segunda-feira, 15 de maio de 2017

DUPLA PREPARAÇÃO

Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar (João 14:2).

A “casa do Pai” que o Senhor Jesus menciona aqui é a gloriosa presença de Deus no céu. De lá o Filho de Deus veio ao mundo para se tornar Homem e pouco antes de sua morte na cruz ele afirmou aos seus discípulos que para ali retornaria após a ressurreição.

O Senhor também fez uma promessa nova e revolucionária para os discípulos: um dia ele viria e levaria todos os que o amam e o obedecem para o lugar de onde ele mesmo veio!

Devido ao pecado, a raça humana foi banida do paraíso e, pior, de um relacionamento de intimidade com Deus. Como podemos então achar que temos direito ao céu por nossas “boas obras”? Isso é loucura!

Mas foi o próprio Filho de Deus que, de uma maneira dupla, abriu o céu para nós.

Primeiro, os pecadores têm de ser transformados para se tornarem aptos ao céu. Esta foi a razão pela qual o Senhor entrou na morte e suportou a punição divina referente ao pecado. Isso beneficia todos os que creem nele e confessam seus pecados a ele.

Por meio da obra expiatória de Jesus Cristo somos limpos de todo pecado e iniquidade e estamos livres para nos relacionarmos com Deus sem qualquer medo.

Segundo, o Filho de Deus prepara o céu para nós ao retornar para lá em glória. E se tornara Homem - Deus e Homem em uma só Pessoa, desde que ele veio ao mundo.

Tendo cumprido sua obra na terra ele subiu para o céu como Homem, o “Primogênito de toda a criação” (Colossenses 1:15), para preparar “um lugar” para os que Lhe pertencem.

Extraído do devocional BOA SEMENTE

Por Litrazini

Graça e Paz