sábado, 14 de julho de 2018

UM ERRO PODE ESCONDER OUTRO ERRO


Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se veem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis (Romanos 1:20)

Na França, nas passagens de nível, há cartazes indicando que se deve tomar cuidado, porque um trem pode esconder outro trem. No âmbito espiritual, às vezes, um erro também esconde outro erro ou muitos outros erros.

Por exemplo, algumas pessoas põem em dúvida a existência da eternidade. Esse erro quase sempre é o resultado dum primeiro erro fundamental, que consiste em negar a existência de Deus.

Quando nos afastamos de Deus, nosso raciocínio é falso e começamos a duvidar das coisas verdadeiras e crer nas falsas.

Por outro lado, se aceitarmos a existência de Deus, o Criador Todo-Poderoso, Aquele que está por cima de tudo o que se vê, também reconhecemos que existe algo mais, um mundo invisível.

Talvez alguém diga que não temos nenhuma prova da existência de Deus, que não temos certeza.

O versículo de hoje mostra que a evidência do Universo criado, percebida pela inteligência natural, nos leva a reconhecer a existência do Criador. Todas as coisas criadas exigem a existência de um Criador.

Essa é uma constatação sensata e inevitável. Aquele que a recusa luta contra sua própria inteligência. Além disso, se equivoca em muitos outros pontos, pois se desvaneceram em seus próprios pensamentos (Romanos 1:21).

Por outro lado, quem aceita essa evidência da existência do Criador, está pronto para reconhecer a Sua grandeza e sabedoria e para escutar Sua Palavra.

Fonte: Devocional Diário Boa Semente

Por Litrazini
Graça e Paz