sexta-feira, 19 de junho de 2015

QUEM REALMENTE É JESUS?

QUEM JESUS DISSE SER? QUATRO COISAS QUE ELE DISSE SOBRE SI MESMO:

1. JESUS DISSE QUE DESCEU DO CÉU PARA VISITAR A TERRA COMO HOMEM.
Em João 6.38 diz: “Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele me enviou.” Isso prova que Jesus é eterno, ele já existia antes de seu nascimento como homem.

O próprio Deus se tornou "carne e osso" e viveu nesta terra. Como diz um dos pais da Igreja, Atanásio de Alexandria: “Ele se tornou o que somos para que fizesse de nós o que ele é.”

2. JESUS DISSE QUE ERA MAIS DO QUE UM HOMEM BOM.
Acho que pouquíssimas pessoas duvidam que Jesus era um bom homem, porém, ele mesmo não dizia isso de si mesmo. Em João 5.18 lemos: “além de não obedecer à lei do sábado, ele afirmava que Deus era o seu próprio Pai, fazendo-se assim igual a Deus.”

Jesus confirmou várias vezes para as pessoas que ele era Deus. Jesus foi morto pelo crime de “blasfêmia”. Em Marcos 14.61-64 relata: “Jesus permaneceu em silêncio e nada respondeu. Outra vez o sumo sacerdote lhe perguntou: Você é o Cristo, o Filho do Deus Bendito? Sou, disse Jesus. E vereis o filho do homem assentado à direita do Poderoso vindo com as nuvens do céu. O sumo sacerdote rasgando as próprias vestes, perguntou: Por que precisamos de mais testemunhas? Vocês ouviram a blasfêmia.”

Em João 8.58-59 Jesus diz: “Eu lhes afirmo que, antes de Abraão nascer, Eu Sou! Então, eles apanharam pedras para apedrejá-lo, mas Jesus escondeu-se e saiu do templo.”

Em João 10.30-33 Jesus também disse: “Eu e o Pai somos um. Novamente os judeus pegaram em pedras para apedrejá-lo, mas Jesus lhes disse: Eu lhes mostrei muitas obras da parte do Pai. Por qual delas vocês querem me apedrejar? Responderam os judeus: Não vamos apedrejá-lo por nenhuma boa obra, mas pela blasfêmia, porque você é um simples homem e se apresenta como Deus.”

3. JESUS DISSE QUE NÃO TINHA PECADOS, ANTES PERDOAVA PECADOS.
Em João 8.46 o próprio Jesus testifica: “Quem dentre vos me convence de pecado? Se digo a verdade, por que não me credes?” Jesus em várias ocasiões disse: “... os seus pecados estão perdoados” (Lucas 5.20, 7.48). Os judeus da época, espantados, diziam: “Quem pode perdoar pecados, a não ser somente Deus?”

O pecado é um problema humano. Todos os pecados são cometidos contra Deus. Consequentemente, somente Deus tem poder para perdoar os pecados do homem. Jesus só podia perdoar pecados porque além de não ser pecador, ele era o próprio Deus.

4. JESUS ENSINOU AS PESSOAS A ORAR A ELE COMO DEUS.
Ele mesmo disse para orarmos em nome dele: “E tudo quanto pedirdes em meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho. Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei” (João 14.13-14). Além disso, Jesus é adorado o tempo todo nos Evangelhos e nunca repreende seus adoradores.

Certamente muitas pessoas irão discordar dizendo: “Existem muitos caminhos para o céu... para Deus... para a fé.” Porém, não para Jesus. Para ele só existe um caminho que leva até o verdadeiro Deus: Ele mesmo, “Eu sou o caminho, a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim” (João 14.6). Como dizia uma musica antiga: “Você pode pegar a estrada do Rio a Salvador, Porto alegre não verá, mesmo que sincero for”.

Diante de tudo isso você pode tirar pelo menos três conclusões:
1. Jesus era um mentiroso;
2. Jesus era louco;
3. Jesus era Deus.

Se, em primeiro lugar, você acredita que Jesus não é Deus, então precisa afirmar que ele é muito mentiroso, isto é, um pecador ruim igual a mim e a você. Ele não é bom mesmo! Por outro lado, se alguém que não é Deus diz que é Deus, certamente estamos nos referindo a um louco, lunático e sem noção.

Agora, se você crê que Jesus não era mentiroso e nem um louco, você precisa assumir que ele, então, é Deus. Você pode querer se revoltar com ele por ser um cara muito mentiroso, louco ou prostrar-se aos seus pés e chama-lo de teu Senhor e Deus.

QUEM É JESUS PARA VOCÊ?

Jean Francesco

Por Litrazini

Graça e Paz