terça-feira, 24 de janeiro de 2017

A CONSTÂNCIA NO ESTUDO BIBLICO

As verdades centrais tendem a reaparecer não importando a cultura ou a época; Não importando a nação ou o século. O ensino Bíblico sobre decência e humildade é constante. O princípio de tolerância e unidade percorre toda a Bíblia. O amor de Deus, o amor ao próximo, o respeito à vida, a adoração regular, a dedicação à família – estes são freqüentemente defendidos e totalmente honrados através das Escrituras.

Talvez o surpreenda saber que a Bíblia não é uniforme quando se trata de ministério de mulheres na igreja.

Paulo em 1 Timóteo 2:11-12 e em 1 Coríntios 14:34-35 instruiu as mulheres a não ensinarem ou terem autoridade sobre os homens. Se entendermos isso literalmente, então as mulheres não estariam autorizadas a cantar nas reuniões, a dar opinião em aulas, ou até mesmo a dizer “amém” a um ponto dito pelo pregador.

Aparece a questão, isto tem a intenção de ser uma regra permanente ou foi uma ordem específica dada por Paulo em uma situação específica?

Vamos passá-la pelo teste da constância. Qual a freqüência de Paulo nessa questão? Ele ensinou o mesmo em outras cidades e escreveu o mesmo em outras cartas? Talvez o surpreenda saber que não.

Em Romanos 16:1 uma mulher chamada Febe é citada como diaconisa e em Romanos 16:3 uma mulher chamada Priscila é citada como uma apóstola. As mulheres são encontradas ensinando em Atos 18:26 e profetizando em Atos 21:9 e 1 Coríntios 11:5. Por que ele teria mulheres discursando em um lugar e aconselhando-as a refrear suas línguas em outro?

Um estudo cuidadoso de 1 Timóteo revela que as mulheres problemáticas eram uma parte importante dos problemas da igreja. Aparentemente o problema em Éfeso era um problema local. E as instruções sobre silêncio foram propostas para aqueles ouvintes.

O estudo bíblico sensato inclui uma procura por temas recorrentes na Bíblia. As verdades centrais tendem a reaparecer não importando a cultura ou a época. Não importando a nação ou o século.

Note como o Principal Professor usou toda a Bíblia quando Ele ensinou.
“Então lhes disse Jesus: Ó néscios e tardos de coração para crer tudo o que os profetas disseram! Porventura não convinha que o Cristo padecesse e entrasse na sua glória? E, começando por Moisés, discorrendo por todos os profetas, expunha-lhes o que a seu respeito constava em todas as Escrituras” (Lucas 24:25-27).

Você viu onde Jesus se desviou de Sua mensagem? “E, começando por Moisés, discorrendo por todos os profetas, expunha-lhes o que a seu respeito constava...” Jesus não ensinou textos isolados, mas ao invés disso ensinou a mensagem generalizada da Bíblia.

Enquanto estudamos, devemos fazer o mesmo. Comentários sobre vestuário variam de cultura para cultura, de nação para nação – mas o ensinamento sobre decência e humildade é sempre constante.

A ordem de Paulo para não comer alimentos oferecidos a ídolos aparece apenas duas vezes – mas o princípio de tolerância e unidade percorre toda a Bíblia.

Certos princípios estão sempre errados. (Adultério, gula, fornicação, embriaguez, furto, homossexualidade).

Certos princípios estão sempre certos. (O amor a Deus, o amor ao próximo, o respeito à vida, a adoração regular, a dedicação à família).

Estude a Bíblia. Enquanto você fizer isto, procure pelos temas recorrentes das Escrituras. Fazendo isso, você entenderá o que é importante para Deus

Max Lucado

Por Litrazini

Graça e Paz