terça-feira, 8 de setembro de 2015

PRATICANDO A FÉ

 “…Sede cumpridora da palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos com falsos discursos, Porque se alguém é ouvinte da palavra, e não cumpridor, é semelhante ao homem que contempla ao espelho o seu rosto natural; …” (Tg,1,19-27)

Vivemos num tempo em que há uma grande distância entre o dizer e o fazer, pregar e praticar, e dar exemplo. Que Deus nos ajude a viver na prática de sua palavra. Fé prática na vida pessoal

1. PRONTOS PARA OUVIR (V.19B)¨ PRONTO PARA OUVIR E TARDIO PARA FALAR, TARDIO PARA SE IRAR¨
A bíblia dá mais valor a quem sabe ouvir que a quem sabe falar. Ela manda o filho ouvir a instrução do pai (Pv 1:8), ouvir as palavras do sábio (Pv 22:17) e diz que melhor a repreensão dos sábios do que a canção dos tolos (Ec 7:5).

É comum vermos pessoas tendo tempo pra ouvir falar de muitas coisas, política, esporte, novelas, filmes, da vida alheia, porem observamos que tais pessoas não têm a mesma disposição para ouvir a palavra de Deus. Jesus disse “quem é de Deus ouve a palavra de Deus”

É importante também saber ouvir a palavra de Deus (João 8.47). Ouvir não é escutar, mas ouvir tem relação com atenção, obediência e prática. Quem assim o faz é considerado prudente (Mt 7:24) e sábio (Pv 8.33).

O ditado popular afirma: “Quem muito fala, muito erra”. E a bíblia assevera solenemente: ‘. “O homem de entendimento cala-se.” (Pv 17:28). E mais: “Até o tolo, quando se cala será reputado por sábio” (Pv. 17:28).

Existem muitas pessoas angustiadas porque falam de mais, e a bíblia afirma isso, (Pv.21:23) ” o que guarda sua boca e sua língua, guarda sua alma da angustia”. Muitos pais no momento de desequilíbrio emocional falam sem pensar e liberam palavras de maldições sobre os filhos, casamentos estão sendo dissolvido por conta de palavra imprudente, Deus me escolheu e você para que, de sua boca saia só palavras que venham abençoar outras pessoas. “palavras são sementes”. Ver Ef 4.29 que diz:  “Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que de graças aos que a ouvem.”

A ira traz muitos males e perdas. A bíblia nos ensina sabiamente: “irai-vos e não pequeis, não se ponha o sol sobre a vossa ira.” (Ef 4:26). Isso significa que você não pode nutrir sentimento de ira, isso poderá te levar a prejuízos espirituais, Jesus, no templo, virou mesas e expulsou cambistas, mas não pecou. Moisés, ao ver a idolatria do povo com o bezerro de ouro, quebrou as tábuas da lei e puniu os idólatras, mas não pecou. Se ire contra o pecado, contra sua vida inerte espiritual, contra os demônios que tem destruído muitas famílias. Se levante pra fazer a diferença em nome de Jesus.

2. REJEITANDO TODA IMUNDÍCIA (V.21)
Aqui imundícia é sinônimo de pecado, iniquidade, pensamentos maus, mentiras, adultérios etc. Devemos evitar as portas por onde essa imundícia entra na nossa vida, como filmes pornográficos, revistas pornográficas, ou seja aquilo que incitas nossos olhos ao pecado, como também más companhias e leituras não construtivas, e atentar para o que diz (Sl 101:3. 5).  Recebendo a palavra com mansidão (v.21) Devemos receber a palavra com mansidão, ainda que seja uma exortação que não queríamos ouvir, o salmista Davi nos orienta a guarda a palavra no coração para não pecar ou seja, quando a palavra de Deus tem espaço prioritário em nossas vidas, o pecado se torna mas fácil de ser combatido.

Portanto em todas as situações que você esteja ou venha passar: ouça, guarde e pratique a palavra de Deus. Não abra mão disso, pois os céus e a terra passarão, porem a palavra de Deus permanecera para sempre, (Mt 24.35).

FÉ PRÁTICA NA VIDA SOCIAL
A PRÁTICA DA PALAVRA NA VIDA PESSOAL CERTAMENTE MODIFICARÁ A VIDA SOCIAL.
1.FÉ E OBRAS: A fé sem obras pode salvar? Tiago faz uma pergunta incisiva (Tg 2.14). Após exemplificar o caso de um irmão ou irmã necessitado e dos perdidos sem ter suas necessidades satisfeitas, Tiago afirma categoricamente que a fé, se não tiver obras, é morta em si mesma. “Ele desafia alguém a mostrar a fé sem obras e garante que pode mostrar a fé pelas obras. Após citar o exemplo de Abraão, Tiago ensina que a fé coopera com as obras e que pelas obras temos nossa fé aperfeiçoada, moldada pelo Senhor”.

2. RELIGIÃO PURA: Dentre outros pontos, o autor diz que a religião pura é visitar órfãos e viúvas, que representam, também, todos os necessitados, os famintos, os carentes físicos e emocionais. Quem quer praticar a religião pura precisa cuidar do corpo tanto quanto da alma e do espírito. Jesus pregou a maior mensagem, mas multiplicou o pão duas vezes, alimentando os famintos. Além disso, a ordem que ele deu aos discípulos foi “.dai-lhe vos de comer.” (Mt 14.16).

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho para morrer na cruz”, ou seja, ele provou na pratica, vendo nossa necessidade de salvação ele agiu, sendo assim precisamos fazer algo pelos necessitados

Devemos viver uma vida que agrade a Deus, e que venhamos mostrar através de uma vida pratica os frutos dessa vida.

Alex  Souza

Por Litrazini

Graça e Paz