sábado, 1 de outubro de 2016

O PODER DA ORAÇÃO E DO JEJUM

Muitas pessoas procuram resolver suas lutas e problemas no gabinete pastoral. Alguns procuram curar suas mágoas, tristezas e decepções através de conselhos com pessoas que pensam como eles. Mas a Bíblia diz que podemos solucionar muitos dos nossos males através da oração e do jejum.

No passado, os crentes resolviam seus problemas na oração e no jejum. Hoje é comum o crente antes de jejuar e orar, procurar várias pessoas e a oração vem somente quando o problema já está critico.

Outros colocam suas frustrações na internet. Mas a Bíblia nos manda procurar Deus em primeiro lugar. Jejum significa humilhação, rendição, entrega, consagração. Quando você se levanta pela manhã e não come, é como se dissesse que o seu corpo não é dominado pela comida.

O jejum pode ser de uma hora, duas, pode ser de algo que você gosta muito e se abstém. Quando jejuamos, declaramos que não somos escravos daquilo que mais gostamos.

As pessoas estão passando horas e horas na internet e remoendo-se nas suas aflições, quando a Bíblia diz que quando estivermos em aflição, devemos entrar no local secreto e falar com Deus.

Jesus falou com os discípulos: “Vocês querem que os demônios lhe submetam, mas vocês não horam, não jejuam…”

Há um grande poder no mundo espiritual através do jejum e da oração. Muitas pessoas estão entristecidas com alguém ou alguma coisa e ao invés de jejuarem e orarem começam a soltar as farpas na internet.

“Essa casta de demônios não sai, se não através do jejum e da oração.” Vs 21
Quando estamos com problemas, procuramos pessoas que pensam igual a nós e quando alguém nos exorta, a nossa tendência é fugir daquela pessoa.

A atitude de Daniel diante das crises
A nação de Israel passava por grande aflição e perseguição. Diante dos problemas Daniel orava e jejuava. “Eu, pois, dirigi o meu rosto ao Senhor Deus, para o buscar com oração e súplicas, com jejum, e saco e cinza.” Dn 9.3

Os Pastores e psicólogos são muito importantes, mas o mais importante é o diabo fugir de nós. Busque auxílio em Deus em toda e qualquer situação. Ore, jejue.

Davi diante da tristeza jejuou
“Depois todo o povo veio fazer com que Davi comesse pão, sendo ainda dia; porém Davi jurou, dizendo: Assim Deus me faça e outro tanto, se, antes que o sol se ponha, eu provar pão ou qualquer outra coisa.” 2 Sm 3.35

Diante da tristeza, Davi se privou de comida. Abner, seu amigo, havia sido assassinado. Talvez algo ou alguém esteja te entristecendo, seja o que for o motivo do seu lamento, ore, jejue!

Ester diante de uma grande decisão proclamou um jejum
A nação de Israel estava para ser destruída pelas investidas do maligno Hamã e Ester proclamou um jejum, porque ela iria se apresentar diante do rei para interceder em favor dos Israelitas. Talvez você precise tomar uma grande decisão, ore, jejue!

Moisés diante das divergências entre o povo de Deus jejuou
“Quando subi ao monte a receber as tábuas de pedra, as tábuas do pacto que o Senhor fizera convosco, fiquei no monte quarenta dias e quarenta noites; não comi pão, nem bebi água.”
Dt 9.9

Estava acontecendo divisão entre o povo de Deus e Moisés tomou uma decisão – jejuou. Diante de divisões, brigas, dissensões, ore!

Ana diante do seu sonho que não fora realizado jejuava “E assim sucedia de ano em ano que, ao subirem à casa do Senhor, Penina provocava a Ana; pelo que esta chorava e não comia.” I Sm 1.7

Jesus diante das tentações, jejuou.
“E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome.” Mateus 4.2

Diante das tentações, das investidas do diabo – jejue! Você está sendo assediado pelo seu patrão? Jejue! Existe algo que está tirando você do sério? Jejue! O jejum pode mudar a história da vida de uma pessoa. Talvez você esteja se valendo de estratégias humanas para vencer suas batalhas – mude sua estratégia.

Faça um jejum de tudo que escraviza você e ore. Lembre-se: Jejum e oração andam juntos!

Pr. Jorge Linhares

Por Litrazini

Graça e Paz