sábado, 10 de janeiro de 2015

O CASAMENTO DA SANTIDADE COM A ALEGRIA

Deus pode evitar que vocês caiam e pode apresentá-los sem defeito e cheios de alegria na sua gloriosa presença. (Jd 24)
 
A Nova Jerusalém que vai descer do céu na plenitude da salvação será como uma noiva vestida a rigor para se encontrar com o seu noivo (Ap 21.2). Essa é a imagem da igreja que os escritores do Novo Testamento apresentam.
 
Judas faz um bom uso dela quando garante ao seu rebanho que Deus “é poderoso para guardá-los de escorregar e cair e de levá-los, perfeitos e sem pecado, à sua gloriosa presença, com vigorosas aclamações de alegria perpétua” (Jd 24, NBV).
 
Não é a primeira vez que essa promessa aparece na Bíblia. Paulo afirma que “nenhuma tentação é irresistível” (1Co 10.13, NBV) e dá a sua palavra de que o próprio Deus, com o seu poder e os seus recursos, não deixará que soframos tentações que não temos força para suportar. Mais ainda, “quando uma tentação vier, Deus dará forças a nós para suportá-la, e assim vocês poderão sair dela” (1Co 10.13).
 
Santificação e pureza interior são impossíveis sem o auxílio de Deus. É ele que pode evitar a nossa queda, que pode controlar a tentação e o Tentador.
 
Satanás é obrigado a pedir licença para peneirar, “como o lavrador peneira o trigo a fim de separá-lo da palha” (Lc 22.31), os servos de Deus. Paulo não tinha a pretensão de se resguardar do pecado sem o auxílio de cima: “Com a força que Cristo me dá, posso enfrentar qualquer situação” (Fp 4.13).
 
Judas liga a santidade com a alegria. Esta é a consequência natural daquela. Quem busca a santidade encontra a alegria.
 
A santidade é uma obrigação. A noiva tem de ser bela, não pode ter mancha, tem de estar bem arrumada e bem-vestida. Isso porque ela vai ao encontro do noivo, para as bodas, ocasião em que os convidados (miríades e miríades de anjos, miríades e miríades de salvos), estarão todos vestidos de roupas brancas (Ap 7.9), símbolo da pureza!
 
Dobro a minha cerviz até o chão para confessar a minha dependência de Deus!

Retirado de Refeições Diárias com os Discípulos Editora Ultimato.
 
Por Litrazini
 
Graça e Paz