domingo, 15 de maio de 2011

A Correção do Senhor

“E já vos esquecestes da exortação que argumenta convosco como filhos: Filho meu, não desprezes a correção do Senhor e não desmaies quando, por ele, fores repreendido; porque o Senhor corrige o que ama e açoita a qualquer que recebe por filho” (Hb 12.5-11).

Vejamos vários fatos a respeito da disciplina que Deus aplica aos crentes, e as dificuldades e aflições que ele permite que soframos.

1- São sinal de que somos filhos de Deus - Se suportais a correção, Deus vos trata como filhos; porque, que filho há a quem o pai não corrija?Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são feitos participantes, sois então bastardos, e não filhos.(Hb.12. 7,8).

2- São uma garantia do amor e cuidado de Deus por nós - Porque o Senhor corrige o que ama, E açoita a qualquer que recebe por filho. (Hb.12. 6).

3- A disciplina do Senhor tem dois propósitos:

(a) que não sejamos, por fim, condenados com o mundo (1 Co 11.31, 32), e
(b) que compartilhemos da santidade de Deus e continuemos a viver uma vida santificada, sem a qual nunca veremos o Senhor (vv. 10, 11, 14).

4 Há dois possíveis resultados da disciplina do Senhor.

(a) Podemos suportar as adversidades, às quais Deus nos leva, submeter-nos à sua vontade e continuarmos fiéis a Ele (vv. 5,6). Fazendo assim, continuaremos a viver como filhos espirituais de Deus (vv. 7-9), a compartilhar da sua santidade (v. 10); e produziremos então o fruto da justiça (v.11).

(b) Podemos desprezar a disciplina de nosso Pai (v.5), rebelar-nos contra ele por causa do sofrimento e da adversidade, e daí cairmos em apostasia (3.12-14; 12.25).

5- Andando na vontade de Deus, podemos sofrer adversidades:

(a) como resultado da nossa guerra espiritual contra Satanás (Ef 6.11-18);

(b) como teste para fortalecer nossa fé (1 Pe 1.6, 7) e as nossas obras (Mt 7.24-47; 1Co 3.13-15); ou

(c) como parte da nossa preparação para consolarmos o próximo (2 Co 1.3-5) e para manifestar a vida de Cristo (2 Co 4.8-10, 12, 16).

6- Em todos os tipos de adversidades, devemos buscar a Deus, examinar a nossa vida (2 Cr 26.5; Sl 3.4; 9.12; 34.17) e abandonar tudo quanto é contrário a sua santidade (vv. 10, 14; 60.1-12).

Fonte: Bíblia de Estudo Pentecostal

Por Lidiomar

Graça e Paz