quinta-feira, 18 de julho de 2013

Efetue Pequenas Mudanças e Mude de rumo antes que seja tarde

"Instruir-te-ei e te ensinarei o caminho que deves seguir; e, sob as minhas vistas, te darei conselho." (Salmo 32.8) "Ensina-me, Senhor, o teu caminho, e andarei na tua verdade; dispõe-me o coração para só temer o teu nome." (Salmo 86.11) "Faze-me ouvir, pela manhã, da tua graça, pois em ti confio; mostra-me o caminho por onde devo andar, porque a ti elevo a minha alma." (Salmo 143.8)

Mudando de Rumo
Nós temos de mudar o rumo.  Não podemos continuar teimando, prosseguindo no caminho que nos levará à destruição. "Deixe o perverso o seu caminho, o iníquo, os seus pensamentos; converta-se ao Senhor, que se compadecerá dele, e volte-se para o nosso Deus, porque é rico em perdoar." (Isaías 55.7)

Em muitas áreas de nossa vida, não vamos conseguir mudar de rumo sozinhos. Precisaremos da ajuda de Jesus para modificar a direção de nossa existência, para humilhar-nos, quebrantar-nos nossa alma.

A maioria nem tenta mudar de vida: "Aprendi assim, vou morrer assim."

É como muitos católicos dizem:
"Meu avô era católico, meu bisavô também. Eu vou morrer católico."  Isso nos leva aonde? Não estou combatendo o catolicismo, mas o católico que prefere morrer infeliz do que mudar direção da sua vida.

O mesmo acontece na igreja evangélica. Aprendi assim, vou morrer assim. Não. Muda de rumo. Não está dando certo, muda de rumo. Não arrecada financeiramente, muda de rumo. Não tem ninguém para tocar guitarra, muda de rumo.

Quando estamos no caminho certo, tem gente para tocar, para ofertar, para tudo. Se isso não está acontecendo, temos de mudar de rumo porque algo está errado.

A sua insatisfação com o casamento, pode ser um sinal de alerta. Mude o rumo. Evite o desastre. Aí você poderá celebrar a sua vida de amor junto à pessoa amada.

Não estou dizendo que mudar de rumo é trocar de casa, de esposa, de marido, de trabalho, de endereço. Também não é mudar o rumo das pessoas com as quais nos relacionamos. Isso não adianta nada. Temos de modificar é o interior, o nosso próprio curso.

"Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque limpais o exterior do copo e do prato, mas estes, por dentro, estão cheios de rapina e intemperança! Fariseu cego, limpa primeiro o interior do copo, para que também o seu exterior fique limpo!" (Mateus 23.25-26)

A mudança começa no nosso interior, no nosso coração. Então o exterior refletirá a mudança do nosso interior.

Efetuando Pequenas Mudanças
Pequenas mudanças levam a grandes resultados. Elas produzirão grandes e positivos efeitos em nossa vida.Nós temos de mudar o pequeno. As coisinhas.

Quando eu sofri o enfarte, fui obrigado a mudar meus hábitos. Eu tive de praticar exercícios, entre os quais a corrida. Quando eu comecei a correr, foi difícil. Não era gratificante. Eu gostava de jogar futebol, pois é um esporte coletivo, no qual você se relaciona com amigos. Correr sozinho é duro. Meu corpo não queria; reclamava de dores.ontudo eu insisti. Troquei o tênis, mas as dores continuavam. Continuei correndo todos os dias: dois, três, quatro, cinco quilômetros. Agora, correr é bom demais. Quando está faltando 500 metros para terminar o percurso definido, eu dou um pique, e meu corpo diz: "Se quiser, posso correr mais". Eu gostava de gordurinha de picanha. Agora não consigo mais comer. Eu não "dispensava" a pelinha da galinha. Hoje não dá mais. Mudei de rumo. Meu corpo acostumou-se com a disciplina e com o bem que esta faz.

Esse princípio se aplica também à vida espiritual. Começamos a orar. No princípio é difícil. Mas aos poucos, com atitudes simples e pequenas mudanças, criamos o hábito de orar. Então, a oração passará a ser um momento de prazer e satisfação. O mesmo acontece com a leitura da Bíblia. São as pequenas decisões do dia-a-dia que criam o hábito da leitura. Dizimar também. Então, passamos a fazer tudo isso com alegria e contentamento. E tudo começa com as pequenas mudanças.

Evitando Estabelecer Alvos Intangíveis
Sabe o que me dá esperança? É que estou falando de pequenas mudanças, não de santidade ou perfeição absoluta.

Sabe qual é o problema das igrejas? Elas criam um patamar de santidade tão elevado que ninguém consegue atingir.

O Senhor não age assim. Ele tem paciência conosco e nos guia e ensina como um pai faz com o filho.O nosso anseio deve ser aprender do Senhor e fazer o que agrada ao seu coração, e não sermos "gigantes" espirituais.

"Senhor, não é soberbo o meu coração, nem altivo o meu olhar; não ando à procura de grandes coisas, nem de coisas maravilhosas demais para mim. Pelo contrário, fiz calar e sossegar a minha alma; como a criança desmamada se aquieta nos braços de sua mãe, como essa criança é a minha alma para comigo.Es pero, ó Israel, no Senhor, desde agora e para sempre". (Salmo 131.1-3)

Mudemos nas pequenas coisas. Então, Deus vai nos dar forças para modificarmos nossas atitudes até que a santidade divina opere maravilhosamente em nossa vida. "Mas a vereda dos justos e como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito." (Provérbios 4.18)

Dr. Silmar Coelho

Por Litrazini
http://www.kairosministeriomissionario.com/


Graça e Paz