ao destruir essas literaturas que pervertem a verdade bíblica, a pessoa está demonstrando obediência à Palavra de Deus. É um ato de proteção e preocupação para com seus vizinhos, amigos e a sociedade em geral. Ao se livrar da literatura perniciosa das seitas, que, do ponto de vista espiritual, se configura como doutrinas de demônios, você está fazendo uma escolha entre a vida e a morte.

Prof. Paulo Cristiano da Silva

Por Litrazini

Graça e Paz