quarta-feira, 8 de maio de 2019

A ANSIOSA SOLICITUDE PELA VIDA


“Farei isto: Derribarei os meus celeiros, e edificarei outros maiores, e ali recolherei todas as minhas novidades e outros bens. E direi à minha alma: alma, tens em depósito muitos bens, para muitos anos; descansa, come, bebe e folga. Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma, e o que tens preparado para quem será? Assim é aquele que para si ajunta tesouros e não é rico para com Deus”(Lc12.16-21; v. Mt 6.19-34).

AS RIQUEZAS – No original é mamom, um termo aramaico significando dinheiro ou outros bens terrenos valiosos. Jesus deixou bem claro que uma pessoa não pode ao mesmo tempo servir a Deus e às riquezas.

Servir à riqueza é dar-lhe um valor tão alto que:
(a) colocamos nela nossa confiança e fé
(b) esperamos da parte dela nossa segurança máxima e felicidade;
(c) confiamos que ela garantirá o nosso futuro; e
(d) a buscamos mais do que o reino de Deus e sua justiça.
Acumular riquezas é um trabalho tão envolvente, que logo passa a controlar a mente e a vida da pessoa, até que a glória de Deus deixa de ter a primazia em nosso ser.

NÃO ANDEIS CUIDADOSOS– Jesus não está dizendo que é errado o cristão tomar providências para suprir suas futuras necessidades materiais. O que Ele realmente reprova aqui é a ansiedade ou a preocupação angustiosa da pessoa, revelando sua falta de fé no cuidado e no amor paternais de Deus (Ez 34.12; 1Pe 5.7).

Deus prometeu tomar as providências para nosso alimento, vestuário e demais necessidades. Não precisamos preocupar-nos nesse sentido, mas fazer a nossa parte, viver para Deus e deixá-lo reinar em nossa vida, certos de que assumirá a plena responsabilidade por uma vida totalmente entregue a Ele (1 Pe5.7; Fp 4.6).

BUSCAI PRIMEIRO O REINO DE DEUS, E A SUA JUSTIÇA – Aqueles que seguem a Cristo são conclamados a buscar acima de tudo o mais, o reino de Deus e a sua justiça. O verbo “buscar” subentende estar continuamente ocupado na busca de alguma coisa,ou fazendo um esforço vigoroso e diligente para obter algo.

Cristo menciona dois objetos de nossa busca:

(A) “O REINO DE DEUS”– devemos buscar diligentemente a demonstração da soberania e do poder de Deus em nossa vida e em nossas reuniões.

Devemos orar para que o reino de Deus se manifeste no grandioso poder do Espírito Santo para salvar pecadores, para destruir a influência demoníaca, para curar os enfermos e para engrandecer o nome do Senhor Jesus.

(B) “SUA JUSTIÇA”– com a ajuda do Espírito Santo, devemos procurar obedecer aos mandamentos de Cristo, ter a sua justiça, permanecer separados do mundo e demonstrar o seu amor para com todos (cf. Fp 2.12,13).

Fonte: Bíblia de Estudo Pentecostal / Pr. Airton Ev. Costa

Por Litrazini
Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário