domingo, 1 de julho de 2012

Perdão, o recomeço, uma nova caminhada.


O SENHOR, não me repreendas na tua ira, nem me castigues no teu furor. […] Apressa-te em meu auxílio, SENHOR, minha salvação.(Salmos 38:1-22)

PERDOAR NÃO É UMA BOA IDÉIA APENAS!
Não é uma ação emocional, sentimental, é um mandamento de vida. Quem quer viver não pode desconhecer o que a palavra de Deus ensina sobre o perdão.

Perdoar é uma escolha que fazemos. É um ato da nossa vontade. Mas ninguém consegue perdoar sem a ajuda de Deus.

DAVI VIVEU UMA PROFUNDA EXPERIÊNCIA NO CAMPO DO PERDÃO!
Ao praticar uma má ação contra um dos seus homens ele produziu um profundo desequilíbrio em suas emoções. Ele imaginou que poderia deixar esta ação por conta do tempo, com o passar do tempo tudo voltaria ao normal.

Mas sem perceber ele começou a somatizar… guardar… arquivar as imagens daquele ato. E de repente ele se sentiu doente… fraco… triturado pela ação de um mal que não poderia ser curado com remédios.

A falta de perdão age como os verdugos, os açoites desses verdugos são desferidos no interior da pessoa. Eles privam, limitam, roubam a paz… sono… tranquilidade…

ESTA FOI A EXPERIÊNCIA VIVIDA POR DAVI!
Mesmo sendo um homem segundo o coração de Deus. Mesmo sendo um profundo adorador… Ele não fugia à regra. O seu estado mental era deplorável. A sua mente era uma babel de sentimentos.

Veja como ele se retrata… como se pesava… O SENHOR, não me repreendas na tua ira, nem me castigues no teu furor. Porque as tuas flechas se cravaram em mim, e a tua mão sobre mim desceu. Salmos 38:1-2. A sua mente estava ocupada com a culpa. Sentia-se repreendido por Deus. O seu pecado tinha uma voz que incomodava!

DAVI ENTROU NUM PROCESSO DE DEPRESSÃO PSICOLÓGICA!
Estou encurvado, estou muito abatido, ando lamentando todo o dia. (V. 6). Sentia-se um homem esmagado por um peso. Quando isto acontece – a pessoa perde o sentido da vida, a mente torna-se num lugar fúnebre, tudo passa a ter um peso descomunal. 

Estou fraco e mui quebrantado; tenho rugido pela inquietação do meu coração (V. 8) – Davi foi assolado por uma inquietação angustiante. Você sabe o que é ter um coração desassossegado? A angústia era a sua companheira inseparável.

O meu coração dá voltas, a minha força me falta; quanto à luz dos meus olhos, ela me deixou. (V. 10). O estresse tomou conta de Davi, taquicardia… disritmia… desmaio… respiração difícil… Parece que o ar está blindado… bloqueado… Os olhos perdem a capacidade de enxergar uma saída. 


AS CAUSAS DESSE DESEQUILÍBRIO SÃO MENCIONADAS POR DAVI!
Pois já as minhas iniquidades sobrepassam a minha cabeça; como carga pesada são demais para as minhas forças. (V. 4) – Pecados não perdoados.

SENHOR, diante de ti está todo o meu desejo, e o meu gemido não te é oculto (V. 9) – Ansiedades de coração.

Os meus amigos e os meus companheiros estão ao longe da minha chaga; e os meus parentes se põem à distância. (V.11) – solidão e abandono.

Também os que buscam a minha vida me armam laços e os que procuram o meu mal falam coisas que danificam, e imaginam astúcias todo o dia. (V.12) – pressão dos inimigos.

Algumas destas causas foram criadas pela mente de Davi. Ele não estava sozinho… não sofria nenhum ataque do inimigo, no entanto sentia-se acuado por todos os lados. 


PARA SE LIVRAR DESSES VERDUGOS É PRECISO TOMAR DECISÕES CONCRETAS!
Veja como Davi reagiu diante deste estado de descontrole:

Porque eu declararei a minha iniquidade; afligir-me-ei por causa do meu pecado (V. 18) – abriu o coração confessando o seu pecado!

Não me desampares, SENHOR, meu Deus, não te alongues de mim (V. 21) – clamou pela presença de Deus em sua vida!

Apressa-te em meu auxílio, SENHOR, minha salvação.(V. 22) – buscou refúgio e socorro em Deus!

Não há outro caminho a seguir senão voltar-se para Deus. O perdão pode ser a melhor medicina para libertar de doenças, enfermidades e até mesmo da miséria.

Recomece uma nova caminhada hoje com Deus!


Autor: Pr Vanderlei Frari

Por Litrazini

Graça e Paz