sexta-feira, 19 de setembro de 2014

A LEI DO AMOR E A ESSÊNCIA DE DEUS

“E naquele dia, diz o SENHOR, tu me chamarás: Meu marido; e não mais me chamarás: Meu senhor” (Os 2.16)

“Amarás, pois, o SENHOR teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças” (Dt 6.5)  O maior mandamento se inicia com o verbo amar. A essência de Deus é o amor, pois a Palavra diz que “Deus é amor”. Sendo assim, Ele precisa amar e Ele ama.

Imagine a luz: ela tem a função de iluminar.  Esta é a sua natureza. Se ele não puder iluminar, não há razão de ser o que é. Uma mãe precisa cuidar dos filhos, se ela não puder faze-lo, ficará frustrada, triste, infeliz. Assim também é Deus.

ENTENDENDO DEUS
No livro do profeta Oseias, Deus cita Israel como sua esposa. “E naquele dia, diz o SENHOR, tu me chamarás: Meu marido; e não mais me chamarás: Meu senhor” (Os 2.16)

Israel traiu a Deus, adorando a baal e, por causa disso, o Senhor fala que vai castigar seu povo como o marido que é traído pela esposa. Castigá-la-ei pelos dias dos Baalins, nos quais lhes queimou incenso, e se adornou dos seus pendentes e das suas jóias, e andou atrás de seus amantes, mas de mim se esqueceu, diz o SENHOR (Os 2. 13)

DESERTO
Deus diz que vai levar o seu povo ao deserto para provar seu coração... isso porque eles traíram a Deus, se prostituindo com a adoração a baal. (Os. 2:14-18). Portanto, eis que eu a atrairei, e a levarei para o deserto, e lhe falarei ao coração E lhe darei as suas vinhas dali, e o vale de Acor, por porta de esperança; e ali cantará, como nos dias de sua mocidade, e como no dia em que subiu da terra do Egito. E naquele dia, diz o SENHOR, tu me chamarás: Meu marido; e não mais me chamarás: Meu senhor. E da sua boca tirarei os nomes dos Baalins, e não mais se lembrará desses nomes. E naquele dia farei por eles aliança com as feras do campo, e com as aves do céu, e com os répteis da terra; e da terra quebrarei o arco, e a espada, e a guerra, e os farei deitar em segurança.


Deus está agindo como um marido apaixonado, que castiga se for traído, mas que também está disposto a perdoar, dando segurança e os melhores presentes se Israel esquecer-se de baal.

CHUVA COMO DECLARAÇÃO DE AMOR
E desposar-te-ei comigo em fidelidade, e conhecerás ao Senhor. E acontecerá naquele dia que eu atenderei, diz o SENHOR; eu atenderei aos céus, e estes atenderão à terra. E a terra atenderá ao trigo, e ao mosto, e ao azeite, e estes atenderão a Jizreel. (Os. 2:20-22) Interpretando este verso, vemos que Deus está dizendo que vai mandar a chuva e colheitas abundantes como uma declaração de Amor ao seu povo. Mas esta promessa é para aqueles que têm intimidade, como uma esposa fiel.

Se você quer entender a Deus, imagine um casal apaixonado: Ambos exigem o amor um do outro. Ambos querem ter o primeiro lugar na vida um do outro. A pessoa que ama exige e dá o primeiro lugar de sua vida para a pessoa amada. O primeiro pensamento do dia é para a pessoa que você ama. A primeira palavra é para pessoa amada. Quem ama sempre pensa em dar o melhor e mais precioso presente para a pessoa amada.

Assim também é com Deus. Deus ama você com um amor imensurável! Muito maior do que você possa imaginar. Seu amor é profundo, largo, alto, comprido, longo ... “...Possam perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade, E conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus” (Ef. 3:18,19).  “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3.16)

Vejamos o que Deus exigia da sua esposa (Israel) e assim temos ideia do que Ele exige de nós: AMOR DE TODO CORAÇÃO, ALMA E TODAS AS FORÇAS (Dt 6:4-6)

Conclusão
Os apaixonados têm um dia especial para se encontrar e dedicam toda sua atenção para a pessoa amada. Assim também é Deus: quer relacionamento de intimidade e qualidade de tempo conosco.


Assim como você exige amor da pessoa que você ama, Deus também nos ama e exige esse amor de nós.

Autoria: Joel Engel

Por Litrazini:


Graça e Paz