quarta-feira, 4 de julho de 2018

A BATALHA INTERNA


Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito , o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam. (Gálatas 5.17)

Não se desespere quando sentir que a natureza pecaminosa luta continuamente contra o Espírito ou quando não puder forçar a natureza pecaminosa a se sujeitar imediatamente ao Espírito.

Não se surpreenda nem se assuste ao se tornar ciente deste conflito entre a natureza pecaminosa e o Espírito em seu corpo.

Pelo contrário, anime-se quando Paulo diz que os desejos da natureza pecaminosa são contrários ao Espírito. “Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam.” Com essas palavras, ele conforta aqueles que estão sendo provados.

É como se Paulo dissesse: “É impossível seguir o Espírito em todas as situações sem que a natureza pecaminosa interfira. Ela será um obstáculo para que você não faça o que realmente quer. Neste ponto, resistir à natureza pecaminosa é suficiente para que você não gratifique os seus desejos.

Siga o Espírito, não a natureza pecaminosa, que rapidamente se torna impotente porque é muito impaciente. Ela duvida, reclama, procura vingança, odeia a Deus, luta contra ele e se desespera”.

Se você estiver ciente dessa batalha, não se desespere, mas resista no Espírito e diga: “Eu sou um pecador e me sinto pecador, pois ainda estou neste corpo. Enquanto eu viver o pecado se atracará a este corpo. Mas eu obedecerei ao Espírito, e não à natureza pecaminosa. Eu me agarrarei a Cristo por meio da fé e da esperança nele e encontrarei conforto em sua Palavra”.

Você não agradará aos seus maus desejos quando for fortalecido assim.

Retirado de Somente a Fé – Um Ano com Lutero. Editora Ultimato.

Por Litrazini
Graça e Paz