sábado, 17 de setembro de 2011

A atuação dos espíritos malignos


Marcos 9.14-29 

Lembro-me de uma família no bairro Concórdia na qual havia um rapaz chamado Paulo. Ele era uma pessoa muito maravilhosa, mas tinha um espírito maligno que entrava nele e quando isso acontecia, ele ficava louco. 

Toda família sofria, muitas vezes a polícia civil amarrava esse rapaz porque ele começava a quebrar as coisas dentro de casa, ficava agressivo e ninguém sabia o que fazer. Ele ficava acuado, rosnava e eu observava aquilo e não via nenhuma pessoa que fizesse uma oração pelo Paulo. 

Era um grande sofrimento para todos. Passava-se o tempo ele se acalmava e depois de uns meses voltava a crise. A polícia o prendia novamente e depois o liberava porque ele não era um criminoso.

A única coisa que as pessoas tinham para o Paulo eram cordas, era um espetáculo degradante.

O pai do livro de Marcos 9.14-29 era um pai que sofria por ver seu filho possesso. Os espíritos malignos destroem a vida das pessoas, as humilham, e as colocam em posição degradante perante a sociedade. 

Os demônios trabalham na fraqueza da mente das pessoas que cometem uma tragédia e não sabem o que fizeram, porque estão possessas

Os espíritos malignos desvirtuam os bons costumes, denigrem o que é certo, destroem famílias, trabalham com o engano.

Muitas pessoas estão possessas e nem sabem. Existem mendigos aprisionados por satanás, geralmente essas pessoas são estudadas, de boas famílias e de repente entram numa situação triste, moram na rua, ficam meses sem tomar banho, andam sem direção e isso acontece como resultado da atuação do diabo em suas vidas.

Como uma pessoa em sã consciência pode ficar tanto tempo sem tomar banho e gostar de viver no meio da sujeira? 

Jesus perguntou ao pai do menino: “Há quanto tempo se sucede isso?” O pai responde: “Desde criança, o diabo o lança no fogo e na água.”

Existem pessoas sofrendo pelas consequências do espírito maligno que atuam em suas vidas. Já percebeu que os mendigos andam com mãos fechadas, pegam toco de cigarro no chão, andam com saco nas costas, não tem olhar fixo... Isso acontece por causa de algum problema sofrido que gerou brechas para que um espírito maligno entrasse. 

Jogos malignos, filmes de terror, de bruxaria, são pontos de contato para que demônios entrem e destruam vidas. 

O diabo não aparece de rabo e chifre, ele aparece usando sapatinho de algodão.


Precisamos saber que existem lutas, opressões e que o espírito maligno precisa de um corpo. Pode ser um cavalo, um gato, etc, ele só precisa de um corpo para atingir alguém. 

Mas Jesus liberta, Ele libertou aquele garoto e o entregou ao pai. Em nome de Jesus toda opressão, toda ingerência do maligno nas famílias repreendo em nome do Senhor Jesus. 

Jesus perguntou: 
"Até quando vos sofrereis?" Até quando o diabo zombará de você, até quando pegará seu casamento, seu ministério e jogar no fogo? Responda: "Até te encontrar Jesus."

Não precisamos sofrer nas mãos do diabo, o poder de Deus, o dynamus é Jesus, não é Maomé, não é Confuncio, não é o Papa, não é Aparecida do Norte, não é Pr. Jorge, Billy Graham, o poder de Deus é Jesus Cristo, Ele é o Senhor que liberta, que livra de toda opressão, de toda angústia. 

O diabo zombou só até agora, porque Jesus chegou! Aleluia!

Pr. Jorge Linhares

Transcrito por Lidiomar

Graça e Paz