quinta-feira, 26 de julho de 2012

Recomendações a um homem de Deus


Você, porém, homem de Deus, fuja de tudo isso e busque a justiça, a piedade, a fé, o amor, a perseverança e a mansidão. Combata o bom combate da fé. Tome posse da vida eterna, para a qual você foi chamado. 1 Timóteo 6.11-12

Paulo começa suas recomendações a Timóteo com as palavras: “Você, porém”. Ele está exortando-o a não se deixar levar pela correnteza, ao contrário, ele deveria se diferenciar da cultura prevalecente, pois Timóteo era um homem de Deus, e seus valores e padrões eram baseados em Deus e não no mundo.

A seguir, Paulo faz três apelos:

Primeiro, o apelo ético.
“Fuja de tudo isso” e “busque a justiça, a piedade, a fé, o amor, a perseverança e a mansidão”.
Nós, seres humanos, somos bons corredores. Fugimos de qualquer coisa que esteja nos ameaçando, e corremos atrás de tudo que nos atrai. Não faríamos melhor se fugíssemos do mal e corrêssemos atrás da justiça?

A passividade não conduz à santidade, e nenhuma técnica pode alcançá-la. Temos apenas que correr.

Segundo, o apelo doutrinário.
Timóteo deveria combater “o bom combate da fé”.
A posição de Paulo é totalmente contrária à postura pós-moderna, pela qual a verdade é puramente subjetiva e cada um tem a sua verdade. Paulo se refere o tempo todo àquilo que ele chama de “a fé”, “a verdade”, “o ensino” e “o depósito” — um conjunto de doutrinas pelas quais Timóteo deveria lutar, ou seja, guardar e defender.

Lutar é uma atividade desagradável, mas que não pode ser evitada, pois esse é um “bom combate” para a glória de Deus e o bem-estar da igreja.

Terceiro, o apelo da experiência.
“Tome posse da vida eterna, para a qual você foi chamado.”
Pode parecer estranho que um líder cristão maduro como Timóteo precisasse desse tipo de apelo. Ele já não era cristão há muitos anos? Sim. Não havia recebido a vida eterna? Sim.

Então por que Paulo diz para ele tomar posse daquilo que ele já tinha?

A resposta é que é possível possuir algo sem desfrutar dele plenamente.

Concluindo, notamos que os três apelos de Paulo são equilibrados, incorporando ética, doutrina e experiência.

Alguns cristãos lutam o bom combate da fé, mas não buscam a justiça.

Outros são bons e mansos, mas não demonstram o mesmo interesse pela verdade.

E outros negligenciam a doutrina e a ética, na busca por experiências religiosas.

Que Deus nos dê homens como Timóteo no século 21, que buscam todos esses alvos simultaneamente!
Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas, e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a paciência, a mansidão. Milita a boa milícia da fé, toma posse da vida eterna, para a qual também foste chamado, tendo já feito boa confissão diante de muitas testemunhas. Mando-te diante de Deus, que todas as coisas vivifica, e de Cristo Jesus, que diante de Pôncio Pilatos deu o testemunho de boa confissão, Que guardes este mandamento sem mácula e repreensão, até à aparição de nosso Senhor Jesus Cristo; A qual a seu tempo mostrará o bem-aventurado, e único poderoso Senhor, Rei dos reis e Senhor dos senhores; Aquele que tem, ele só, a imortalidade, e habita na luz inacessível; a quem nenhum dos homens viu nem pode ver, ao qual seja honra e poder sempiterno. Amém. 1 Timóteo 6:11-16

Retirado de A Bíblia Toda, O Ano Todo (Editora Ultimato, 2007)

Por Litrazini

Graça e Paz