domingo, 22 de novembro de 2015

O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE O MILÊNIO

O QUE É O MILÊNIO?
Embora a palavra Milênio não se encontre nas Sagradas Escrituras, esta doutrina é essencialmente bíblica e consistentemente teológica. Aliás, o mesmo se dá com o vocábulo Trindade, e nem por isto esta verdade perde a sua validação nem deixa de ser um dos ensinos mais comprovados das Sagradas Escrituras.

DEFINIÇÃO: Conhecido também como chiliasmo, o Milênio é um período de mil anos durante o qual Cristo há de reinar pessoalmente sobre o mundo, de acordo com o que explicita João no Apocalipse (20.1-5). Trata-se de um reino literal, cujo principal objetivo é a exaltação de Jesus não somente como o Messias de Israel, mas como o desejado de todas as demais nações (Ageu 2.7).

O MILÊNIO E O REINO DE DEUS: O Milênio é a manifestação plena do Reino de Deus na terra. E isto nada tem a ver com a doutrina de algumas seitas, que renegando as verdades bíblicas acerca do arrebatamento da Igreja, ensinam que este mundo haverá de melhorar, pouco a pouco, até transformar-se num paraíso.

QUANDO SERÁ O MILÊNIO
O Milênio terá início logo após a Grande Tribulação, quando nosso Senhor Jesus Cristo, na companhia de todos os seus santos, houver derrotado o Dragão, o Falso Profeta e a Besta (Apocalipse 19.11-21). O Milênio dar-se-á, logicamente, depois do Arrebatamento da Igreja.

Neste período, Satanás estará amarrado até que se completem os mil anos. Em seguida, importa que ele seja solto por um pouco de tempo, até que seja definitivamente derrotado por Cristo Jesus (Apocalipse 20.2,7,10).

QUEM ESTARÁ NA TERRA DURANTE O MILÊNIO
Aqui na Terra, durante o Milênio, estarão Israel e os gentios que tiverem sobrevivido à Grande Tribulação. A Igreja, como já o dissemos, estará na companhia de Cristo, auxiliando-o a governar as nações. Afinal, dEle recebemos esta promessa (Apocalipse 2.26-27). Não podemos, contudo, explicitar em que lugar, exatamente, encontrar-se-á a Igreja: se no céu ou se entre a Terra e o céu. De uma coisa temos absoluta certeza: com os nossos corpos já glorificados, estaremos na companhia de Jesus.

OBJETIVOS DO MILÊNIO

O Milênio será implantado tendo vários objetivos bem definidos:
1) EXALTAR A CRISTO: Todos os povos, principalmente Israel, terão que se curvar ante Jesus Cristo, cujo nome será sublime e soberanamente exaltado como o Rei dos reis e Senhor dos senhores (Filipenses 2.5-11 e Apocalipse 19.16).

2) MANIFESTAR O REINO DE DEUS: Na Oração Dominical, o Senhor Jesus ensinou-nos a orar: “Venha o teu reino” (Mateus 6.10). Esta petição começará a ser plenamente respondida quando vier o Senhor Jesus, juntamente com a sua Igreja, inaugurar o Milênio – a exposição mais visível do Reino de Deus na Terra.

3) MOSTRAR QUE ESTE MUNDO PODERÁ SER PERFEITAMENTE ADMINISTRADO: Em consequência da corrupção e dos desmandos administrativos, a população da Terra é assolada pela fome, pela falta de habitação e por muitas outras necessidades básicas. Todavia, quando Cristo instaurar o seu governo, mostrará Ele que todos estes problemas podem ser perfeitamente solucionados.

4) ARGUIR QUE OS REINOS DESTE MUNDO PERTENCEM A CRISTO: No deserto, Satanás tentou a Cristo, alegando serem dele todos os reinos deste mundo. Na verdade, tudo pertence a Jesus: “Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre” (Apocalipse 11.15). Desta forma, cumprir-se-á a aliança que Deus estabeleceu com a casa de Davi, da qual veio, legalmente, o Senhor Jesus (Isaías 9.6 e Daniel 7.13).

COMO SERÁ O MILÊNIO
O Milênio será um reino não somente de bênçãos espirituais, como também materiais, conforme o explicitam as Sagradas Escrituras. Por conseguinte, o Milênio:

1) TERÁ INÍCIO COM UM GRANDE DERRAMAMENTO DO ESPÍRITO SANTO: Profetiza Zacarias que, quando os israelitas se virem cercados pelas nações da Terra, clamarão eles pelo socorro divino. Ato contínuo, olharão para o Cordeiro de Deus, agora glorificado e na companhia de sua Igreja, e lamentar-se-ão sobre Ele. Neste exato momento, experimentarão uma grande efusão do Espírito Santo: “E sobre a casa de Davi e sobre os habitantes de Jerusalém derramarei o Espírito de graça e de súplicas…” (Zacarias 12.10).

2) SERÁ UM PERÍODO DE GRANDE CONHECIMENTO DA PALAVRA DE DEUS:  (Isaías 2.3). Acrescenta Isaías: “Não se fará mal nem dano algum em todo o monte da minha santidade, porque a terra se encherá do conhecimento do Senhor, como as águas cobrem o mar” (Isaías 11.9).

3) SERÁ UM TEMPO DE PAZ UNIVERSAL: “E julgará entre muitos povos e castigará poderosas nações até mui longe; e converterão as suas espadas em enxadas e as suas lanças em foices; uma nação não levantará a espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra” (Miqueias 4.3).

4) SERÁ UMA ERA DE SAÚDE FÍSICA E MENTAL: “… Então, os olhos dos cegos serão abertos, e os ouvidos dos surdos se abrirão. Então, os coxos saltarão como cervos, e a língua dos mudos cantará, porque águas arrebentarão no deserto, e ribeiros no ermo” (Isaías 35.3-6).

5) SERÁ UMA ERA DE PROSPERIDADE, SEGURANÇA E VIDA LONGA: “…porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore, e os meus eleitos gozarão das obras das suas mãos até à velhice” (Isaías 65.22).

6) SERÁ UM PERÍODO DE RECUPERAÇÃO ECOLÓGICA DA TERRA: “O deserto e os lugares secos se alegrarão com isso; e o ermo exultará e florescerá como a rosa. Abundantemente florescerá também regorgitará de alegria e exultará; … ” (Isaías 35.1-2).

7) ISRAEL HABITARÁ SEGURO, E ESTARÁ DE POSSE DE TODO O TERRITÓRIO QUE O SENHOR PROMETERA A ABRAÃO: O capítulo 48 de Ezequiel descreve, em detalhes, os termos que as doze tribos de Israel ocuparão no período do Milênio. Será um território muito maior e muito mais amplo em relação ao ocupado hoje pelo Estado de Israel.

O Milênio não é uma mera hipótese futurística; é algo que faz parte dos planos de Deus. Neste período, conforme já dissemos, o Senhor Jesus Cristo reinará absolutamente sobre este mundo. E a Igreja de Cristo estará com Ele. Já imaginou quão grande será este privilégio? Afinal, temos do próprio Senhor esta promessa: “Palavra fiel é esta: que, se morrermos com ele, também com ele viveremos; se sofrermos, também com ele reinaremos” (2Timóteo 2.11-12).

Pr. Claudionor Corrêa de Andrade

Por Litrazini


Graça e Paz