segunda-feira, 9 de novembro de 2015

ATÉ ONDE VOCÊ VAI POR CAUSA DE CRISTO?

“Senhor! se és Tu, manda-me ir ter contigo sobre as águas” – Mateus 14. 28

Impor sua vontade nunca foi o estilo de Jesus. Mesmo com todo o poder a sua disposição, ele sempre preferiu deixar que o homem fizesse sua escolha. Sabemos que Jesus fez muitos milagres diversas vezes, mas nunca obrigou ninguém a segui-lo, pois esta atitude cada homem deve toma-la. Só é possível se tornar um cristão quando voluntariamente toma-se a decisão de segui-lo; deixar tudo para trás e segui-lo.

Jesus sabia disso, e por isso Ele disse que se alguém quisesse alcançar o reino de Deus seria necessário antes de tudo, tomar sua cruz e negar a si mesmo. Isso indica que para trilhar uma caminhada com Cristo, será necessário deixar algo para trás e carregar uma cruz sobre os ombros. Tomar a decisão de seguir a Jesus é o primeiro passo de uma caminhada muito difícil.

Embora muitos ignorem esta verdade, para seguir a Cristo será necessário renunciar seus próprios interesses. Por muitas vezes falamos que queremos segui-lo, e algumas vezes sabemos até o que devemos fazer, mas nem todas as pessoas estão dispostas a dar um passo a mais. Dos doze discípulos, apenas Pedro tomou a iniciativa de ir mais longe[LT1] [LT2] 

Seguir a Jesus é uma prova de amor, e chegará a hora que seu amor por Ele será provado. E se você tivesse que deixar o que mais ama para seguir a Jesus? Ainda assim o seguiria? E se tivesse que deixar sua família para trás, ou quem sabe seu emprego? Ainda assim escolheria Jesus? E se para entrar no céu você tivesse que renunciar todos os prazeres desta terra? Teria coragem de fazer isso? E se pessoas próximas a você se afastassem por causa de Jesus? Ainda assim iria querer estar debaixo da vontade de Deus? E se perdesse amigos? E se precisasse passar por grandes sofrimentos? E se tivesse que andar por cima do mar? Ainda iria querer se encontra com Ele sobre as águas?

Quem sabe a resposta seja um sim, talvez tenha pensado um pouco antes de responder, mas aqui entre nós, sabemos que lá no fundo a resposta seria não. Costumamos julgar Tomé por causa da sua pouca fé, e até mesmo Pedro por ter andado por cima das águas e afundado, mas quer saber, se eu ou você estivéssemos no lugar destes homens, dificilmente faríamos diferente.

Esta passagem mais uma vez nos ensina que muitas vezes em nossas vidas, estaremos divididos quanto a nossa escolha de seguir a Jesus. Será que tomei a atitude certa? E se eu não tivesse saído do barco? Pedro começou bem, mas pouco tempo se passou até começar a tirar seu foco de Jesus e coloca-lo no vento e no mar. Pedro naufragou. Quando tirarmos nosso foco de Jesus, vamos afundar. Antes que Pedro desaparecesse entre as ondas, Jesus o segura pela mão e lhe adverte quanto a sua falta de fé.

Não foi uma caminhada fácil para Pedro. Andar por cima das águas não é algo que alguém se gaba diante dos seus amigos. Não havia registros de pessoas que haviam conseguido executar tal proeza. É tanto que a impressão que os discípulos têm de Jesus a primeira vista é de ser um fantasma. Tudo bem, Jesus é diferente, podemos entender. Mas Pedro? Quem dava moral para ele? Pedro precisou deixar o barco, seus amigos, sua segurança para andar por cima do mar; não foi fácil. E quando a onda da culpa nos atingir? O vento do pecado é traiçoeiro. E o mar da insegurança?

Se não for a mão de Jesus, vamos afundar completamente. O gesto de Jesus ao segurar a mão de Pedro foi muito mais do que um salvamento. Ele nos mostrou que mesmo que falhemos, ele viu nosso desejo de segui-lo, Ele sabe como foi difícil sair do barco. Deus resiste aos soberbos e aos orgulhosos, mas dá graça aos humildes, estes são os que são segurados pelas fortes mãos do mestre Jesus. Um coração humilde e dependente de Deus jamais irá afundar no mar desta vida. Jesus não deixa.

Sabemos que precisamos seguir a Jesus, sabemos o que precisamos fazer; agora a pergunta chave é: Até onde você vai por causa de Jesus? Quantos passos você daria até começar a afundar? Tomaria a atitude de parar de dar ouvidos a palavras e músicas que só alimentam o próprio ego, e começar exaltar a Cristo? Estaria disposto a parar de achar que é uma pessoa boa e sem defeitos e começar a se arrepender dos seus pecados e confessá-los? Como planeja chegar ao céu? Convencendo Jesus de que você é suficientemente bom para chegar lá sozinho? Até onde você vai por causa de Jesus?

Estamos vivendo os últimos minutos da igreja na terra, e por causa disso presenciamos uma apostasia como nunca houve, um total descaso com a Palavra de Deus, frieza espiritual em toda parte, valores invertidos, e isso é apenas a ponta do iceberg. De modo que dificilmente encontramos o real evangelho sendo pregado e vivido. O que vemos são pessoas egoístas, superficiais e interesseiras indo para a igreja apenas para obter aquilo que deseja. Às vezes é um carro, às vezes é uma casa, ou até mesmo sua própria exaltação. Querem seguir a Jesus, mas do seu próprio jeito. E se eu lhe dissesse Jesus não morreu por isso? Ainda iria querer segui-lo?

Também vemos uma gama de crentes indiferentes quanto às verdades do evangelho. Dizem que estão seguindo Jesus e que vão para o céu, mas fazem aquilo que bem entendem. Pregações e hinos que colocam o homem acima do próprio Deus. Eles conhecem a verdade, já viveram a verdade, mas hoje estão estagnados, a mornidão espiritual os atingiu, a apostasia tomou conta do coração. Estes começaram a andar por sobre as águas, mas afundaram; e a mão de Deus é a única coisa que os impede de afundar completamente.

Porque você ainda não afundou? Porque ainda existe a mão te Jesus te segurando. Ai de você se não fosse a mão de Jesus. E se o arrebatamento acontecesse agora? O que você seria capaz de fazer para estar no centro da vontade de Deus? Vai fazer como parte da multidão que seguia Jesus só para ver se ia acontecer alguma coisa mesmo?

Vai seguir Jesus até conseguir algo que deseja, ou vai procurar se arrepender dos seus pecados, se humilhar na presença de Deus para receber sua garantia de salvação? Vai fazer as coisas como bem quer, ou vai orar e procurar fazer a vontade de Deus? Vai fazer tudo que o mundo manda ou vai procurar se santificar e se apresentar duma forma que agrada a Deus? Quer ir para o céu ou se contenta com o inferno? Vai ficar no barco ou vai andar por sobre as águas para se encontrar com Jesus?

Jesus nunca disse que seria fácil. Jesus ainda segura os Pedros que querem, mas não conseguem confiar Nele.

Samuel Segantine Ribeiro

Por Litrazini

Graça e Paz