terça-feira, 26 de dezembro de 2017

O MILAGRE ESTÁ EM SUA BOCA

Confessar é possuir!  Então, fale somente o que é bom, o que edifica, o que constrói, o que abençoa, o que ministra graça.(Efésios 4.29). 

Faça um compromisso consigo mesmo de jamais falar palavras negativas, de morte, de derrota, de fracasso… o diabo só pode agir na sua vida quando você declara palavras que dão legalidade à ação dele…(Pv 18.21)

Muitas pessoas ficam doentes porque declaram a doença; ficam depressivas porque falam e agem como depressivo; pessoas que estão envelhecendo rapidamente porque falam: “estou velho, acabado…”

Há poder em suas palavras, então, tome posse das promessas de Deus, fale das promessas da Palavra de Deus, declare em fé as promessas de Deus, assim, elas tornar-se-ão realidade em sua vida.

O poder de realizar feitos notáveis e viver uma vida extraordinária não está ligado a uma função, mas a uma disposição do coração de confiar no Senhor, de crê e obedecer a Deus e a sua santa palavra. (Jo 7.38; Jo 14.12)

O triste fato é que a igreja limitou a principal estratégia de Satanás a certos comportamentos como: levar a pessoa para o álcool, as drogas, a prostituição, o adultério, os roubos…  na verdade, o que o diabo mais teme é que os discípulos de Jesus descubram quem Deus os chamou para ser, pessoas extraordinárias, com poder, sabedoria, graça, autoridade espiritual e habilidades dadas pelo Espírito Santo para realizar feitos notáveis e incomuns. O apostolo Pedro, curando um coxo de nascença… (Atos 3.1-10).

Em contraste à atual reputação dos cristãos de nosso país; uma das grandes dificuldades que os discípulos da igreja primitiva tiveram foi convencer as pessoas de que eles não eram super-heróis ou deuses. Cornélio ajoelhou-se diante do apostolo Pedro… (Atos 10.25,26).

Os apóstolos Paulo e Barnabé, foram recebidos como se fossem “deuses” na cidade de Listra, o que eles rejeitaram com veemência… (Atos 14.8-15) Paulo, na ilha de Malta, quando uma víbora o picou e não aconteceu nada com ele, os nativos pensaram que ele fosse uma espécie de divindade… (Atos 28.1-6).

Os discípulos de Jesus eram considerados em alta estima pela sociedade da época, o povo lhes tributava grande admiração e respeito. “Mas, dos restantes, ninguém ousava ajuntar-se a eles; porém o povo lhes tributava grande admiração.” (Atos 5.13) “Porém, não os encontrando, arrastaram Jasom e alguns irmãos perante as autoridades, clamando: Estes que têm transtornado o mundo chegaram também aqui.” (Atos 17.6).

Que a nossa geração possa ver o que Deus pode fazer com e através de discípulos completamente consagrados a Jesus, que vivem na dependência do amado Espírito Santo.

Transcrito Por Litrazini

Graça e Paz